- 5790FBE8A27AC0FA6FCB89065534CF70

Planejamento Tático: Descubra o que é, importância e exemplos. Saiba como fazer!

Conheça os principais conceitos, definições e práticas do planejamento tático e descubra como ele pode ser aplicado para otimizar determinado departamento.

O Planejamento Tático é aquele realizado no nível intermediário da organização, tem por finalidade otimizar áreas e departamentos. Busca dispor, empregar e coordenar os recursos organizacionais disponíveis, de forma eficiente e eficaz. Tem como objetivo traduzir os objetivos e diretrizes estratégicas em ações específicas e detalhadas.

Você já se perguntou como algumas empresas conseguem se destacar no mercado, atingindo seus objetivos estratégicos com sucesso de forma consistente? A resposta está no planejamento tático, uma das funções de gestão que orienta ações específicas para atingir objetivos de curto e médio prazo.

Se você é um gestor ou está envolvido com a gestão empresarial, entender o conceito e funcionamento do planejamento tático pode ser a chave para impulsionar o crescimento e a competitividade do seu negócio, assim como, da sua carreira.

Neste artigo, vou abordar os principais conceitos, a importância e os benefícios do planejamento tático para as organizações, assim como, as principais etapas para sua elaboração. Além disso, fornecerei dicas e um exemplo prático para ajudá-lo a iniciar ou aprimorar seu próprio planejamento tático.

Por José Sergio Marcondes – Postado 26/05/2016 atualizado 16/05/2023

O que é Planejamento Tático?

O Planejamento Tático é aquele realizado no nível intermediário da organização que tem por finalidade otimizar áreas e departamentos da empresa, ele busca dispor, empregar e coordenar os recursos organizacionais disponíveis, de forma eficiente e eficaz, a fim de atingir os objetivos estratégicos da organização.

O planejamento tático é uma etapa essencial do processo de planejamento organizacional. Ele se situa entre o planejamento estratégico, que estabelece os objetivos de longo prazo da organização, e o planejamento operacional, que envolve a implementação das atividades diárias.

Enquanto o planejamento estratégico responde às perguntas “Onde estamos agora?” e “Para onde queremos ir?”, o planejamento tático busca responder à pergunta “Como vamos chegar lá?”. Ele envolve a definição de metas e objetivos específicos para cada área funcional da organização, como vendas, marketing, operações, segurança, recursos humanos, entre outras.

O planejamento tático também inclui a identificação dos recursos necessários para alcançar esses objetivos, bem como a alocação desses recursos de maneira eficiente. Isso pode envolver a definição de orçamentos, a atribuição de responsabilidades e a análise de riscos e contingências.

O planejamento tático tem a função de detalhar o planejamento estratégico e atribuir atividades e responsabilidades a todas as unidades ou departamentos da organização de acordo com suas especializações.

Para que serve o planejamento tático?

O planejamento tático serve para otimizar determinada área ou departamento e não a empresa como um todo, trabalhando com decomposições dos objetivos, estratégias e políticas. Visa a utilização eficiente dos recursos para a busca dos objetivos e resultados alinhados para atender as prioridades definidas do planejamento de nível superior.

O propósito do planejamento tático é traduzir os objetivos estratégicos de longo prazo da empresa em ações e metas específicas para alcançar resultados no curto e médio prazo. Ele funciona como uma ponte entre a estratégia e a operação, fornecendo direcionamento e orientação para as atividades diárias da organização.

No ambiente empresarial, Chiavenato (2003) descreve que o planejamento tático é destinado para formulação de estratégias de departamentos e áreas funcionais específicas. Já Robins e Decenzo (2004), descrevem que no nível tático, as decisões e ações estão voltadas para a maneira como o departamento ou área funcional irá atender os objetivos estratégicos para que a empresa alcance os seus resultados estabelecidos.

De acordo com Oliveira (2009, p. 19) O planejamento tático é desenvolvido pelos níveis intermediários das empresas, tendo como principal finalidade a utilização eficiente dos recursos disponíveis para o alcance de objetivos previamente fixados, segundo uma estratégia predeterminada, bem como as políticas orientativas para o processo decisório da empresa.

Planejamento Tático

Qual a diferença entre planejamento tático, estratégico e operacional?

O planejamento tático, estratégico e operacional são diferentes níveis de planejamento que ocorrem em uma organização, cada um com seu foco e horizonte de tempo distintos.

O planejamento estratégico lida com o longo prazo e a direção geral da organização, o planejamento tático se concentra em metas de médio prazo e ações específicas nas áreas funcionais, enquanto o planejamento operacional trata da implementação diária e das atividades de curto prazo.

Cada nível de planejamento desempenha um papel importante na consecução dos objetivos organizacionais e está interconectado, formando uma estrutura coesa para o sucesso da organização.

Funções do planejamento tático

Algumas das principais funções do planejamento tático são:

  • Tradução da estratégia em ações concretas: serve como uma ponte entre o planejamento estratégico e o operacional. Ele transforma as metas e diretrizes estratégicas em objetivos específicos e detalhados para cada área funcional da empresa. Isso permite que os gestores e as equipes compreendam como suas atividades contribuem para a consecução dos objetivos estratégicos gerais.
  • Alinhamento das atividades: garante que as atividades de diferentes áreas e departamentos estejam alinhadas e coordenadas. Ele permite que a organização trabalhe de forma integrada, evitando conflitos e garantindo que todos estejam trabalhando em direção aos mesmos objetivos.
  • Definição de metas e indicadores de desempenho: envolve a definição de metas específicas para cada área funcional, que são mensuráveis e orientadas para resultados. Além disso, ele estabelece os indicadores de desempenho que serão monitorados para avaliar o progresso e o sucesso na implementação das estratégias táticas.
  • Alocação eficiente de recursos: envolve a identificação dos recursos necessários para alcançar os objetivos estabelecidos. Isso inclui recursos financeiros, humanos, materiais e tecnológicos. Ao planejar de forma adequada, é possível otimizar a alocação desses recursos, evitando desperdícios e garantindo que eles sejam utilizados da maneira mais eficiente possível.
  • Tomada de decisões fundamentadas: fornece uma base sólida para a tomada de decisões em todos os níveis da organização. Ao estabelecer objetivos e estratégias claras, ele orienta os gestores na identificação e seleção das melhores alternativas em diferentes situações.

Quais são as características do planejamento tático?

O planejamento tático possui algumas características distintivas que o diferenciam de outros níveis de planejamento. A seguir algumas das principais características do planejamento tático:

  • Foco em médio prazo: concentra-se em um horizonte de tempo de médio prazo, geralmente de um a três anos. Ele lida com metas e objetivos que estão um pouco mais distantes no futuro do que o planejamento operacional, mas ainda estão alinhados com a estratégia de longo prazo da organização.
  • Específico para áreas funcionais: é desenvolvido em nível departamental ou funcional da organização. Cada área, como vendas, marketing, operações, segurança, recursos humanos, finanças, entre outras, desenvolve seu próprio plano tático, definindo objetivos e estratégias específicas que contribuem para os objetivos globais da organização.
  • Detalhamento das ações: vai além das metas e diretrizes gerais estabelecidas no nível estratégico. Ele detalha as ações específicas que serão realizadas para alcançar os objetivos estabelecidos. Isso inclui definir as atividades-chave, recursos necessários, prazos e responsabilidades.
  • Orientado para resultados: define metas e indicadores de desempenho que são mensuráveis e orientados para resultados. Ele estabelece critérios claros para avaliar o progresso e o sucesso na implementação das estratégias táticas. Isso permite que a organização monitore e avalie seu desempenho ao longo do tempo.
  • Coerência com a estratégia global: está alinhado com a estratégia global da organização. As metas e estratégias táticas são desenvolvidas levando em consideração os objetivos estratégicos de longo prazo. Isso garante que as ações em nível departamental estejam em conformidade com a direção geral da organização.
  • Revisões e ajustes periódicos: O planejamento tático não é um processo estático. Ele deve ser revisado e ajustado periodicamente para garantir que permaneça relevante e eficaz.

O que é Plano Tático?

Um plano tático é um documento detalhado do planejamento tático, que descreve as ações específicas, estratégias e recursos necessários para alcançar os objetivos de curto e médio prazo de uma organização. Ele faz parte do processo de planejamento tático, que se situa entre o planejamento estratégico de longo prazo e o planejamento operacional de curto prazo.

O plano tático é desenvolvido com base nas diretrizes estabelecidas pelo planejamento estratégico e busca transformar as metas e objetivos estratégicos em ações práticas e mensuráveis. Ele define as atividades, os responsáveis, os prazos, os recursos necessários e as métricas de desempenho para acompanhar o progresso.

Objetivo Tático

O objetivo tático é uma meta específica e mensurável estabelecida em um nível intermediário de uma organização. Ele está relacionado à implementação das estratégias definidas no planejamento tático.

Enquanto os objetivos estratégicos se concentram na direção geral e nos resultados de longo prazo da organização, os objetivos táticos são mais detalhados e direcionados para alcançar metas específicas em áreas funcionais ou departamentais.

Os objetivos táticos são formulados com base nos objetivos estratégicos e servem como etapas intermediárias para alcançar a visão de longo prazo da organização. Eles são geralmente definidos em um horizonte de tempo de médio prazo, como um ano ou alguns anos, e são orientados para a ação.

Exemplos de planejamentos táticos:

  • Planos de produção e serviço: Envolvendo métodos e tecnologias necessárias para as pessoas em seu trabalho, arranjo físico do trabalho e equipamentos como suportes para as atividades e tarefas;
  • Planos financeiros: Envolvendo captação e aplicação de recursos financeiros necessários para suportar as várias operações da organização;
  • Planos de marketing: Envolvendo os requisitos de vender e distribuir bens e serviços no mercado e atender ao cliente;
  • Planos de recursos humanos: Envolvendo recrutamento, seleção e treinamento das pessoas nas várias atividades dentro da organização;
  • Plano de Segurança: Envolve avaliação de riscos sobre a segurança da organização e implementação de medidas de controle.

Quem faz o planejamento tático?

De acordo com Oliveira (2006, p.48) “[…] o planejamento tático tem por objetivo otimizar determinada área de resultado e não a empresa como um todo. Portanto, trabalha com decomposições dos objetivos, estratégias e políticas estabelecidas no planejamento estratégico […]”.

O planejamento tático foca nos objetivos de médio prazo e nas estratégias e ações que afetam somente parte da empresa, ou seja, é o planejamento desenvolvido pelos níveis intermediários dentro da empresa, que tem como objetivo principal a utilização dos recursos disponíveis, de maneira mais eficiente possível na execução dos objetivos fixados previamente, de acordo com uma estratégia já determinada.

O planejamento tático é realizado pelos gestores e equipes responsáveis pelas diferentes áreas funcionais da organização. Esses profissionais, que têm um conhecimento aprofundado de suas respectivas áreas, são os principais envolvidos na elaboração do planejamento tático.

Os gestores de cada departamento ou área funcional, como vendas, marketing, operações, recursos humanos, finanças, segurança, entre outros, são os responsáveis por desenvolver os planos táticos para suas respectivas áreas. Eles utilizam informações e diretrizes provenientes do planejamento estratégico, bem como dados internos e externos relevantes, para definir metas, estratégias e ações específicas.

Como elaborar o planejamento estratégico?

Para Wright, Kroll e Parnell (2007) para a área funcional iniciar a elaboração do planejamento tático, ela deve conhecer os dados e informações desdobradas do planejamento estratégico. Em seguida, para formular as suas próprias estratégias de nível tático, a área funcional deve levantar e interpretar o cenário do seu ambiente considerando suas respectivas forças, fraquezas e, do ambiente com que mantém interfaces, as ameaças e oportunidades.

Com estes dados e informações e de acordo com Ansoff e McDonnell (1993), o gestor da área funcional pode utilizar os pontos fortes para aproveitar e investir nas oportunidades identificadas, bem como desenvolver estratégias para minimizar os pontos fracos. Já para as ameaças, os pontos fortes podem ser utilizados para minimizá-las.

O gestor também deve focar suas atenções para desenvolver estratégias para mitigar os pontos fracos identificados para que esta mitigação se converta em forças para combater as ameaças com maior valor.

Guia para Elaboração do Planejamento Tático

Aqui estão os passos envolvidos na elaboração de um planejamento tático:

  1. Definir objetivos táticos: comece identificando os objetivos específicos que você deseja alcançar em sua área funcional. Esses objetivos devem ser claros, mensuráveis e alinhados com os objetivos estratégicos da organização.
  2. Analisar o ambiente: realize uma análise abrangente do ambiente interno e externo relacionado à sua área de atuação. Avalie as forças, fraquezas, oportunidades e ameaças relevantes. Considere fatores como concorrência, mudanças no mercado, avanços tecnológicos e tendências do setor.
  3. Desenvolver estratégias táticas: com base na análise do ambiente e nos objetivos táticos estabelecidos, formule estratégias táticas. Identifique as abordagens e ações específicas que serão implementadas para alcançar os objetivos estabelecidos.
  4. Alocar recursos: determine os recursos necessários para implementar as estratégias táticas. Isso inclui recursos financeiros, humanos, tecnológicos e materiais. Considere cuidadosamente como alocar os recursos disponíveis de maneira eficiente, levando em conta as prioridades e restrições da área funcional.
  5. Definir responsabilidades e atribuições: estabeleça claramente as responsabilidades e atribuições de cada membro da equipe envolvida no planejamento tático. Designe tarefas específicas e crie linhas de comunicação claras para garantir a colaboração efetiva.
  6. Estabelecer indicadores de desempenho: defina os indicadores de desempenho relevantes que serão utilizados para monitorar o progresso e avaliar o sucesso do planejamento tático. Esses indicadores devem ser quantificáveis, mensuráveis e alinhados com os objetivos estabelecidos.
  7. Implementar e monitorar: Inicie a implementação das estratégias táticas e acompanhe regularmente o progresso. Monitore os indicadores de desempenho, avalie o alcance dos objetivos e faça ajustes quando necessário. Esteja aberto a feedback, aprendizado e adaptação contínua.
  8. Revisar e atualizar: Faça revisões periódicas do planejamento tático. Avalie os resultados alcançados, identifique lições aprendidas e faça ajustes conforme necessário. O planejamento tático deve ser flexível e capaz de se adaptar a mudanças nas circunstâncias internas e externas.

Através do botão abaixo você pode acessar nossa página de downloads e baixar um guia passo-a-passo de como elaborar um Planejamento Tático em PDF.

Importância do planejamento tático

Para Wright, Kroll e Parnell (2007), as empresas que mais serão recompensadas pelo mercado serão aquelas que oferecerem produtos com maior valor de importância e utilidade percebidas pelos seus clientes. A criação destes valores apoia-se no desempenho de determinados departamentos na empresa tais como pesquisa e desenvolvimento, produção, marketing e outras.

Para que todas estas áreas funcionais trabalhem com bom nível de desempenho, sincronizadas e com os mesmos objetivos, é necessário que elas estejam alinhadas entre si e acompanhando as estratégias empresariais definidas pelas unidades de negócio a que pertencem.

Este alinhamento é conseguido através da definição das estratégias funcionais e elaboração de um planejamento tático que é resultante do desdobramento das estratégias empresariais adequadas para cada departamento ou área funcional.

O planejamento tático desempenha um papel fundamental na gestão empresarial, trazendo uma série de benefícios e contribuindo para o sucesso da organização. A seguir alguns dos principais benefícios do planejamento tático:

Principais benefícios do planejamento tático

  • Alinhamento com os objetivos estratégicos: permite que as atividades e ações da empresa estejam alinhadas com os objetivos estratégicos de longo prazo. Isso garante que todas as áreas funcionais estejam trabalhando em harmonia para alcançar as metas estabelecidas.
  • Foco e direcionamento: fornece direção e foco às equipes de trabalho. Ele define metas específicas e identifica as melhores estratégias e ações para alcançá-las. Isso evita dispersão de esforços e concentra a energia da organização em áreas-chave.
  • Aproveitamento eficiente de recursos: ao realizar o planejamento tático, a empresa pode identificar as necessidades de recursos em cada área funcional e alocá-los de forma eficiente. Isso evita desperdícios e maximiza a utilização dos recursos disponíveis, resultando em maior eficiência operacional.
  • Melhoria da tomada de decisão: envolve análise e avaliação cuidadosa do ambiente interno e externo. Isso proporciona uma compreensão mais profunda do mercado, concorrência, tendências e oportunidades. Com base nessas informações, as decisões podem ser tomadas de forma mais informada e embasada.
  • Antecipação de problemas e oportunidades: ao planejar taticamente, a empresa identifica possíveis desafios e oportunidades antes que eles ocorram. Isso permite que sejam tomadas medidas proativas para minimizar riscos e aproveitar oportunidades, mantendo a empresa um passo à frente da concorrência.
  • Coordenação e integração de esforços: facilita a coordenação entre as diferentes áreas e departamentos da organização. Isso promove a integração dos esforços e a colaboração entre equipes, evitando conflitos e garantindo que todos estejam trabalhando em conjunto para alcançar os objetivos comuns.
  • Monitoramento e controle do desempenho: estabelece indicadores de desempenho e metas específicas, permitindo que a empresa monitore o progresso e avalie seu desempenho ao longo do tempo. Isso facilita o controle e a identificação de áreas que precisam de ajustes ou melhorias.

Exemplo Prático de Planejamento Tático

Vou elaborar um exemplo de planejamento tático para uma empresa fictícia de varejo de moda. Nesse caso, o objetivo tático será aumentar a participação de mercado da empresa em determinada região geográfica. Vamos acompanhar o processo de implantação passo a passo:

Passo 1: Definição dos Objetivos Táticos

  • Objetivo Tático: Aumentar a participação de mercado da empresa em 10% na região metropolitana.
  • Estabelecer metas específicas para cada segmento de mercado (masculino, feminino, infantil, etc.) dentro da região.

Passo 2: Análise do Ambiente

  • Avaliar o ambiente interno e externo:
    • Ambiente interno: Avaliar recursos disponíveis, competências internas e capacidade de expansão.
    • Ambiente externo: Analisar concorrentes, demanda do mercado, comportamento do consumidor e tendências da moda.

Passo 3: Desenvolvimento de Estratégias Táticas

  • Estratégia Tática 1: Lançamento de uma campanha de marketing segmentada, destacando os diferenciais da marca e os produtos de destaque em cada segmento de mercado.
  • Estratégia Tática 2: Expansão da presença da empresa na região, abrindo duas novas lojas em áreas estratégicas.
  • Estratégia Tática 3: Aumento da variedade de produtos em cada segmento, buscando atender às demandas específicas dos clientes.

Passo 4: Alocação de Recursos

  • Determinar os recursos necessários para implementar as estratégias táticas:
    • Recursos financeiros: Alocar um orçamento específico para a campanha de marketing e a abertura de novas lojas.
    • Recursos humanos: Contratar novos funcionários para as novas lojas e treinar a equipe de vendas para atender às necessidades dos diferentes segmentos.
    • Recursos tecnológicos: Investir em um sistema de gestão de relacionamento com o cliente (CRM) para melhorar a personalização e fidelização dos clientes.

Passo 5: Definição de Responsabilidades e Atribuições

  • Designar responsabilidades para as equipes envolvidas na implantação do planejamento tático:
    • Equipe de marketing: Responsável pela criação e execução da campanha segmentada.
    • Equipe de expansão: Encarregada de identificar locais estratégicos para as novas lojas e gerenciar o processo de abertura.
    • Equipe de vendas: Responsável por oferecer um atendimento personalizado e garantir a satisfação dos clientes.

Passo 6: Estabelecimento de Indicadores de Desempenho

  • Definir indicadores de desempenho para monitorar o progresso:
    • Participação de mercado: Acompanhar o aumento na participação de mercado em cada segmento.
    • Taxa de conversão: Medir a eficácia das estratégias de marketing e vendas.
    • Retorno sobre o investimento (ROI): Avaliar o retorno financeiro das ações implementadas.

Passo 7: Implementação e Monitoramento

  • Executar a campanha de marketing segmentada, lançando materiais promocionais e atividades online/offline.
  • Abrir as novas lojas e garantir que estejam devidamente equipadas, com estoque suficiente e com a equipe de vendas treinada.
  • Monitorar continuamente os indicadores de desempenho, realizar análises periódicas e ajustar as estratégias conforme necessário.

Passo 8: Revisão e Atualização

  • Realizar revisões regulares para avaliar o progresso e identificar oportunidades de melhoria.
  • Adaptar as estratégias táticas de acordo com as mudanças no ambiente de negócios e as necessidades dos clientes.
  • Fomentar a aprendizagem organizacional e o compartilhamento de boas práticas entre as equipes.

Esse exemplo ilustra como um planejamento tático pode ser desenvolvido e implementado para atingir objetivos específicos em uma empresa. A implantação efetiva requer a coordenação de várias equipes, o acompanhamento constante dos indicadores de desempenho e a flexibilidade para realizar ajustes ao longo do caminho.

Ferramentas usadas no planejamento tático

Existem várias ferramentas e técnicas que podem ser utilizadas para a elaboração e controle do planejamento tático. Aqui estão algumas das mais comumente empregadas:

  • Matriz SWOT: ferramenta amplamente utilizada para avaliar a situação atual da empresa. Ela identifica os pontos fortes e fracos internos, bem como as oportunidades e ameaças externas.
  • Balanced Scorecard: ajuda a traduzir a estratégia em objetivos mensuráveis e indicadores de desempenho.
  • Mapas Estratégicos: Os mapas estratégicos são ferramentas visuais que representam a relação entre os objetivos estratégicos e os indicadores de desempenho em diferentes áreas da empresa.
  • Matriz BCG: usada para analisar o portfólio de produtos ou serviços de uma empresa.
  • Plano de Ação: detalha as atividades, responsabilidades, prazos e recursos necessários para a implementação das estratégias táticas.
  • Orçamento: envolve a alocação de recursos financeiros para as diversas atividades e projetos, garantindo que haja recursos adequados para a execução das estratégias táticas.
  • Análise de Viabilidade: usada para avaliar a viabilidade financeira e operacional de projetos e iniciativas táticas.

Essas são apenas algumas das muitas ferramentas disponíveis para auxiliar na elaboração do planejamento tático. A escolha das ferramentas adequadas depende das necessidades e características específicas da empresa, bem como da natureza dos objetivos táticos a serem alcançados.

Conclusão

Após final da leitura desse artigo, podemos destacar a importância do planejamento tático para busca de resultados concretos e para o alinhamento das ações organizacionais com os objetivos estratégicos. Abordamos os conceitos fundamentais do planejamento tático, suas características distintivas em relação aos níveis estratégico e operacional, bem como os elementos essenciais para sua efetivação.

É importante ressaltar que o planejamento tático não é um processo isolado, mas sim uma parte integrante do planejamento organizacional da empresa. Ele se destaca por fornecer orientações detalhadas e direcionadas para os diferentes departamentos e equipes, permitindo a coordenação eficiente de esforços em busca dos objetivos comuns.

Por fim, convido você para ler o meu artigo sobre o planejamento operacional, um nível de planejamento que se concentra na implementação prática das estratégias táticas. Entender como o planejamento tático se desdobra em ações operacionais concretas é fundamental para a consecução dos resultados almejados.

Você Gostou do Artigo?

Se você gostou do artigo e/ou se ele foi útil para você deixe seu comentário logo abaixo e compartilhe suas opiniões conosco, contribua para enriquecer o conteúdo do artigo. Sua opinião é muito valiosa!

Aqui no Blog escrevo frequentemente artigos relacionados à Segurança privada e Gestão organizacional, visando sempre agregar conhecimento para os leitores, buscando o desenvolvimento profissional de forma que possam obter sucesso nas suas carreiras. Não perca nenhuma atualização importante!

Inscreva-se na nossa newsletter e outros dos nossos meios de aviso e seja um dos primeiros a saber das novidades.

Obrigado por ter dedicado seu tempo para leitura deste artigo! Espero que ele contribua com seu aprimoramento pessoal e profissional.

Forte abraço e sucesso!

José Sérgio Marcondes – CES
Especialista em Segurança Empresarial
Consultor em Segurança Privada
Diretor do IBRASEP

Leia também…

Sugiro a leitura dos artigos a seguir como forma de complementar o aprendizado desse artigo.

Planejamento: O que é? Conceitos, importância, Tipos, Como fazer

Planejamento Organizacional: O que é? Definição, Conceitos e Tipos

Planejamento Empresarial: O Que é, Conceitos, Os 3 Tipos e Como Fazer

Planejamento Estratégico: O que é? Etapas Elaboração, Exemplo

Planejamento Operacional: O que é, Objetivos, Etapas, Exemplos

Dados para Citação Artigo

MARCONDES, José Sérgio (26 de outubro de 2016). Planejamento Tático: O que é, Função, Como se faz, Exemplos. Disponível em Blog Gestão de Segurança Privada: https://gestaodesegurancaprivada.com.br/planejamento-tatico/ – Acessado em (inserir data do acesso).

Referências Bibliográficas

OLIVEIRA, Djalma P. R. Planejamento estratégico: conceitos, metodologia, práticas. 24. ed. São Paulo: Atlas, 2007.

ORLICKAS, Elizen da. Modelos de gestão: das teorias da administração à gestão estratégica. São Paulo: IBPEX, 2010.

MONTANA, Patrick J. e CHARNOV, Bruce H. Administração. 3. ed. São Paulo : Saraiva, 2009.

"? Fique por Dentro! Junte-se ao Nosso Grupo de WhatsApp!

Quer ser o primeiro a receber todas as atualizações do nosso blog? Então, não perca tempo! Junte-se ao nosso Grupo de WhatsApp agora mesmo e esteja sempre atualizado(a) com as últimas postagens.

Sobre o Autor

José Sergio Marcondes
José Sergio Marcondes

Graduado em Gestão de Segurança Privada, MBA em Gestão Empresarial e Segurança Corporativa. Detentor das Certificações CES (Certificado de Especialista em Segurança Empresarial), CPSI (Certificado Profesional en Seguridad Internacional), CISI (Certificado de Consultor Internacional en Seguridad Integral, Gestión de Riesgos y Prevención de Pérdidas). Mais de 30 anos de experiência na área de segurança privada. Consultor e diretor do IBRASEP, trazendo uma notável expertise em segurança, além de possuir sólidos conhecimentos nas áreas de gestão empresarial.

1 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


Solicitar exportação de dados

Use este formulário para solicitar uma cópia de seus dados neste site.

Solicitar a remoção de dados

Use este formulário para solicitar a remoção de seus dados neste site.

Solicitar retificação de dados

Use este formulário para solicitar a retificação de seus dados neste site. Aqui você pode corrigir ou atualizar seus dados, por exemplo.

Solicitar cancelamento de inscrição

Use este formulário para solicitar a cancelamento da inscrição do seu e-mail em nossas listas de e-mail.