- 5790FBE8A27AC0FA6FCB89065534CF70

Projeto de Segurança: Descubra o que é, os tipos e os Principais passos para sua elaboração

Saiba o que é um projeto de segurança, quais são suas principais áreas de aplicações e os passos e estratégias fundamentais para criar um projeto adequado.

Projeto de Segurança pode ser definido como um evento ou atividade singular, no qual recursos humanos, materiais, tecnológicos e financeiros são alocados para a execução de um trabalho, respeitando restrições de custo e tempo, e buscando atingir objetivos predefinidos.

A implementação de projetos é uma prática comum em diversos setores da segurança. Esses esforços visam estabelecer medidas preventivas e corretivas para mitigar riscos, proporcionando um ambiente mais seguro.

Elaborar um projeto demanda tempo e dedicação, não apenas do planejador, mas de todos os envolvidos. Portanto, é crucial atentar para alguns pontos-chave. O desenvolvimento de um projeto de segurança segue uma série de passos para assegurar uma abordagem abrangente e eficaz.

Neste artigo, exploramos o conceito e objetivos fundamentais de um projeto de segurança. Além disso, discutimos suas características, esclarecemos as diferenças entre projetos e operações e apresentamos exemplos elucidativos e delineamos as fases cruciais de execução de um Projeto de Segurança.

Por José Sergio Marcondes – Postado 10/03/2022 e atualizado 24/01/2024

O que é um Projeto de Segurança?

Um Projeto de Segurança é um empreendimento singular na área de segurança, no qual recursos humanos, materiais, tecnológicos e financeiros são alocados para abordar uma necessidade específica de segurança. Trata-se de um esforço exclusivo, temporário e progressivo, visando criar um produto, serviço ou resultado de segurança único.

Os objetivos de um projeto de segurança representam o que se pretende alcançar ao término do projeto. Podem ser definidos como o resultado para o qual o trabalho ou serviço está orientado, uma posição estratégica a ser atingida, ou um propósito a ser alcançado; seja na produção de um produto específico ou na execução de um serviço determinado.

Um Projeto de Segurança é um evento ou atividade singular, no qual recursos humanos, materiais, tecnológicos e financeiros são direcionados para a execução de um trabalho, dentro de restrições de custo e tempo, com objetivos predefinidos, que podem ser:

  • Realização de um evento ou atividade de segurança exclusiva;
  • Desenvolvimento e implementação de um novo sistema de segurança;
  • Melhoria preventiva de um sistema já existente;
  • Reparação de uma falha ou inconformidade existente no sistema;
  • Resposta a uma ocorrência indesejável ou potencialmente perigosa.

Quais são as Características de um Projeto de Segurança?

As principais características dos projetos de segurança envolvem:

  • São únicos: Isso significa que ele não pode ser repetido continuamente, ele é um evento único e planejado;
  • Tem início e fim definidos: Isso não quer dizer que ele terá curto prazo, mas que há um início e um fim definidos, um prazo de execução a ser respeitado;
  • Tem delimitação de recursos: Os insumos para executar um projeto são limitados conforme o que consta no seu escopo. O planejamento segue uma relação custo x benefício viável.
  • Tem objetivo claro e viável: Projetos de segurança são iniciados com um objetivo claro e viável.

Ao considerar essas características, é importante destacar que a gestão eficaz de projetos de segurança requer uma abordagem equilibrada, considerando a temporalidade para implementar medidas dentro de prazos, a objetividade para garantir que cada ação contribua para os objetivos, a singularidade para adaptar-se ao contexto específico e a consideração dos recursos limitados para garantir uma implementação eficiente.

Qual a Diferença entre Projetos e Operações de Segurança?

As principais características que diferenciam um projeto de uma operação são sua duração e repetição. Enquanto o projeto é único e possui uma data de início e fim definida, as operações envolvem repetições e podem ocorrer por períodos indeterminados.

As operações de segurança são esforços contínuos que geram resultados repetitivos, com recursos designados para realizar essencialmente o mesmo conjunto de tarefas. Ao contrário da natureza contínua das operações, os projetos são esforços temporários e exclusivos.

Quais são os Objetivo de um Projeto de Segurança?

Os objetivos de um projeto consistem no que se planeja alcançar ao final do projeto. Projetos buscam atingir resultados únicos de um produto ou serviço. Dentre os objetivos de um projeto de segurança podem estar:

  • Reduzir o número de acidentes do trabalho em uma empresa;
  • Fortalecer o sistema de segurança da conexão de internet da empresa;
  • Implementar um novo sistema de controle de acesso físico na organização;
  • Elaborar um plano de segurança para visita de uma autoridade na empresa;
  • Habilitar os colaboradores da empresa para operar um novo equipamento de segurança;
  • Reduzir os custos com segurança;
  • Melhorar a qualidade da prestação de serviço;
  • Etc.

Partes Interessadas num Projeto de Segurança?

Stakeholders ou partes interessadas são indivíduos, grupos ou organizações que podem afetar, ser afetados ou perceber que serão afetados positivamente ou negativamente por uma decisão, atividade ou resultado de um projeto de segurança, ou que exercem influência sobre o projeto. Fazem parte das partes Interessadas:

  • Gestor do projeto;
  • Equipe do projeto;
  • Clientes;
  • Proprietários e/ou gestores da organização;
  • Patrocinadores (indivíduo/grupo interno ou externo que provê os recursos financeiros para o projeto);
  • Comunidade local que será afetada pelas mudanças;
  • Órgãos reguladores ligados ao andamento do projeto;
  • Entre outros.

No processo de planejamento do projeto de segurança as partes interessadas devem ser identificadas e consideradas, tendo em vista a influência que esses podem exercer sobre a execução e resultado do projeto.

Exemplos de Tipos de Projetos de Segurança

A utilização de projetos é uma prática adotada em diversos segmentos da segurança, tais como segurança do trabalho, segurança empresarial e patrimonial, segurança da informação e segurança pessoal.

  1. Projeto de Segurança Contra Incêndios: visa estabelecer medidas preventivas e corretivas para mitigar riscos relacionados a incêndios, abrangendo a instalação de equipamentos e a implementação de procedimentos que garantam a segurança das pessoas e a preservação de bens em caso de um evento adverso.
  2. Projeto de Segurança para TI: concentra-se na proteção da infraestrutura e dos dados de Tecnologia da Informação (TI), incluindo estratégias para prevenção de acessos não autorizados, detecção de ameaças digitais e garantia da integridade e confidencialidade das informações.
  3. Projeto de Segurança do Trabalho: direcionado para a criação de ambientes de trabalho seguros, este projeto abrange a implementação de práticas e medidas para prevenir acidentes laborais, garantir a saúde ocupacional e cumprir normas regulatórias relacionadas à segurança no ambiente de trabalho.
  4. Projeto de Segurança Empresarial: Focado na salvaguarda global da organização, este projeto engloba a proteção de ativos, a gestão de crises, a vigilância empresarial e outras estratégias para assegurar a continuidade operacional e a integridade da empresa.
  5. Projeto de Segurança Patrimonial: Este projeto visa a proteção de bens físicos, instalações e propriedades da empresa, incluindo medidas de controle de acesso, monitoramento por câmeras e a implementação de sistemas de segurança física.
  6. Projeto de Segurança Eletrônica: Centrado na aplicação de tecnologias eletrônicas, como sistemas de vigilância por câmeras, alarmes e controle de acesso, este projeto busca fortalecer a segurança por meio da implementação de soluções tecnológicas.
  7. Projeto de Segurança Pessoal: Direcionado à proteção de indivíduos, este projeto abrange a implementação de medidas que visam garantir a integridade e a segurança pessoal, podendo incluir a contratação de serviços de segurança, uso de tecnologias específicas e treinamentos personalizados.
Projeto de Segurança

Como fazer um Projeto de Segurança?

Embora não seja possível padronizar todo o projeto, é possível padronizar algumas partes do mesmo, criando um nível mínimo de processos que vão permitir gestor do projeto elaborar um plano que seja realista e atenda às necessidades do cliente e do fornecedor.

Elaborar um projeto é algo que exige tempo e dedicação, não apenas de quem o planeja, mas de todos os envolvidos. Por isso, é necessário se atentar sobre alguns pontos: quem vai iniciar? Quem vai planejar e executar? Como será realizado o monitoramento e o controle das atividades? De formal geral a elaboração de um projeto de segurança segue as fazes de execução abaixo.

Fazes de Execução de um Projeto de Segurança

  1. Iniciação: envolve estudo de viabilidade e definição de escopo, consistindo na identificação de uma necessidade ou um desejo de mudança, que dará origem à ideia do projeto, suas caraterísticas, necessidades, fatores envolvidos e requisitos;
  2. Planejamento do projeto: consiste em, estudar antecipadamente o cenários e atividades, definindo os objetivos a serem atingidos, e identificando os meios, as ações e estratégias necessárias para o alcance desses objetivos;
  3. Implementação e execução:  refere-se ao ato de colocar em prática o planejamento, onde dá-se início a concretização da ideia inicial do projeto, envolve: realização das atividades planejadas, monitoração e controle do progresso;
  4. Conclusão e encerramento: Consiste no encerramento do projeto com a devida entrega do produto ou serviço pretendido.

Principais Passos de um Projeto de Segurança

O desenvolvimento de um projeto de segurança geralmente segue uma série de passos para garantir uma abordagem abrangente e eficaz. Os passos podem variar ligeiramente dependendo da natureza específica do projeto e das necessidades da organização, a seguir alguns dos principais passos de um projeto de segurança:

  1. Iniciação: Como o próprio nome diz, a fase inicial de qualquer projeto. É nesse momento que o gestor deve analisar o projeto como uma visão macro. Perceber quais são os propósitos que se quer alcançar, quais os problemas que se quer resolver, identificar as necessidades de segurança e a viabilidade.
  2. Avaliação de Riscos: Identificação de ativos críticos, análise de ameaças e vulnerabilidades, e avaliação do impacto potencial de incidentes de segurança.
  3. Definição de Objetivos e Metas: Estabelecimento claro de objetivos de segurança, alinhados aos objetivos organizacionais, e definição de metas mensuráveis.
  4. Desenvolvimento de Políticas de Segurança: Formulação de políticas que orientem o comportamento e as práticas seguras baseada no propósito do projeto.
  5. Planejamento: Desenvolvimento de uma estratégia de segurança que inclui a seleção de medidas de controle, tecnologias e recursos necessários.
  6. Implementação de Controles e Soluções: Implementação de controles e soluções de segurança.
  7. Treinamento e Conscientização: Desenvolvimento e implementação de programas de treinamento para conscientizar os funcionários sobre práticas seguras e a importância da segurança.
  8. Validação do Funcionamento: Realização de testes de segurança, como testes de penetração e simulações de incidentes, para avaliar a eficácia dos controles implementados.
  9. Desenvolvimento de Planos de Resposta a Incidentes: Elaboração de planos detalhados para lidar com incidentes de segurança, incluindo a identificação, contenção, erradicação, recuperação e lições aprendidas.
  10. Encerramento: é a última fase de um projeto. É nessa etapa em que ele é aceito e encerrado. Sendo assim, é preciso que o cliente assine o termo de aceite do projeto, para formalizar o seu encerramento. Além disso, é importante que o gestor reúna sua equipe para apresentar o relatório final e as informações gerais sobre o trabalho da equipe e do projeto em si.

Esses passos fornecem uma estrutura básica, mas é importante adaptar o processo às necessidades específicas da organização. A colaboração entre diversas partes interessadas e a flexibilidade para ajustes são elementos-chave ao desenvolver e implementar um projeto de segurança bem-sucedido.

Conclusão

Ao concluir este artigo, é crucial ressaltar a singularidade, objetividade e temporariedade que caracterizam um projeto de segurança. Ao entender a fundo as características, fases e a importância estratégica de tais empreendimentos, você estará mais capacitado para criar ambientes verdadeiramente seguros e protegidos. Este conhecimento não apenas enriquece sua compreensão sobre gestão de segurança, mas também fortalece suas habilidades na construção de ambientes mais resilientes e protegidos.

Ao concluir este artigo, é crucial ressaltar a singularidade, objetividade e temporariedade que caracterizam um projeto de segurança. Ao entender a fundo as características, fases e a importância estratégica de tais empreendimentos, você estará mais capacitado para criar ambientes verdadeiramente seguros e protegidos. Este conhecimento não apenas enriquece sua compreensão sobre gestão de segurança, mas também fortalece suas habilidades na construção de ambientes mais resilientes e protegidos.

Sistema de Segurança e seus Múltiplos Contextos. Desvende os Conceitos e tipos!

Segurança Preventiva no Contexto da Segurança Privada. Promovendo proteção de forma proativa

Descubra o Conceito de Segurança: Definição, significado, tipos de Segurança e suas características

Dados para Citação Artigo

MARCONDES, José Sergio (10 de março de 2022).Projeto de Segurança: Descubra o que é, tipos e como fazer. Disponível em Blog Gestão de Segurança Privada: https://gestaodesegurancaprivada.com.br/projeto-de-seguranca-o-que-e-caracteristicas/– Acessado em (inserir data do acesso).

"? Fique por Dentro! Junte-se ao Nosso Grupo de WhatsApp!

Quer ser o primeiro a receber todas as atualizações do nosso blog? Então, não perca tempo! Junte-se ao nosso Grupo de WhatsApp agora mesmo e esteja sempre atualizado(a) com as últimas postagens.

Sobre o Autor

José Sergio Marcondes
José Sergio Marcondes

Graduado em Gestão de Segurança Privada, MBA em Gestão Empresarial e Segurança Corporativa. Detentor das Certificações CES (Certificado de Especialista em Segurança Empresarial), CPSI (Certificado Profesional en Seguridad Internacional), CISI (Certificado de Consultor Internacional en Seguridad Integral, Gestión de Riesgos y Prevención de Pérdidas). Mais de 30 anos de experiência na área de segurança privada. Consultor e diretor do IBRASEP, trazendo uma notável expertise em segurança, além de possuir sólidos conhecimentos nas áreas de gestão empresarial.

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Solicitar exportação de dados

Use este formulário para solicitar uma cópia de seus dados neste site.

Solicitar a remoção de dados

Use este formulário para solicitar a remoção de seus dados neste site.

Solicitar retificação de dados

Use este formulário para solicitar a retificação de seus dados neste site. Aqui você pode corrigir ou atualizar seus dados, por exemplo.

Solicitar cancelamento de inscrição

Use este formulário para solicitar a cancelamento da inscrição do seu e-mail em nossas listas de e-mail.