- 5790FBE8A27AC0FA6FCB89065534CF70

Recursos Organizacionais: O que são? Os 5 Tipos e Exemplos

Recursos organizacionais são os meios, ativos e capacidades disponíveis para uma organização que são utilizados para executar suas atividades, atingir seus objetivos e obter vantagem competitiva. Esses recursos englobam diversos elementos que a organização possui, tanto internamente quanto externamente, e são essenciais para o seu funcionamento e desempenho.

Você já se perguntou o que faz com que as empresas atinjam sucesso nos seus setores de atuações? Com certeza, uma grande parcela desse segredo está nos recursos organizacionais estrategicamente utilizados por essas empresas.

Os recursos organizacionais são os blocos de construção essenciais que impulsionam o desempenho, a vantagem competitiva e o crescimento sustentável de uma organização. São as ferramentas poderosas que transformam visões em realidade, levando empresas a alcançarem resultados notáveis.

Neste artigo, vou abordar os principais conceitos relacionados aos recursos organizacionais e sua importância para o sucesso empresarial. Veremos o que são recursos organizacionais, como eles são classificados e quais são suas principais características e benefícios.

Por José Sergio Marcondes – Postado 25/05/2023

O que é Recurso?

No contexto geral, o termo “recurso” refere-se a qualquer elemento ou meio disponível que possa ser utilizado para atingir um objetivo específico. Eles desempenham um papel fundamental para o alcance dos objetivos pessoais e organizacionais.

No meio jurídico, o recurso é um meio processual usado para impugnação ou solicitação de revisão de decisões judiciais. No contexto da administração, refere-se a qualquer meio, elemento, ativo ou capacidade que uma organização possui e utiliza para alcançar seus objetivos.

Nos dicionários a palavra Recurso é um substantivo masculino que significa: Ação de recorrer, pedir ajuda; auxílio. [Jurídico] Meio usado para contestar uma sentença judicial; O que se usa para obter alguma coisa; Meio empregado para vencer uma dificuldade ou problema.

O que é um Recurso Organizacional?

Um Recurso Organizacional refere-se a qualquer meio, elemento, ativo ou capacidade que uma organização possui e utiliza para alcançar seus objetivos e manter suas operações. Podem ser de natureza tangível ou intangível e são considerados fundamentais para o desempenho, competitividade e sucesso de uma organização.

Recursos organizacionais são os meios, ativos e capacidades disponíveis para uma organização que são utilizados para executar suas atividades, atingir seus objetivos e obter vantagem competitiva. Esses recursos englobam diversos elementos que a organização possui, tanto internamente quanto externamente, e são essenciais para o seu funcionamento e desempenho.

Para ALMEIDA (2009), os recursos organizacionais são os caminhos para atingir os objetivos de qualquer
empresa, seja ela com ou sem fim lucrativo. E estes recursos não são apenas o dinheiro, mas também as matérias primas, equipamentos, colaboradores, tudo aquilo que é utilizado nas operações da organização.

Os recursos organizacionais constituem em um dos principais patrimônios de uma empresa, possibilitando sua consolidação e crescimento. (BISPO, 2004).

Para que servem os Recursos Organizacionais?

Os recursos organizacionais servem como os meios pelos quais uma organização é constituída, opera, busca seus objetivos e enfrenta seus desafios. Eles desempenham um papel fundamental na criação de valor, no desempenho organizacional e na obtenção de vantagem competitiva.

O propósito dos recursos organizacionais é fornecer os elementos necessários e essenciais para que a organização funcione de forma eficiente, eficaz e seja bem-sucedida.

Recursos Organizacionais

A seguir algumas das funções básicas dos recursos organizacionais:

  1. Suporte às operações: fornecem os meios para a execução das operações diárias da organização.
  2. Facilita o alcance de objetivos: são utilizados para atingir os objetivos estabelecidos pela organização.
  3. Propicia vantagem competitiva: podem se tornar fontes de vantagem competitiva. Por exemplo, uma equipe talentosa e experiente, combinada com um conhecimento especializado, pode fornecer à organização uma vantagem competitiva única.
  4. Adaptabilidade: desempenham um papel importante na capacidade de adaptação da organização. Eles fornecem a base necessária para responder a mudanças no ambiente de negócios.
  5. Crescimento e inovação: são utilizados para promover o crescimento e a inovação. Os recursos financeiros podem ser alocados para expandir a organização, adquirir novas tecnologias ou desenvolver novos produtos, por exemplo.

Principais Características dos Recursos Organizacionais

Os recursos organizacionais possuem várias características que os tornam únicos e influenciam seu valor e utilidade para a organização. A seguir algumas das principais características dos recursos organizacionais:

  1. Valiosos: devem fornecer valor à organização, contribuindo para a realização de seus objetivos e atividades.
  2. Escassos: a escassez implica que eles não podem ser facilmente obtidos em quantidade ilimitada. A disponibilidade limitada dos recursos os torna valiosos e requer uma gestão eficaz para garantir sua utilização adequada e sem desperdícios.
  3. Inimitáveis: isso pode ocorrer devido a características únicas, conhecimento especializado, patentes ou tecnologias. O que pode proporcionar à organização uma vantagem competitiva sustentável.
  4. Não substituíveis: alguns recursos podem ser insubstituíveis e críticos para o funcionamento ou desempenho da organização, e sua falta ou substituição pode ter um impacto significativo.
  5. Interdependência: são os recursos que estão frequentemente interligados e são interdependentes. Eles podem ser complementares, onde a combinação de vários recursos leva a um desempenho superior.

Quais são os Tipos de Recursos Organizacionais?

Existem diversos tipos de recursos organizacionais que desempenham papéis distintos no funcionamento e sucesso de uma organização. A seguir alguns dos principais tipos:

1. Recursos Humanos

Os recursos humanos são as pessoas que compõe as organizações independentes do nível de hierárquico, estando distribuídos nos diversos níveis institucionais (direção), no nível intermediário (gerência e assessoria) e no nível operacional (técnicos, colaboradores, além dos supervisores).

Os recursos humanos representam, portanto, todas as pessoas, bem como as suas qualificações e capacidades, que colaboram com a organização e constituem atualmente o seu principal ativo.

Para Araújo e Garcia (2012), o fator humano é indispensável para realizar qualquer atividade dentro das empresas e Treinamento & Desenvolvimento é uma das mais importantes funções da gestão de pessoas.

No ambiente organizacional, a gestão de recursos humanos trata do planejamento, da organização, do desenvolvimento, da coordenação, e do controle das técnicas capazes de promover o desempenho e gerenciamento eficiente dos recursos humanos da organização.

2. Recursos Financeiros

Os recursos financeiros englobam o capital financeiro disponível para a organização, como dinheiro, investimentos, linhas de crédito e outros recursos monetários. Eles são usados para financiar operações diárias, investimentos em expansão, pesquisa e desenvolvimento, aquisições e outras atividades estratégicas da organização.

A gestão dos recursos financeiros pode ser definida como a gestão dos fluxos monetários derivados da atividade operacional, não devendo ser função exclusiva da área financeira, mas de todos os gestores das diversas áreas de responsabilidade

Segundo Gitman (2010), o termo finanças pode ser entendido como “a arte e a ciência de administrar o dinheiro”.

3. Recursos Materiais

Envolve os recursos físicos e materiais necessários para a operação da organização, como instalações, equipamentos, máquinas, estoques, matérias-primas e produtos acabados. Esses recursos são utilizados na produção, prestação de serviços e suporte às atividades da organização.

Referem-se aos ativos físicos tangíveis da organização, como instalações, fábricas, escritórios, equipamentos, máquinas, veículos, estoques e infraestrutura física. Esses recursos são utilizados para realizar operações, produzir bens ou fornecer serviços.

A gestão de recursos materiais envolve o planejamento, a aquisição, o controle e a utilização eficiente dos recursos físicos e materiais de uma organização. Esses recursos podem incluir matérias-primas, produtos acabados, estoques, equipamentos, ferramentas e outros itens tangíveis necessários para as operações da empresa.

4. Recursos Mercadológicos

Os recursos mercadológicos referem-se aos ativos e capacidades que uma organização utiliza para realizar atividades relacionadas ao marketing e alcançar seus objetivos de mercado. Eles são elementos essenciais para o desenvolvimento de estratégias de marketing eficazes e para o sucesso da empresa, envolvem

São os recursos comerciais que as empresas utilizam para colocar seus produtos ou serviços no mercado, envolvem a marca, reputação, propaganda, canais de distribuição, relacionamento com clientes, estratégias de marketing, pesquisas de mercado e estratégias de comunicação.

A gestão de recursos mercadológicos envolve o planejamento, a alocação e o controle dos recursos disponíveis para as atividades de marketing de uma organização, garantindo o melhor uso dos recursos disponíveis e alcançando os objetivos de mercado.

5. Recursos Tecnológicos

Os recursos tecnológicos estão relacionados à Tecnologia da Informação à gestão dos Sistemas de Informação na organização. Isso envolve hardware, software, infraestrutura de TI, redes, internet, dados e outros recursos tecnológicos utilizados para melhorar a eficiência e a eficácia dos processos organizacionais.

Esses recursos desempenham um papel fundamental na automação de processos, no armazenamento e análise de dados, na comunicação e colaboração interna e externa, e na inovação.

A gestão de recursos tecnológicos refere-se ao planejamento, alocação e controle dos recursos relacionados ao Sistema de Informação e à infraestrutura de TI. Visa garantir o uso eficiente e eficaz dos recursos tecnológicos disponíveis, promover a inovação, aumentar a produtividade e atender às necessidades do negócio.

Qual é a importância dos recursos organizacionais?

Os recursos organizacionais desempenham um papel de grande importância para o sucesso e desempenho de uma organização. Eles fornecem os meios e capacidades necessários para a realização de atividades, atingir objetivos e enfrentar desafios.

A seguir alguns dos benefícios dos recursos organizacionais:

  1. Vantagem Competitiva: recursos valiosos, raros e difíceis de imitar podem permitir que uma organização se diferencie dos concorrentes e crie uma posição única no mercado, fornecendo uma base sólida para a criação de valor, inovação e atendimento diferenciado aos clientes.
  2. Eficiência e Produtividade: a alocação eficiente e o uso adequado dos recursos podem melhorar a eficiência operacional e a produtividade da organização, melhorando a qualidade dos produtos ou serviços.
  3. Inovação e Adaptação: recursos humanos qualificados, recursos tecnológicos avançados e recursos de informação, podem impulsionar a inovação e a capacidade de adaptação da organização, permitindo o desenvolvimento de novas ideias e a implementação de mudanças.
  4. Resiliência e Sustentabilidade: uma organização que possui recursos diversificados e robustos está mais preparada para enfrentar incertezas, crises e mudanças no ambiente de negócios.
  5. Reputação e Confiança: a disponibilização de recursos adequados são essenciais para a construção de uma imagem positiva da organização no mercado. Uma reputação sólida pode atrair clientes, fortalecer relacionamentos e criar confiança na qualidade dos produtos ou serviços oferecidos.

O que é Gestão dos Recursos Organizacionais?

A gestão dos recursos organizacionais é o processo de planejamento, aquisição, alocação, desenvolvimento e utilização eficiente dos recursos disponíveis em uma organização. É uma função essencial da administração que visa maximizar o valor e o desempenho dos recursos, de modo a alcançar os objetivos da organização de forma eficaz.

A gestão dos recursos organizacionais envolve várias atividades e responsabilidades, incluindo:

  1. Identificação de Recursos: consiste em identificar e categorizar os diferentes tipos de recursos necessários para o funcionamento da organização.
  2. Planejamento de Recursos: envolve o desenvolvimento de estratégias e planos para adquirir, desenvolver e alocar os recursos de maneira eficiente.
  3. Aquisição de Recursos: consiste em obter os recursos necessários e de qualidade, para atender às demandas da organização.
  4. Desenvolvimento de Recursos: envolve o aprimoramento e o desenvolvimento dos recursos existentes. Inclui treinamento e capacitação dos funcionários, atualização tecnológica e melhoria de processos e sistemas.
  5. Alocação de Recursos: consiste em distribuir os recursos disponíveis de maneira eficiente e eficaz para as diversas áreas e projetos da organização.

Exemplos de Recursos Organizacionais

  1. Funcionários: responsáveis por executar tarefas, tomar decisões, colaborar em projetos, inovar e impulsionar o crescimento da empresa.
  2. Capital financeiro: inclui o dinheiro em caixa, linhas de crédito, investimentos e outros recursos monetários, necessários para financiar as operações diárias, investimentos em expansão, pesquisa e desenvolvimento, aquisições e outras atividades estratégicas da organização.
  3. Infraestrutura Organizacional: refere-se aos processos, políticas, procedimentos e estruturas organizacionais estabelecidos para governança da organização. Inclui a definição de responsabilidades e estrutura hierárquica, a cultura organizacional, as políticas de qualidade e segurança, entre outros elementos que moldam o funcionamento da organização.
  4. Sistemas de Informação: desempenham um papel crucial na automação de processos, na análise de dados, na comunicação interna e externa, e na busca por inovação e eficiência.
  5. Infraestrutura Física: refere-se aos elementos físicos, como edifícios, instalações, equipamentos, máquinas, veículos e outras estruturas físicas utilizadas pela organização.

Conclusão

Neste artigo, aprendemos que os recursos organizacionais são os pilares que sustentam o desempenho, a inovação e a vantagem competitiva de uma organização. Vimos que eles são essenciais para melhorar a eficiência operacional, aumentar a capacidade de inovação, facilitar a adaptação as mudanças no ambiente e para o alcance dos objetivos estratégicos.

Considerando esses aspectos, é crucial que as empresas adotem uma abordagem estratégica e cuidadosa na gestão de seus recursos organizacionais. É preciso identificar, desenvolver e utilizar esses recursos de forma eficaz, alinhando-os aos objetivos da organização e às demandas do mercado.

O sucesso empresarial está diretamente ligado à maneira como uma organização identifica, aproveita e desenvolve e gerencia seus recursos organizacionais.

Se você gostou do artigo e achou útil, por favor, deixe um comentário logo abaixo para compartilhar sua opinião conosco. Ela é extremamente valiosa para mim!

Um forte abraço e votos de sucesso!

José Sergio Marcondes – CES – CPSI – Gestor, Consultor e Diretor do IBRASEP. Sou um profissional com competências sólidas nas áreas de segurança privada e gestão empresarial. Conecte comigo nas redes sociais.

Ajudar a divulgar nosso trabalho é fundamental! Curta e compartilhe nossas publicações com seus amigos nas redes sociais. Essa atitude não apenas incentiva o autor a publicar mais artigos relevantes, mas também possibilita que mais pessoas tenham acesso a esse conteúdo valioso.

Faça parte da nossa comunidade!

Você busca conhecimentos atualizados e oportunidades para aprimorar suas competências nas áreas de segurança privada e gestão empresarial? Não perca a chance de se manter informado e conectado com as últimas tendências e insights do setor!

Inscreva-se em nossa Newsletter e junte-se ao nosso Grupo no WhatsApp para receber notificações sobre novos artigos, dicas valiosas e recursos adicionais que impulsionarão sua carreira profissional.

Leia também…

Sugiro a leitura dos artigos a seguir como forma de complementar o aprendizado desse artigo.

Produto: O que é, Conceitos, Características, Tipos, Exemplos

O que é Processo? Definição, Tipos e Exemplos de Processos

Serviços: Definição, Características, Tipos e Exemplos de Serviço

Dados para Citação Artigo

MARCONDES, José Sérgio (25 de maio de 2023). Recursos Organizacionais: O que são? Os 5 Tipos e Exemplos. Disponível em Blog Gestão de Segurança Privada: https://gestaodesegurancaprivada.com.br/recursos-organizacionais-o-que-sao/ – Acessado em (inserir data do acesso).

Referências Bibliográficas

ALMEIDA, Marttinho Isnard Ribeiro de. Manual de Planejamento Estratégico: Desenvolvimento de um plano estratégico com a utilização de planilhas Excel. São Paulo: Atlas, 2009.

ARAUJO, Luis César G; GARCIA, Adriana Amadeu. Gestão de Pessoas: Estratégias e integração organizacional. São Paulo: Atlas, 2009.

BISPO, C. M. Clusters, Alianças e Vantagem Competitiva sob a Interveniência da Construção da Base de Recursos: a estratégia do setor de confecções da Cianorte – PR. 2004. 233 f. Dissertação (Mestrado em Administração) – Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Curitiba, 2004.

CHIAVENATTO, I. Introdução à Administração. São Paulo: Editora Atlas, 1986.

DRUCKER, P. F. Prática da Administração de Empresas. São Paulo: Editora Thomson/
Pioneira, 2002.

GITMAN, Lawrence J.Princípios de Administração Financeira. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2010

"? Fique por Dentro! Junte-se ao Nosso Grupo de WhatsApp!

Quer ser o primeiro a receber todas as atualizações do nosso blog? Então, não perca tempo! Junte-se ao nosso Grupo de WhatsApp agora mesmo e esteja sempre atualizado(a) com as últimas postagens.

Sobre o Autor

José Sergio Marcondes
José Sergio Marcondes

José Sergio Marcondes é formado em Gestão de Segurança Privada e possui MBA em Gestão Empresarial e Segurança Corporativa. É especialista em Segurança Privada, certificado com CES (Especialista em Segurança Empresarial) e CPSI (Certificado Profissional em Segurança Internacional). Atualmente, atua como consultor e diretor do IBRASEP, trazendo uma notável expertise em segurança, além de possuir sólidos conhecimentos nas áreas de gestão empresarial Com mais de 30 anos de experiência na área de segurança privada, acumulando resultados relevantes nas áreas operacionais, administrativas e comerciais.

2 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


  1. Olá Luciana Renner!
    Fico muito feliz em saber que usou meu artigo como referencia n seu TCC.
    Parabéns pela sua pós-graduação!
    Forte abraço e sucesso!

  2. Ola´! Adorei seu conteudo, utilizei como referencia no meu TCC do meu MBA! Agradeço sua colaboração!

Solicitar exportação de dados

Use este formulário para solicitar uma cópia de seus dados neste site.

Solicitar a remoção de dados

Use este formulário para solicitar a remoção de seus dados neste site.

Solicitar retificação de dados

Use este formulário para solicitar a retificação de seus dados neste site. Aqui você pode corrigir ou atualizar seus dados, por exemplo.

Solicitar cancelamento de inscrição

Use este formulário para solicitar a cancelamento da inscrição do seu e-mail em nossas listas de e-mail.