- 5790FBE8A27AC0FA6FCB89065534CF70

Ética Profissional no Trabalho: O que é? Importância, Exemplos

Ética Profissional no Trabalho: O que é? Importância, Exemplos

A Ética Profissional é um conjunto de atitudes e valores considerados adequados para uma profissão, adotados por um profissional no exercício de suas atividades e funções. Está ligada à postura que se espera de um profissional, no exercício de uma determinada tarefa ou profissão. Ou seja, é a conduta que o indivíduo deve observar em sua atividade, no sentido de valorizar a profissão ou atividade laboral e bem servir aos que dela dependem.

A Ética profissional tem relação direta com a confiança que a sociedade deposita no profissional que executa determinado trabalho.

Ao escolher uma profissão, todo indivíduo passa a ter responsabilidades e deveres profissionais obrigatórios. Ser ético é basicamente aprender a agir sem prejudicar os demais, pensando também no bem comum.

Por José Sérgio Marcondes.
Postado 10/11/2020


Índice do Conteúdo

1. Conceitos sobre Ética?
2. O que é Ética Profissional?
3. Importância da Ética Profissional
4. Ética Profissional no Ambiente de Trabalho
5. Formação do Profissional Ético
6. Código de Ética Profissional
7. Reflexão Ética Profissional
8. Exemplos Ética Profissional
9. Participação do Leitor
10. Indicação de Artigos Complementares
11. Dados para Citação em Trabalhos
12. Referencias Bibliográficas


Voltar para o Índice

1. Conceitos sobre Ética?

A ética é uma ciência que analise e estuda os valores e virtudes do ser humano, a fim de produzir regras e condutas a serem adotadas para que o convívio em sociedade aconteça de forma ordenada e justa. (MAXIMIANO, 2006).

A ética empresarial surge com o intuito de promover uma melhor qualidade profissional, mantendo sua preocupação moral diante do racionalismo e dos resultados financeiros, preservando também, o zelo necessário com o bem da sociedade. (FERRELL; FRAEDRICH;FERREL, 2001).

A ética empresarial refere-se a pratica de valores éticos adotados pela empresa, que representam sua visão de mundo, sua forma de ser e agir no mundo dos negócios.

Nas relações empresariais atuais, tem-se a identificação de que a ética pode ser considerada um fator de sucesso para as organizações modernas.

Este fator apresenta-se por meio das relações entre agentes empresariais, como por exemplo, clientes, fornecedores, concorrentes e entre os próprios colaboradores da empresa.

Uma empresa sempre está vulnerável diante dos princípios éticos, pois esta não tem poder de controlar a atitude de determinado profissional. Assim, fazem parte dos problemas éticos de uma empresa: a corrupção, a espionagem industrial, as fraudes, a utilização de informações confidenciais em benefício próprio, o assédio moral ou sexual, desvio de dinheiro, dentre outros. (VELÁSQUEZ, 1998, p.52).

Tendo em vista as vulnerabilidades acima, cada vez mais, as empresas buscam contratar empregados e prestadores de serviço que tenham na sua formação pessoal e profissional características ética e morais compatíveis com os seus objetivos.

Na atualidade as empresa, os tomadores de serviço e a sociedade como um todo, valorizam os profissionais que praticavam a chamada Ética Profissional.


Voltar para o Índice

2. O que é Ética Profissional?

A Ética Profissional é um conjunto de atitudes e valores considerados adequados para uma profissão, adotados por um profissional no exercício de suas atividades e funções. Está ligada à postura que se espera de um profissional, no exercício de uma determinada tarefa ou profissão. Ou seja, é a conduta que o indivíduo deve observar em sua atividade, no sentido de valorizar a profissão ou atividade laboral e bem servir aos que dela dependem.

Barros (2010) descreve a definição de Ética Profissional como um conjunto de normas e valores que direcionam as condutas dos colaboradores para que estes mantenham uma reputação positiva no ambiente de trabalho.

Na ótica de Borges e Medeiros (2007), a Ética Profissional é o conjunto de atitudes técnicas e sociais que são exigidas por uma classe profissional específica aos seus membros.

Barros (2010) agrega que a Ética Profissional pode ser definida como um conjunto de normas e valores que direcionam as condutas dos colaboradores para que estes mantenham uma reputação positiva no ambiente de trabalho.

Lisboa (2011) afirma que independentemente da sua vontade, todo indivíduo, a partir do seu nascimento, passa a fazer parte de uma sociedade e, obrigatoriamente, terá seu convívio ligado ao de seus semelhantes, através de relacionamentos interpessoais que serão mantidos até o fim de sua vida.

Dessa forma, tendo em vista que esse relacionamento precisa ser mantido, faz-se necessário que suas atitudes e comportamentos permaneçam dentro de um nível e padrão aceitável pela sociedade o de vive.


Voltar para o Índice

3. Importância da Ética Profissional

Agir de forma ética, com atitudes corretas, acendem outros benefícios, como o bom funcionamento das atividades da empresa e das relações de trabalho entre os colaboradores.

A conduta ética dos profissionais de uma empresa poderá levá-los, por exemplo, a dizer não para um cliente, sempre que for necessário dizer não, mesmo que isso venha a desagradá-lo. Embora uma postura como essa possa fazer parecer que a empresa vai perder clientes ou fornecedores, isso se dará no curto prazo, porque no médio e longo prazo, se as decisões foram acertadas e tomadas a partir de critérios éticos, esses ou outros clientes ou fornecedores tenderão a ver na empresa uma coerência que possibilitará mais segurança e fidelização nas sus relações.

A conduta ética também não inibe a iniciativa e a criatividade dos profissionais. Ao contrário, um profissional ético tem condições de deliberar o que é bom para a organização em que trabalha e propor as inovações que considera importantes.

Barros (2010), afirma também que a pessoa ética, naturalmente é admirada e o respeito que os clientes e colegas de trabalho têm por ele, mantém-no em destaque.

O mesmo autor ainda afirma que a Ética Profissional atua como um filtro, impedindo a passagem de fofocas, mentiras, entre outros itens negativos que possam prejudicar um colaborador, dessa forma, afirma-se que cabe aos líderes serem profissionais éticos, pois, assim, em vez de deixar o ambiente de trabalho desarmônico, eles devem promover um clima harmônico e ético.


Voltar para o Índice

4. Ética Profissional no Ambiente de Trabalho

A Ética profissional tem relação direta com a confiança que a sociedade deposita no profissional que executa determinado trabalho.

Ao escolher uma profissão, todo indivíduo passa a ter responsabilidades e deveres profissionais obrigatórios.

Ser ético é basicamente aprender a agir sem prejudicar os demais, pensando também no bem comum.

O exercício de uma profissão requer competência e eficiência, além de atitudes e condutas compatíveis com princípios éticos relativos a profissão exercida e a sociedade em que esta inserido.

Em algumas situações, a cultura organizacional pode não aceitar a postura do profissional ético. Nesse caso, cabe uma avaliação criteriosa, por parte da pessoa que tem critérios éticos no seu agir, se realmente vale a pena trabalhar numa empresa na qual a cultura institucional não prima pela coerência ética.

Barros (2010) destaca que um círculo organizacional onde os indivíduos possuem ética profissional, o clima tende a ser bem mais agradável, o que reflete no rendimento de toda a equipe.

Borges e Medeiros (2007) apontam que a Ética deve estar presente em toda prática humana.

É válido ressaltar que o profissional ético é identificado por seu comportamento, e tal característica faz com que ele atinja o reconhecimento dos demais membros da própria classe, organização e da sociedade em geral.

Numa organização as pessoas demonstram níveis mais elevados de comprometimento e satisfação ao sentir que ética profissional faz parte do ambiente profissional. É o chamado exemplo, o qual contribui para a disseminação destes valores dentro das organizações.


Voltar para o Índice

5. Formação do Profissional Ético

Em geral, durante o processo de formação profissional, principalmente
quando o estudante tem contato com o mundo do trabalho, ele toma conhecimento de que o perfil ético é um dos grandes critérios das empresas
para a seleção de profissionais.

Por isso, é de fundamental importância que a escola ou o curso de formação
profissional, propicie ao candidato a uma nova vaga no mundo do trabalho uma formação sólida na área da ética profissional.

Tal formação, no entanto, não pode se dar somente no nível teórico, mas,
sobretudo no nível prático.

Já no processo de formação, as escolas devem estabelecer normas de condutas, como por exemplo: pontualidade, assiduidade, disciplina, hierarquia, responsabilidade em relação aos prazos estabelecidos, empenho e comprometimento nas tarefas empreendidas, solidariedade e respeito com os colegas, entre outras. Tais normas de conduta devem visar estruturar uma base mais sólida de formação moral e ética do profissional.

O profissional ético é uma pessoa com uma formação técnica consolidada, mas, sobretudo, com uma formação moral adequada para exercer uma atividade laboral, seja ela qual for.

A formação técnica também é um dos elementos da formação ética, porque um profissional que se diz preparado, mas que não possui as habilidades necessárias para realizar uma tarefa, na realidade prejudica a si próprio, aos colegas, a categoria profissional, e à empresa ou cliente que o contratou.


Voltar para o Índice

6. Código de Ética Profissional

O Código de Ética Profissional é o conjunto de normas éticas, que devem ser seguidas pelos profissionais no exercício das suas funções laborais. Este código é elaborado pelos Conselhos de Classe Profissional, que representam e fiscalizam o exercício da profissão, ou pelas próprias organizações onde o profissional presta serviço

O Código de Ética Profissional, numa empresa, tem como finalidade desenvolver, formalizar e implantar os valores dos profissionais, servindo de guia para a orientação da conduta profissional de todos os colaboradores que fazem parte de uma organização empresarial. (NASH, 1993, p.06)

O código de ética prevê, inclusive, penalidades para a não observância das normas, que podem culminar com a cassação do direito de exercer a profissão e/ou em desligamento da organização.

Os códigos de ética profissional também são chamados de códigos deontológicos, palavra que deriva do grego deon, que significa o que deve ser feito.

O código deontológico é o conjunto dos deveres exigidos no exercício de uma determinada profissão, que se expressará em obrigações profissionais, ou seja, o que um profissional deve fazer e o que ele não pode fazer no exercício da profissão.

Há elementos da ética profissional que são universais e por isso aplicáveis a qualquer atividade profissional, como a honestidade, responsabilidade, competência e etc.


Voltar para o Índice

7. Reflexão Ética Profissional

Em casos de dúvidas sobre sua postura ética, há alguns questionamentos que podem ajudar a iniciar uma reflexão sobre eles:

  • Estou agindo coerentemente com os princípios éticos que norteiam minha profissão?
  • Estou sendo um bom profissional, agindo com competência e correção no meu dia-a-dia de trabalho?
  • No desempenho de meu trabalho, estou preocupado com o bem-estar das pessoas da organização a qual presto serviço?
  • Conheço e cumpro as normas relacionadas a minha profissão?
  • Meus relacionamentos profissionais estão voltados para o respeito à dignidade humana e a construção do bem-estar?
  • Sou honesto e transparente com as pessoas e com a organização a qual presto serviço?
  • O que faço está adequado ao conjunto de valores e de atitudes essenciais que assumi ao exercer esta profissão?
  • Até que ponto estou agindo eticamente, fazendo o que deve ser feito, independentemente de ter ou não alguém me olhando, me supervisionando ou me elogiando?

Voltar para o Índice

8. Exemplos de Atitudes de Ética Profissional no Ambiente de Trabalho

A seguir alguns exemplos de ética profissional que devem ser praticas no ambiente de trabalho:

  • Seja educação e respeitoso com as pessoas – adote uma atitude amigável, bem-educada e respeitosa com todos no ambiente de trabalho;
  • Respeite a confidencialidade – preserve pelo sigilo profissional, seja discreto, nunca divulgue informações confidenciais sobre a organização. Assuntos que dizem respeito ao ambiente corporativo não devem ser tratados fora dele;
  • Seja confiável – Cumpra os compromissos assumidos nas datas e horários acordados. Nunca prometa o que não poderá cumprir.
  • Tenha humildade – se necessário admitia que não domina determinado assunto ou que não reúne as qualificações para certas tarefas, porém, coloque-se a disposição para novos aprendizados;
  • Seja honesto – honestidade e sinceridade são o alicerce da confiança. Não minta, não trapaceie, não finja ser o que não é, não tente levar vantagens indevidas e não manipule pessoas ou situações para se beneficiar. “A mentira tem perna curta”;
  • Reconheça o mérito do outro – reconheça e valoriza o trabalho ou ideias de outros colegas;
  • Pratique a descrição – não se envolva e mantenha sigilo sobre assuntos particulares de colegas. Do mesmo modo, evite expor sua vida e assuntos íntimos no ambiente de trabalho. Separar a vida pessoal da profissional;
  • Evite reclamações e críticas impróprias – se achar necessário fazer uma critica ou reclamação, faça direto a pessoa ou a empresa, use caminhos diretos, evite mandar recados ou ficar falando pelos corredores;
  • Apresente soluções – sempre que tiver uma critica ou reclamação, apresente junto sugestões de melhoria;
  • Assuma seus erros – se cometer erros, assuma a responsabilidade, não fique tentado colocar a culpa no sistema ou em outras pessoas;
  • Busque conhecer e seguir as normas éticas – A maioria da empresas adotam políticas próprias e estabelecem normas de conduta e de ética profissional que devem ser seguidas por seus colaboradores;
  • Busque conhecer e seguir as politicas, normas e procedimentos relacionados a sua profissão e atividades laborais;
  • Respeite a hierarquia – assim como os regulamentos, a hierarquia da empresa deve ser respeitada. Tentar desqualificar ou “passar por cima” de seu superior é um comportamento antiético;
  • Invista em seu desenvolvimento pessoal – capacitar-se para oferecer o melhor para a empresa também é um comportamento ético e muito valorizado pelas empresas;
  • Tenha comprometimento com a sua carreira – Um bom profissional geralmente apresenta responsabilidade e comprometimento com tudo o que diz respeito ao seu trabalho.
  • Prometa apenas o que pode cumprir – essa atitude contribuirá para a melhora da sua credibilidade diante dos colegas de trabalho, dos seus superareis e da empresa como um todo;
  • Evite fofoca – não faça, participe ou alimente fofocas dentro do ambiente profissional. Esse tipo de comportamento traz desentendimentos, magoa e prejudica as pessoas que convivem diariamente com você.

Voltar para o Índice

9. Você Gostou? Sem sim, colabore com o crescimento do Blog

Para continuar publicando e disponibilizando os artigos de forma gratuita a todos, solicito a você leitor ou leitora, que ajude na divulgação e crescimento do blog, fazendo pelo menos uma das práticas a seguir:

Deixe seu comentário no final do artigo, ele é muito importante para nós;

Inscreve-se na nossa Newsletter para receber avisos diretos no seu e-mail quando houver novas publicações de artigos.

[jetpack_subscription_form show_subscribers_total=”false” button_on_newline=”false” custom_font_size=”16″ custom_border_radius=”0″ custom_border_weight=”1″ custom_padding=”15″ custom_spacing=”10″ submit_button_classes=”” email_field_classes=”” show_only_email_and_button=”true”]

Obrigado pelo tempo disponibilizado na leitura de nosso artigo, espero que tenha sido útil pra você!

Forte abraço e sucesso!

José Sérgio Marcondes


Voltar para o Índice

10. Indicação de Artigos Complementares

Sugiro a leitura dos artigos a seguir como forma de complementar o aprendizado desse artigo.

Ética Empresarial/ Corporativa: O que é, Definições e Objetivos

Ética, Moral e Cidadania – O que são? Conceitos e Diferenças.

Código de Conduta Ética nas Empresas – Conceitos e Importância.

Programa de Integridade: O que é? Significado, Finalidade e Pilares.

Segredo e Sigilo Profissional: O que é? Diferença, Quebra Sigilo.

Espionagem Industrial (Empresarial/Corporativa) O que é? Exemplos.

Fraude – Fraude Organizacional, Empresarial – Tipos de Fraudes.


Voltar para o Índice

11. Dados para Citação em Trabalhos

MARCONDES, José Sérgio (10 de novembro de 2020). Ética Profissional no Trabalho: O que é? Importância, Exemplos. Disponível em Blog Gestão de Segurança Privada: – Acessado em (inserir data do acesso).


Voltar para o Índice

12. Referencias Bibliográficas

BARROS, M. F. R. A ética no exercício da profissão contábil. 2010. Monografia (Bacharelado em Ciências Contábeis) – Instituto de Ciências Econômicas e Gerenciais, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, Belo horizonte, 2010.

BORGES, E.; MEDEIROS, C. Comprometimento e ética profissional: um estudo de suas relações juntos aos contabilistas. Revista Contabilidade & Finanças, USP, São Paulo, n. 44, p. 60-71, mai./ago., 2007.

FERRELL, O. C.; FRAEDRICH, John; FERRELL, Linda. Ética empresarial:dilemas, tomadas de decisão e casos. Tradução: Ruy Jungmann. 4. ed. Rio de Janeiro: Reichmann & Afonso, 2001.

LISBOA, L. P. Ética geral e profissional em contabilidade. São Paulo: Atlas, 2011.

MAXIMIANO, Antonio C. Amaru. Introdução à Administração. São Paulo: Atlas, 2006.

NASH, L. Ética nas Empresas: boas intenções à parte. São Paulo: Makron, 1993.

VELÁSQUEZ, Manuel G. Business ethics: concepts and cases. 4. ed. Upper Saddle River, NJ: Prentice Hall, 1998.



"? Fique por Dentro! Junte-se ao Nosso Grupo de WhatsApp!

Quer ser o primeiro a receber todas as atualizações do nosso blog? Então, não perca tempo! Junte-se ao nosso Grupo de WhatsApp agora mesmo e esteja sempre atualizado(a) com as últimas postagens.

Sobre o Autor

José Sergio Marcondes
José Sergio Marcondes

Graduado em Gestão de Segurança Privada, MBA em Gestão Empresarial e Segurança Corporativa. Detentor das Certificações CES (Certificado de Especialista em Segurança Empresarial), CPSI (Certificado Profesional en Seguridad Internacional), CISI (Certificado de Consultor Internacional en Seguridad Integral, Gestión de Riesgos y Prevención de Pérdidas). Mais de 30 anos de experiência na área de segurança privada. Consultor e diretor do IBRASEP, trazendo uma notável expertise em segurança, além de possuir sólidos conhecimentos nas áreas de gestão empresarial.

7 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


  1. Olá Jarbas Gaspar!
    Obrigado pelo seu comentário.
    Forte abraço e sucesso!

  2. Parabéns pelo conteúdo. Vai ajudar muito nas minhas atividades laborativas. Att. Jarbas

  3. Olá Ludge Romao!
    Obrigado pelo seu comentário.
    Forte abraço e sucesso.

  4. Muito bom este artigo. Serve de referência para treinamentos de equipe sobre condutas profissionais. Visando o aprimoramento do profissional e pessoal. Parabéns gostei muito.

  5. Olá Paulo Sérgio!
    Foco muito feliz em saber que vc gostou do artigo.
    Forte abraço e sucesso.

  6. Excelente artigo. De certeza que vai contribuir e muito para o meu dia a dia no meu local de trabalho.

Solicitar exportação de dados

Use este formulário para solicitar uma cópia de seus dados neste site.

Solicitar a remoção de dados

Use este formulário para solicitar a remoção de seus dados neste site.

Solicitar retificação de dados

Use este formulário para solicitar a retificação de seus dados neste site. Aqui você pode corrigir ou atualizar seus dados, por exemplo.

Solicitar cancelamento de inscrição

Use este formulário para solicitar a cancelamento da inscrição do seu e-mail em nossas listas de e-mail.