- 5790FBE8A27AC0FA6FCB89065534CF70

Gerenciamento de Riscos em Operações de Transporte de Numerário, Bens e Valores

Imagem de um caminhão da rodovia. Alusão ao tema:Gerenciamento de Riscos em Operações de Transporte de Numerário, Bens e Valores

O gerenciamento de riscos em operações de transporte de numerário, bens e valores (transporte de carga) é o processo de planejamento, organização e monitoramento das operações de transporte, com a finalidade de minimizar os riscos referentes a operação frente as ocorrências adversas como: atrasos, acidentes, sinistros, extravios e roubos de cargas.

O Gerenciamento de Riscos deve ser uma medida estratégica em todas as operações, deverá estar presente em todas as tomadas de decisões.

O Serviço de Gerenciamento de Riscos em Operações de Transporte de Numerário, Bens e Valores, será um dos novos serviços a ser atribuído a segurança privada com a aprovação do Estatuto da Segurança Privada.

Estatuto Segurança Privada

Estatuto da Segurança Privada e da Segurança das Instituições Financeiras, refere-se a um marco regulatório da segurança privada no Brasil.

Será instituído por lei, para dispor sobre os serviços de segurança de caráter privado, exercidos por pessoas jurídicas e, excepcionalmente, por pessoas físicas, em âmbito nacional, e para estabelecer as regras gerais para a segurança das instituições financeiras autorizadas a funcionar no País.

No momento o Estatuto da Segurança Privada se encontra em fase final de aprovação no Senado Federal, devendo ser aprovado até o final de 2019 (expectativa outubro ou novembro).

O que é Gerenciamento de Riscos em Operações de Transporte de Numerário, Bens e Valores?

O gerenciamento de riscos em operações de transporte de numerário, bens e valores (transporte de carga) é o processo de planejamento, organização e monitoramento das operações de transporte, com a finalidade de minimizar os riscos referentes a operação frente as ocorrências adversas como: atrasos, acidentes, sinistros, extravios e roubos de cargas.

Visa reduzir ao mínimo possível os impactos dos riscos da operação de transporte, utilizando um conjunto de técnicas que visam minimizar os efeitos dos danos, direcionando tratamento adequado aos riscos que possam vir a causar danos.

Gerenciamento de Riscos é o processo de identificar, avaliar, tratar e monitorar os riscos existentes em uma organização, evento ou operação especifica. Tem como objetivo minimizar ou mesmo eliminar a possibilidade de impactos negativos sobre os resultados pretendidos.

Deverá ser confeccionado e assinado por um gestor de segurança com formação nível superior em gestão de segurança privada e credenciado pela Polícia Federal.

Gerenciamento de Riscos no Transporte de Cargas

Gerenciamento de Riscos no Transporte de Cargas é o processo de identificar, avaliar, tratar e monitorar os riscos existentes em uma operação de transporte de cargas.

Tem como objetivo minimizar ou mesmo eliminar a possibilidade de impactos negativos sobre os resultados pretendidos, caso alguns dos riscos avaliados venham a se concretizar.

O gerenciamento de risco em transporte de cargas tem a função de prever, identificar, avaliar e tratar os riscos em todas as etapas da operação.

Objetivos do Gerenciamento de Riscos

  • Assegurar aos tomadores de decisão o acesso às informações pertinentes aos riscos da operação;
  • Permitir o tratamento dos riscos identificados;
  • Atender exigências das seguradoras;
  • Reduzir o número de incertezas que possam se materializar em ocorrências indesejáveis e minimizar o efeito daquelas que venham a ocorrer;
  • Melhorar os relacionamento com as partes interessadas.

Importância do Gerenciamento de Riscos em Operações de Transporte

O gerenciamento de riscos em operações de transporte de numerário, bens e valores (transporte de carga) é um item obrigatório para constituição de apólices de seguros para cargas.

Através do gerenciamento de riscos em operações de transporte, é possível agregar mais valor às operações de transporte, a medida que esse gerenciamento assegura que a mesma estará estruturada para desenvolver suas atividades da maneira eficiente e segura.

A elaboração de um plano de Gerenciamento de Risco propicia a formulação de estratégias, que ao serem aplicadas na operação, são capazes de tratar todos os riscos da operação, que afetem ou gerem qualquer tipos de danos financeiros ou de imagem.

Recursos Utilizados no Gerenciamento de Riscos

Para obter os resultados desejados, o Gerenciamento de Riscos lança mão de alguns recursos combinados entre si ou isoladas, conforme a necessidade do projeto de transporte.

Esses recursos são uma combinação de planejamento, tecnologias, recursos humanos, processos organizacionais, normas e procedimentos.

Abaixo, você pode conferir alguns dos recursos mais utilizadas no gerenciamento de riscos em operações de transporte de numerário, bens e valores (transporte de carga valiosas):

  • Planejamento da operação;
  • Atividades de Inteligência: levantamento de dados pessoais (pesquisa socioeconômica e criminal): das pessoas envolvidas na operação; estudo sobre criminalidade; análise do percurso e operações; contato com órgãos de segurança pública;
  • Elaboração de políticas, normas e procedimentos para a operação;
  • Segregação da informação: Consiste no ato de regular o fluxo de informações dentro do processo de logística, dividindo e fracionando as informações com a finalidade de evitar a fuga voluntária ou não de informações completas sobre a operação;
  • Treinamento da equipe – atividade sistêmica de treinamento de toda equipe envolvida com o processo de logística;
  • Radiocomunicação combinado com a telefonia celular digital;
  • Sistema de Rastreamento do veículo e/ou da carga;
  • Sistema de Monitoramento Eletrônico da operação;
  • Escolta armada;
  • Deslocamento em Formação de comboio: Consiste na formação de um conjunto organizado de veículos, formando uma única coluna de deslocamento, cujo ponto de origem e ponto de destino é comum a todos.

Fases do Gerenciamento de Risco no Transporte de Cargas

O processo de gerenciamento de riscos em operações de transporte de numerário, bens e valores é composto de uma série de fazes, que podem ser resumidas em:

  1. Tomada de conhecimento da operação e de suas particularidades;
  2. Identificar, analisar e avaliar os riscos da operação;
  3. Desenvolver estratégias que minimizem as possibilidades dos riscos avaliados se concretizarem;
  4. Desenvolver estratégias de tratamento para os casos em que os riscos de concretizem;
  5. Realizar o planejamento da operação;
  6. Organizar e colocar em prática o planejado;
  7. Monitorar os desdobramentos da operação; e
  8. Intervir quando necessário.

Na Categoria Gestão de Riscos e você encontrará vários artigos relacionados a este tema que lhe serão muito úteis.

Participação do leitor

Para continuar publicando e disponibilizando os artigos de forma gratuita a todos, solicito a colaboração dos leitores e leitoras, fazendo pelo menos uma das práticas a seguir:

  • Deixe seu comentário no final dos artigos;
  • Curta e compartilhe as publicações com seus amigos pelas redes sociais;
  • Visualize mais um artigo, essa pratica reduz nossa taxa de rejeição e melhora nosso posicionamento no Google.
  • Cadastre se como leitor e receberá avisos sobre as publicações em seu e-mail.

Forte abraço e sucesso!

Sérgio Marcondes

Referencia Bibliográfica

Polícia Militar do Estado de São Paulo – Manual Básico de Policiamento Ostensivo da Polícia Militar – Polícia Militar do Estado de São Paulo Conando Geral – 3ª Edição – 1997

"? Fique por Dentro! Junte-se ao Nosso Grupo de WhatsApp!

Quer ser o primeiro a receber todas as atualizações do nosso blog? Então, não perca tempo! Junte-se ao nosso Grupo de WhatsApp agora mesmo e esteja sempre atualizado(a) com as últimas postagens.

Sobre o Autor

José Sergio Marcondes
José Sergio Marcondes

Graduado em Gestão de Segurança Privada, MBA em Gestão Empresarial e Segurança Corporativa. Detentor das Certificações CES (Certificado de Especialista em Segurança Empresarial), CPSI (Certificado Profesional en Seguridad Internacional), CISI (Certificado de Consultor Internacional en Seguridad Integral, Gestión de Riesgos y Prevención de Pérdidas). Mais de 30 anos de experiência na área de segurança privada. Consultor e diretor do IBRASEP, trazendo uma notável expertise em segurança, além de possuir sólidos conhecimentos nas áreas de gestão empresarial.

4 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


  1. Olá Carlos Durães!
    Obrigado pelo seu comentário.
    Forte abraço e sucesso.

  2. Olá Rogério!
    Obrigado pelo seu comentário.
    Forte abraço e sucesso.

Solicitar exportação de dados

Use este formulário para solicitar uma cópia de seus dados neste site.

Solicitar a remoção de dados

Use este formulário para solicitar a remoção de seus dados neste site.

Solicitar retificação de dados

Use este formulário para solicitar a retificação de seus dados neste site. Aqui você pode corrigir ou atualizar seus dados, por exemplo.

Solicitar cancelamento de inscrição

Use este formulário para solicitar a cancelamento da inscrição do seu e-mail em nossas listas de e-mail.