- 5790FBE8A27AC0FA6FCB89065534CF70

Sistema de Gestão de Segurança: O que é, Objetivo e Estrutura

Sistema de Gestão de Segurança, sigla SGS), é uma terminologia usada para se referir a sistemas abrangentes concebidos para gerenciar os processos e operações da segurança de uma organização, contra aspectos de risco de segurança operacional, de segurança contra atos ilícitos, de saúde, de meio ambiente e em geral da indústria.

A Gestão de Segurança pode ser definido como o processo administrativo voltada para o gerenciamento da segurança numa organização. Envolve um conjunto de recursos administrativos e operacionais, dentre dos quais estão: políticas, programas, planos, projetos, procedimentos de segurança, recursos humanos, materiais e financeiros.

Gestão é o processo de se conseguir obter resultados (bens ou serviços) com a participação de outras pessoas.

Escrito por José Sérgio Marcondes
Postado 24/05/2022

O que é Sistema?

Um sistema é um conjunto de elementos interdependentes de modo a formar um todo organizado. Vindo do grego, o termo “sistema” significa “combinar”, “ajustar”, “formar um conjunto”. Todo sistema possui um objetivo geral a ser atingido.

A boa integração dos componentes de um sistema é chamada sinergia, determinando que as transformações ocorridas em uma das partes influenciará todas as outras. A alta sinergia de um sistema faz com que seja possível a este cumprir sua finalidade e atingir seu objetivo geral com eficiência.

Um sistema pode ser entendido como a reunião e integração de um conjunto de elementos (humanos, materiais, tecnológicos e administrativo) visando o atingimento de um ou mais objetivos.

O que é Segurança?

A palavra segurança, por sua, de acordo com o dicionário, pode ser interpretada sob dois contextos: primeiro, aquilo que exprime “certeza, confiança, firmeza”, está relacionada a uma condição de crença e convicção em si ou em outra pessoa. No segundo contexto, a palavra segurança indica uma “ação ou efeito de segurar; situação do que está seguro; livre do perigo, afastado do risco.

A palavra segurança, no contexto de proteger, refere-se ao ato de defender; afastar algo ou alguém do risco ou perigo; abrigar-se do mal; resguardar-se; procurar mecanismos de defesa da vida e de seus direitos.

O termo segurança vem do latim “securitas” e implica minimizar ou eliminar qualquer tipo de risco na vida. Implica os diversos agentes sociais nos processos de avaliação e prevenção de qualquer tipo de risco, que se dão por meio de planos de segurança.

De acordo com sua abrangência, responsabilidade, características, objetivos e modus operandi a segurança pode ser classificada em: segurança pública, segurança privada, segurança do trabalho, segurança da tecnologia da informação, segurança da informação e entre outras.

Quero saber sobre Conceitos e Definições de Segurança

Gestão de Segurança

Gestão de segurança é o processo administrativo de se conseguir obter resultados (bens ou serviços) com a participação de outras pessoas. Gestão refere- se ao processo de fixar objetivos e metas, e de determinar e orientar o caminho a ser seguido para seu atingimento, envolve as funções de planejar, organizar, liderar e controlar.

A gestão de segurança faz parte do processo administrativo da organização voltado para implantação, manutenção e gerenciamento dos processos, projetos e operações de segurança da empresa. Visa atingir os objetivos de segurança por meio dos recursos disponíveis.

Para atingir seus objetivos a gestão de segurança faz uso de diversos recursos como: estrutura organizacional, politicas, programas, procedimentos, normas e planos de segurança, que formam o Sistema de Gestão de Segurança.

O que é um Sistema de Gestão de Segurança (SGS)?

Sistema de Gestão de Segurança, sigla SGS, é uma terminologia usada para se referir a sistemas abrangentes concebidos para gerenciar os processos e operações da segurança de uma organização, contra aspectos de risco de segurança operacional, de segurança contra atos ilícitos, de saúde, de meio ambiente e em geral da organização.

O SGS refere-se a um conjunto de iniciativas e práticas sustentadas por políticas, programas, normas, planos, projetos, procedimentos e processos que integram a atividade da segurança com o intuito de facilitar o atingimento das metas e objetivos da segurança.

O sistema de gestão de segurança representa uma parte do sistema de gestão de uma organização. Ele tem por objetivo a estruturação, planejamento e controle dos processos e operações da segurança, consideradas as atividades nela exercidas.

O SGS É um processo sistêmico, explícito e abrangente de gerenciamento de riscos de segurança que provê a fixação de metas, o planejamento e a medição do desempenho. Proporciona um conjunto de métodos, ferramentas e práticas que potencializam a melhoria da eficiência da gestão da segurança,

sistema de gestão de segurança

Sistema Integrado de Segurança (SIS)

Sistema Integrado de Segurança (SIS) é uma combinação de dois ou mais sistemas de segurança integrados e trabalhando em conjunto, São duas ou mais medidas de segurança agindo em combinação podem ser consideradas um Sistema Integrado de Segurança. É uma estratégia de segurança que visa aplicação inteligente dos recursos disponíveis.
O Sistema Integrado de Segurança pode ser obtido pela combinação de pessoal de segurança com processos, barreiras físicas, controle de acessos, vigilância eletrônica, sistemas de alarmes de intrusão e de incêndio, sistema de monitoramento remoto, políticas, normas e procedimentos, entre outros.

Quero saber mais sobre Sistema Integrado de Segurança

Objetivos do Sistema de Gestão de Segurança (SGS)

O Sistema de Gestão de Segurança (SGS) tem por objetivo planejar, organizar, padronizar, integrar, controlar e sistematizar, o gerenciamento da segurança da organização, visando obter resultados (bens ou serviços) com a participação de pessoas,.

O SGS busca organizar, integrar e padronizar os meios e os processos de gestão, implementando metodologias e ferramentas de gestão para que as ações e operações da segurança ocorram de forma controlada, integrada, monitorada e em constante melhoria. Envolve um conjunto de elementos interdependentes que facilitam e potencializam a gestão da segurança.

Estrutura do Sistema de Gestão da Segurança

O funcionamento do Sistema de Gestão da Segurança se dá por meio de uma estrutura administrativa composta por:

  1. Política de Segurança;
  2. Manual do Sistema de Gestão da Segurança;
  3. Normas;
  4. Programas de Segurança;
  5. Planos de Segurança;
  6. Projetos de Segurança;
  7. Procedimentos de Segurança;
  8. Instruções de Trabalho (IT);
  9. Processos;
  10. Controle da Informação Documentada.

1. Política de Segurança

A política de segurança refere-se ao conjunto de princípios, diretrizes e objetivos que condicionará a estratégia de segurança da organização, É o documento formal da empresa que registra os princípios e as diretrizes de segurança adotados pela organização, os quais devem ser observados por todos os seus colaboradores e aplicados ao Sistema de Gestão da Segurança.

As políticas de segurança são guias orientadoras que balizam as ações de segurança na organização, São orientações formais que facilitam e servem de base para o processo decisório em qualquer nível dentro da organização. São a base para todas as questões relacionadas à segurança na organização.

Quero saber mais sobre Política de Segurança

2. Manual do Sistema de Gestão da Segurança

O Manual do Sistema de Gestão da Segurança é um documento que descreve o sistema de gestão de segurança implementado pela organização e a forma como a empresa gerencia a segurança, envolvendo estrutura, práticas, metodologias, responsabilidades e autoridade, a descrição dos elementos do sistema de segurança, os processos e suas interações, as atividades estabelecidas , os requisitos normativos ente outros.

Tem como finalidade informar e servir de base para a tomada de ações e decisões, visando atingir e manter o padrão
de segurança estabelecido pela organização.

3. Normas

Norma é aquilo que regula procedimentos ou atos; regra, princípio, padrão, lei. Refere-se a um conjunto de padrões, regras e diretrizes colocadas de forma simples, que contém orientações comportamentais ou especificações técnicas ou outros critérios que devem ser seguidos ou respeitados. A norma visa ajustar e padronizar determinadas condutas ou atividades.

As normas estão por todas as partes da sociedade e fazem parte da política organizacional de qualquer empresa. O sucesso de qualquer organização social depende, em grande parte, do respeito e cumprimento da norma estabelecida.

Quero saber mais sobre Normas

4. Programa de Segurança

Programa de Segurança é um conjunto de planos, projetos, procedimentos, processos e iniciativas de segurança, gerenciados de modo coordenado para a obtenção de benefícios estratégicos e controle, que não estariam disponíveis se eles fossem gerenciados individualmente.

São um conjunto de ações integradas e coordenadas, com objetivo de alcance de metas, sendo mensuradas por indicadores de desempenho preestabelecidos. Visam fornecer um roteiro de boas práticas e de controles eficazes para o gerenciamento da segurança.

Quero saber mais sobre Programas de Segurança

5. Planos de Segurança

O Plano de Segurança é uma descrição pormenorizada e formal do planejamento realizado para se atingir um ou mais objetivos de segurança. Refere-se ao resultado do planeamento formal de uma atividade, processo ou operação.

O planejamento da segurança refere-se ao ato de planejar as atividades, processos e operações da segurança, que consiste em, estudar antecipamento o cenário de um processo, atividade, operação ou projeto, definindo os objetivos a serem atingidos, e identificando os meios, as ações e estratégias necessárias para o alcance desses objetivos.

6. Projetos de Segurança

Projeto de Segurança é um evento ou atividade única, no qual recursos humanos, materiais, tecnológicos e financeiros são direcionados para execução de um trabalho, com restrições de custo e de tempo, para atingir objetivos definidos.

Os projetos de segurança, com qualquer outro projeto, são realizados para se alcançar objetivos. Objetivo pode ser definido como um resultado a que o trabalho ou serviço é orientado, uma posição estratégica a ser alcançada ou um propósito a ser atingido, um produto a ser produzido ou um serviço a ser realizado.

Quero saber mais sobre Projetos de Segurança

7. Procedimentos de Segurança

Os procedimentos de segurança podem ser de dois tipos: os procedimentos documentados do sistema de gestão da segurança e procedimentos operacionais, referentes ao processos e operações de segurança. Os procedimentos documentados do sistema definem responsabilidades e metodologias face a cada uma das principais atividades.

Em termos simples, o procedimento pode definir “Quem”, “O quê”, “Onde”, “Quando e Quanto”, “Porquê” e “Como”. Os procedimentos podem ter texto, fluxogramas, figuras e tabelas.

Quero saber mais sobre Procedimentos de Segurança

8. Instrução de Trabalho (IT)

A instrução de trabalho (IT) é um documento que define detalhadamente como e quem deve executar determinada operação de forma a manter um padrão e uma execução com sucesso.

A instrução de trabalho garante a padronização na execução de tarefas, bem como um padrão de qualidade. Este documento permite ainda que pessoas, inexperiente aos processos, possam ser treinadas e capacitadas para realizarem as operações, de forma que as informações não fiquem restritas apenas àqueles com vasta experiência no setor

9. Processos

O processo refere-se a uma série de atividades relacionadas entre si. Elas podem envolver, por exemplo, pessoas, procedimentos, informações, equipamentos etc. Processos transformam insumos (entradas) em produtos ou serviços (saídas), que visam atender às demandas e necessidades de clientes internos ou externos.

Processo empresarial, de maneira simplificada, é um conjunto de tarefas e atividades que se relacionam e geram um resultado com valor para o cliente. é aquilo que transforma os recursos e investimentos em produtos e ações relevantes para a empresa.

Processos gerenciais são focalizados nos gerentes e nas suas relações e incluem as ações de medição e ajuste de desempenho da organização.

10. Controle da Informação Documentada

O controle da informação documentada é um ponto crucial para manter o sistema de gestão de segurança ativo e funcionando corretamente. É por meio dele que informações importantes da segurança são registradas e mantidas. A informação documentada se divide em 2 tipos: documentos e registros.

Os documentos são informações que estabelecem onde a empresa quer chegar, como os colaboradores deverão agir e como as tarefas deverão ser executadas. Eles servem para orientar os colaboradores em relação à alguma conduta, processo, procedimento, tarefa e etc; servem para mostrar como a atividade deverá ser executada. Manuais, políticas, normas, procedimentos, instruções de trabalho, são exemplos desse tipo de informação documentada.

Já os Registros são anotações do que aconteceu no passado ou tudo o que mostra o resultado de alguma coisa que foi executada. Eles servem como “prova” de que algo aconteceu ou foi feito, literalmente registrando fatos. Eles são criados para serem consultados e mostram como uma atividade, projeto ou plano de ação foi executado no passado.

Fotos, vídeos, relatórios, livros de ocorrências, notas fiscais, atas de reunião, evidências de auditorias, formulários de dados, são exemplos desse tipo de informação documentada.

Implementação dos Sistema de Gestão de Segurança

A implementação de um sistema de gestão de segurança pode ser dividido em etapas conforme descrição a seguir:

  1. Levantamento Situacional – Nesta etapa pretende-se conhecer o estado atual da organização em matéria de Segurança. Deve-se analisar o que a organização faz, como faz e com o quê, identificando todas as suas atividades, riscos existes e controles implementados.
  2. Necessidades de Melhorias – As necessidades de melhorias são, de forma resumida, as ações necessárias para o melhoramento do processo de gestão de segurança, em outras palavras, a proposta de implementação do Sistema de Gestão de Segurança.
  3. Sensibilização da Direção – Para que o Sistema de Gestão de Segurança seja bem sucedido é necessário o apoio e engajamento de todos os colaboradores da empresa, principalmente a alta administração que deve comprar a ideia e patrociná-la. Neste contexto, o gestor da segurança da organização deve apresentar os resultados do diagnóstico inicial a direção da organização, buscando sensibiliza-para vantagens de implementar um SGS.
  4. Planejamento – envolve entre outras atividades a definição da estrutura do sistema de gestão, seus objetivos, as competências e responsabilidades, os métodos e ferramentas a serem empregados, e o cronograma de implantação.
  5. Implementação – Fase em que é colocado em prática o que foi planejado o funcionamento do SGS. Envolve projetos, comunicação, divulgação, sensibilização, treinamento, testes e ajustes.
  6. Verificação e Ações Corretivas – a verificação envolve a implementação de procedimentos de medição e monitorização do desempenho, para que se possa medir a eficiência do SGS implementado e adotar medidas corretivas quando necessário.

A implementação e manutenção do Sistema de Gestão de Segurança envolve a aplicação do ciclo PDCA>

Sugestão de leitura para aprimoramento dos seus conhecimentos sobre gestão de segurança privada

Quero saber mais sobre o E-book

Você Gostou do Artigo? Sem sim, colabore com o crescimento e divulgação do Blog

Aqui no Blog publico frequentemente artigos relacionados a segurança privada e gestão organizacional, visando sempre agregar conhecimento para os leitores, visando seu desenvolvimento profissional e pessoal.

Para continuar publicando e disponibilizando os artigos de forma gratuita a todos, solicito a você leitor ou leitora, que ajude na divulgação e crescimento do blog, fazendo pelo menos uma das práticas a seguir:

  • Deixe seu comentário no final do artigo, ele é muito importante para mim;
  • Divulgue, curta e compartilhe as publicações com seus amigos pelas redes sociais;
  • Inscreve-se na nossa Newsletter. Cadastre seu e-mail logo abaixo e receba avisos sobre novas publicações.
[jetpack_subscription_form show_subscribers_total=”false” button_on_newline=”true” custom_font_size=”16px” custom_border_radius=”0″ custom_border_weight=”1″ custom_padding=”15″ custom_spacing=”10″ submit_button_classes=”” email_field_classes=”” show_only_email_and_button=”true”]

Forte abraço e sucesso!
José Sérgio Marcondes – CES
Especialista em Segurança Empresarial
Consultor em Segurança Privada
Diretor do IBRASEP

Leia também…

Sugiro a leitura dos artigos a seguir como forma de complementar o aprendizado desse artigo.

Política de Segurança: O que é, Qual sua Importância, Como criar

Programa de Segurança: O que é? Caraterísticas, Estrutura, Exemplos

Procedimento de Segurança: O que é, Para que Serve, Conteúdo

Projeto de Segurança: O que é? Características, Como fazer

Sistema Integrado de Segurança [SIS] – O que é? Objetivos e Exemplos

Dados para Citação Artigo

MARCONDES, José Sérgio (24 de maio de 2022).Sistema de Gestão de Segurança: O que é, Objetivo e Estrutura. Disponível em Blog Gestão de Segurança Privada: https://gestaodesegurancaprivada.com.br/sistema-de-gestao-de-seguranca-o-que-e/– Acessado em (inserir data do acesso).

"? Fique por Dentro! Junte-se ao Nosso Grupo de WhatsApp!

Quer ser o primeiro a receber todas as atualizações do nosso blog? Então, não perca tempo! Junte-se ao nosso Grupo de WhatsApp agora mesmo e esteja sempre atualizado(a) com as últimas postagens.

Sobre o Autor

José Sergio Marcondes
José Sergio Marcondes

José Sergio Marcondes é formado em Gestão de Segurança Privada e possui MBA em Gestão Empresarial e Segurança Corporativa. É especialista em Segurança Privada, certificado com CES (Especialista em Segurança Empresarial) e CPSI (Certificado Profissional em Segurança Internacional). Atualmente, atua como consultor e diretor do IBRASEP, trazendo uma notável expertise em segurança, além de possuir sólidos conhecimentos nas áreas de gestão empresarial Com mais de 30 anos de experiência na área de segurança privada, acumulando resultados relevantes nas áreas operacionais, administrativas e comerciais.

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Solicitar exportação de dados

Use este formulário para solicitar uma cópia de seus dados neste site.

Solicitar a remoção de dados

Use este formulário para solicitar a remoção de seus dados neste site.

Solicitar retificação de dados

Use este formulário para solicitar a retificação de seus dados neste site. Aqui você pode corrigir ou atualizar seus dados, por exemplo.

Solicitar cancelamento de inscrição

Use este formulário para solicitar a cancelamento da inscrição do seu e-mail em nossas listas de e-mail.