- 5790FBE8A27AC0FA6FCB89065534CF70

Gestão de Operações de Segurança: O que é, Principais Funções

A gestão de operações de segurança é uma prática que envolve o planejamento, organização, execução e monitoramento das operações de segurança. Com o objetivo de aprimorar o desempenho dos processos operacionais da segurança, aumentando sua eficiência e produtividade.

As operações de segurança são um conjunto de processos desenvolvidos pela segurança em diferentes ocasiões que, ao final, contribuem para o bom funcionamento da segurança da organização. É a gestão de operações da segurança que move o departamento de segurança da organização na busca pela excelência na prestação dos serviços de segurança.

Para que um determinado serviço de segurança atinja todas as expectativas do cliente, ele precisa ser adequadamente planejado e executado de maneira eficaz, aspectos que estão diretamente ligados a gestão de operações de segurança.

Escrito por José Sérgio Marcondes
Postado 12/07/2022

O que é Segurança?

palavra segurança, de acordo com o dicionário, pode ser interpretada sob dois contextos: primeiro, de “certeza, confiança, firmeza”. Que exprime uma condição de crença e convicção em si ou em outra pessoa. Segundo, de “ação ou efeito de segurar; situação do que está seguro; afastado do risco/perigo.

A palavra segurança, no contexto de proteger, refere-se ao ato de defender; afastar algo ou alguém do risco ou perigo; abrigar-se do mal; resguardar-se; procurar mecanismos de defesa da vida e de seus direitos.

O termo segurança vem do latim “securitas” e implica minimizar ou eliminar qualquer tipo de risco na vida. Implica os diversos agentes sociais nos processos de avaliação e prevenção de qualquer tipo de risco.

No ambiente empresarial, a segurança é propiciada por meio de operações de segurança, que para obtenção de resultados satisfatórios requerem um programa de gestão das operações da segurança bem estruturado e implementado.

Quero saber mais sobre Definições e conceitos de Segurança

Operações de Segurança

De forma resumida, as operações de segurança são um conjunto de processos desenvolvidos pela segurança em diferentes ocasiões que, ao final, contribuem para o bom funcionamento da segurança da organização. Compreende um conjunto de ações da segurança que necessitem de mobilização de recursos humanos e materiais, executadas de forma planejada, organizada, coordenada e controlada, em ocasiões programadas ou em situações de emergência.

Para atingir as metas de proteção ideais, os gestores de segurança devem operar programas de segurança bem-estruturados.

A segurança adequada não é apenas uma prática recomendada, mas sim uma característica essencial para todas as organizações de sucesso. Sem a segurança adequada, a organização corre o risco de falhar. A vulnerabilidade eventualmente será explorada. À medida que isso ocorre, toda a empresa enfrentará riscos com potencial de causar danos a organização.

A palavra “operar”, é derivada do latim operatus, o particípio passado do verbo “trabalhar”; portanto, as operações estão preocupadas em exercer poder ou influência para produzir um efeito desejado. As operações de segurança, portanto, são os processos pelos quais os objetivos de proteção da organização devem ser alcançados.

Quero saber mais sobre Operações de Segurança

O que é Gestão de Operações de Segurança?

A gestão de operações de segurança é uma prática que envolve o planejamento, organização, execução e monitoramento das operações de segurança. Com o objetivo de aprimorar o desempenho dos processos operacionais da segurança, aumentando sua eficiência e produtividade.

A gestão refere-se ao processo de se conseguir obter resultados (bens) com a participação de outras pessoas. Refere- se ao processo de fixar objetivos e metas, e de determinar e orientar o caminho a ser seguido para seu atingimento, envolve tomada de decisões, comunicação liderança.

Alguns dos resultados buscados com a gestão de operações de segurança envolve:

  • redução dos custos operacionais da segurança;
  • aumento da produtividade;
  • melhora na qualidade dos serviços prestados e das operações realizadas;
  • aumento dos índices de satisfação do cliente interno e externo.

A gestão de operações de segurança corresponde ao conjunto das ações de gerenciamento operacional das operações da segurança necessárias para obtenção de resultados nos serviços de segurança oferecidos. Envolve ações de gerenciar os serviços de segurança.

Os serviços de segurança são um tipo de produto que tem como principal característica a impossibilidade de formar estoques de produtos acabados (ninguém consegue estocar serviços), eles são produzidos a medida que o cliente vai consumindo. Neste contexto, um sistema de gestão da segurança eficiente é vital.

profissional gestão de operações de segurança

Funções da Gestão de Operações de Segurança

De forma simplificada, as quatro funções básicas da gestão de operações de segurança são: planeamento, organização, direção e controle das atividades operacionais da segurança.

  • Planejamento Operacional: planeamento é o processo de determinar antecipadamente o que deve ser feito e como fazê-lo. É mais do que uma simples previsão, está implícita a ideia de ação a desenvolver para que as coisas aconteçam conforme o esperado e necessário;
  • Organização: a organização é o processo de estabelecer relações formais entre as pessoas, e entre estas e os recursos, para atingir os objetivos propostos; esta em concordância com dirigir, pois é necessário fazer com que as pessoas façam. Está relacionado a alocação de pessoas e recursos materiais para obtenção de resultados;
  • Direção: a direção é a função administrativa que conduz e coordena as pessoas na execução das atividades planejadas e organizadas. Corresponde a orientar e coordenar os trabalhos dos subordinados, envolve: motivação, comunicação e liderança;
  • Controle: o controle é o processo de comparação do atual desempenho da organização com valores e metas previamente defendidos, apontando as eventuais ações corretivas. O controle deve conduzir à determinação correta dos desvios verificados e definir as ações necessárias para que sejam corrigidos e evitados no futuro.

Papel da Gestão de Operações de Segurança

A gestão de operações da segurança é o que move o departamento de segurança da organização na busca pela excelência na prestação dos serviços de segurança. Neste sentido, o principal papel da gestão de operações de segurança é otimizar a entrega dos serviços de segurança, gerando valor e garantindo a satisfação do usuário/cliente.

O constante aprimoramento dos processos operacionais e dos colaboradores permite a segurança alcançar resultados cada vez melhores, tanto em desempenho interno quanto na qualidade daquilo que é entregue ao cliente externo, e isso é revertido em vantagem competitiva para organização.

As gestão de operações de segurança precisa estar alinhada ao planejamento estratégico da organização e a sua cultua de segurança, de modo que todos os colaboradores da segurança estejam comprometidos com este movimento.

A gestão de operações de segurança compreende os seguintes papeis: gestão da demanda, planejamento operacional e controle das operações.

1. Gestão de Demanda

A gestão de demanda é uma função de interface entre a prestação de serviços e as necessidades/solicitações do cliente. Visa prever antecipadamente, e em tempo hábil, variações na quantidade de serviço que surgiram ou serão solicitados pelo cliente, assim como, o meios necessários para atender essas condições.

A gestão de demanda é um processo usado para organizar e gerenciar as necessidades operacionais, envolve a distribuição racional de atividades, a priorização de atividades, negociação de prazo, e a visualização, identificação e atendimento de necessidades criticas.

O dia a dia do setor operacional da segurança é cheio de atividades e imprevistos, e se não existir um monitoramento das expectativas, a rotina se desequilibra. Por isso, acontecem as sobrecargas de trabalho, pois sem distribuir as tarefas ao longo da semana, em algum momento do mês a situação aperta.

A gestão de demanda é o processo de organizar, priorizar, fazer e acompanhar as tarefas diárias da segurança. Dessa forma, em vez de ser pego de surpresa com uma tarefa, a segurança consegue absorver o que acabou de chegar, sem prejudicar a rotina de trabalho existente.

2. Planejamento Operacional

O planejamento operacional compreende as atividades de planejamento das operações diárias da segurança, envolve a identificação de metas, estruturação de atividades e estimativas de recursos necessários. Ele é um planejamento de curto prazo feito com base na demanda prevista mais imediata ou nos pedidos que já foram feitos pelos clientes.

O planejamento operacional é responsável por definir exatamente como a demanda imposta para segurança vai ser atendida. Ele indica quando e como serviço e seus componentes serão efetivamente realizados. Isso significa indicar detalhadamente como serão utilizados os meios disponíveis (a mão de obra necessária, os equipamentos etc.), para a realização dos serviços.

3. Controle das Operações

O controle compreende as funções de acompanhamento do processo de prestação de serviços e de entregas. Ele é responsável por garantir que o sistema atenda adequadamente os clientes, permitindo a correção de falhas e desvios nos padrões estabelecidos. Sendo assim, o controle monitora e avalia o serviços prestado, fornecendo feedback para o planejamento operacional. Essas informações permitem a atualização de dados que levam a um novo ciclo de planejamento.

O controle é o processo pelo qual são fornecidas as informações e retroação para manter as atividades da segurança dentro de suas respectivas trilhas. É uma atividade de monitoramento que visa aumentar a probabilidade de que os resultados planejados sejam atingidos da melhor maneira.

Os gestores de segurança passam boa parte de seu tempo observando, revendo e avaliando o desempenho de pessoas e processos, por meio de indicadores de desempenho, e implementando ações corretivas quando aplicáveis.

Gestão de Operações e Qualidade

No ambiente da gestão de operações o termo “serviço” é reservado para designar bens intangíveis. Um serviço é considerado mais ou menos útil na medida em que tenha mais ou menos capacidade de sanar ou atender determinada necessidade. Um serviço com capacidade de atender parcialmente as necessidades tem, portanto, menos utilidade quando comparado a um serviço com capacidade de atender toda a necessidade.

Utilidade ainda refere-se à quantidade de valor agregado identificada pelo cliente ou – melhor ainda – pelo consumidor diante de dos serviços, seja de natureza econômica ou não. A falta de utilidade tende a levar determinado produto ou serviço ao desaparecimento.

Outra consideração interessante, é a satisfação do consumidor diante dos serviços. A satisfação está intimamente
relacionada com o conceito de qualidade, mesmo de maneira intuitiva. O conceito de qualidade atrelado à satisfação é comumente encontrado na literatura sobre essa temática.

Além da associação da satisfação com padrões preestabelecidos de qualidade, pode-se também atrelar satisfação a outros quesitos, como desempenho, atendimento, eficiência, conforto, utilidade, bem-estar, beleza, dentre outros
atributos frequentemente relacionados à satisfação.

Para que os serviços atinjam todas essas expectativas acima comentadas, eles precisam ser adequadamente planejados e executados de maneira eficaz, aspectos que estão diretamente ligados a gestão de operações de segurança.

Você Gostou do Artigo? Sem sim, colabore com o crescimento e divulgação do Blog

Aqui no Blog publico frequentemente artigos relacionados a segurança privada e gestão organizacional, visando sempre agregar conhecimento para os leitores, visando seu desenvolvimento profissional e pessoal.

Para continuar publicando e disponibilizando os artigos de forma gratuita a todos, solicito a você leitor ou leitora, que ajude na divulgação e crescimento do blog, fazendo pelo menos uma das práticas a seguir:

  • Deixe seu comentário no final do artigo, ele é muito importante para mim;
  • Divulgue, curta e compartilhe as publicações com seus amigos pelas redes sociais;
  • Inscreve-se na nossa Newsletter. Cadastre seu e-mail logo abaixo e receba avisos sobre novas publicações.
[jetpack_subscription_form show_subscribers_total=”false” button_on_newline=”true” custom_font_size=”16px” custom_border_radius=”0″ custom_border_weight=”1″ custom_padding=”15″ custom_spacing=”10″ submit_button_classes=”” email_field_classes=”” show_only_email_and_button=”true”]

Forte abraço e sucesso!
José Sérgio Marcondes – CES
Especialista em Segurança Empresarial
Consultor em Segurança Privada
Diretor do IBRASEP

Leia também…

Sugiro a leitura dos artigos a seguir como forma de complementar o aprendizado desse artigo.

Sistema de Gestão de Segurança: O que é, Objetivo e Estrutura

Sistema de Segurança: O que é, Tipos e Como Funcionam

Operações de Segurança Privada: O que são? Quais os Tipos?

Dados para Citação Artigo

MARCONDES, José Sérgio (12 de julho de 2022). Gestão de Operações de Segurança: O que é, Principais Funções. Disponível em Blog Gestão de Segurança Privada: – Acessado em (inserir data do acesso).

"? Fique por Dentro! Junte-se ao Nosso Grupo de WhatsApp!

Quer ser o primeiro a receber todas as atualizações do nosso blog? Então, não perca tempo! Junte-se ao nosso Grupo de WhatsApp agora mesmo e esteja sempre atualizado(a) com as últimas postagens.

Sobre o Autor

José Sergio Marcondes
José Sergio Marcondes

José Sergio Marcondes é formado em Gestão de Segurança Privada e possui MBA em Gestão Empresarial e Segurança Corporativa. É especialista em Segurança Privada, certificado com CES (Especialista em Segurança Empresarial) e CPSI (Certificado Profissional em Segurança Internacional). Atualmente, atua como consultor e diretor do IBRASEP, trazendo uma notável expertise em segurança, além de possuir sólidos conhecimentos nas áreas de gestão empresarial Com mais de 30 anos de experiência na área de segurança privada, acumulando resultados relevantes nas áreas operacionais, administrativas e comerciais.

2 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


  1. Olá Erik Duarte Costa!
    Fico muito feliz em saber que o blog tem contribuído para o seu desenvolvimento profissional.
    Obrigado pelo seu comentário.
    Forte abraço e sucesso!

  2. Sou instrutor de cursos nas areas de portaria e fiscais de loja, estou me graduando em Gestão de Segurança Privada. O Blog Gestão de Segurança Privada tem sido de extrema importância para enriquecer o meu conhecimento profissional neste mercado. Quero depois adquir o livro “Gestor de Segurança Privada ” . Parabéns pelos elevados conteúdos! Erik Costa

Solicitar exportação de dados

Use este formulário para solicitar uma cópia de seus dados neste site.

Solicitar a remoção de dados

Use este formulário para solicitar a remoção de seus dados neste site.

Solicitar retificação de dados

Use este formulário para solicitar a retificação de seus dados neste site. Aqui você pode corrigir ou atualizar seus dados, por exemplo.

Solicitar cancelamento de inscrição

Use este formulário para solicitar a cancelamento da inscrição do seu e-mail em nossas listas de e-mail.