- 5790FBE8A27AC0FA6FCB89065534CF70

10 Princípios Básicos da Segurança Corporativa no Século XXI

Os Princípios Básicos da Segurança Corporativa são um conjunto de normas ou padrões de conduta a serem seguidos pela organização no que refere a segurança na organização. São alguns princípios geralmente aceitos e praticados na abordam da segurança corporativa. A organização deve observar estes princípios para desenvolver, implementar e compreender as suas políticas de segurança.

Escrito por José Sérgio Marcondes
Postado 19/01/2023

A segurança corporativa envolve planejar e encontrar as melhores estratégias para evitar situações que possam ameaçar a segurança de uma corporação empresarial. É uma função corporativa que supervisiona e gerencia a estreita coordenação de todas as funções dentro da empresa relacionadas à segurança, continuidade e proteção.

A Segurança corporativa é um termo que incorpora as atividades de segurança e proteção nas corporações. Para ser mais específico, inclui avaliação e gerenciamento de riscos, ações inteligência, segurança patrimonial, segurança pessoal, segurança da informação, proteção contra incêndio, segurança e saúde no trabalho.

Quero saber mais sobre conceito, definições e estratégias de segurança corporativa

10 Princípios Básicos da Segurança Corporativa

  1. Abordagem baseada em risco – uma abordagem baseada em risco deve ser adotada pela organização para identificar, priorizar e abordar os riscos de segurança de maneira consistente e eficaz. Controle de segurança adequados devem ser implementados para proteger os ativos e mitigar os riscos de segurança a um nível aceitável.
  2. Gestão baseada em sistema: Envolve um conjunto de recursos administrativos e operacionais, dentre dos quais estão: políticas, programas, planos, projetos, procedimentos de segurança, recursos humanos, materiais e financeiros. A boa integração dos componentes de um sistema é chamada sinergia, determinando que as transformações ocorridas em uma das partes influenciará todas as outras. A alta sinergia de um sistema faz com que seja possível a este cumprir sua finalidade e atingir seu objetivo geral com eficiência.
  3. Governança corporativa: é um conjunto de práticas que uma empresa adota para fortalecer a organização e alinhar os interesses do negócio, dos sócios, dos diretores, acionistas e outros stakeholders, e conciliar esses interesses com os órgãos de fiscalização e regulamentação. Podemos dizer que a governança mostra, orienta e fiscaliza a direção que uma empresa deve seguir para alcançar os resultados esperados.
  4. Compliance: significa estar absolutamente em linha com normas, controles internos e externos, além de todas as políticas e diretrizes estabelecidas para o seu negócio. É a atividade de assegurar que a empresa está cumprindo à risca todas as imposições dos órgãos de regulamentação, dentro de todos os padrões exigidos de seu segmento. E isso vale para as esferas trabalhista, fiscal, contábil, financeira, ambiental, jurídica, previdenciária, ética, etc.
  5. Cultura de segurança: está relacionado ao quanto os funcionários da empresa valorizam, apoiam e praticam as políticas e procedimentos de segurança corporativa. As atitudes e comportamentos de todos na organização moldam sua cultura de segurança. E uma cultura segurança positiva é fundamental para a proteção dos ativos críticos da empresa.
  6. Prevenir, Detectar, Responder e Recuperar – A segurança corporativa é uma combinação de medidas preventivas, de detecção, de resposta e de recuperação. Medidas preventivas visam evitar ou dissuadir a ocorrência de um evento indesejável. As medidas de detecção buscam identificar a ocorrência de um evento indesejável. Medidas de resposta são as ações coordenadas para conter os possíveis danos quando ocorre um evento (ou incidente) indesejável. As medidas de recuperação visam restaurar a normalidade após um evento indesejado.
  7. Segregação de funções – A segregação de funções consiste na separação das funções de autorização, aprovação, execução, controle e contabilização. Para evitar conflitos de interesses, é necessário repartir funções entre os colaboradores da organização para que não exerçam atividades incompatíveis, como executar e fiscalizar uma mesma atividade.
  8. Segurança baseada em controle de acesso: O controle de acesso é um elemento essencial de segurança que determina quem tem permissão para acessar determinados dados, informações, áreas, edificações, objetos ou pessoas, e em quais circunstâncias. Da mesma forma que as chaves e as listas de convidados pré-aprovados protegem os espaços físicos, as políticas de controle de acesso lógico protegem os espaços digitais.
  9. Resiliência: é garantir que a empresa possa continuar a operar mesmo em caso de incidentes de segurança ou interrupções no negócio. Todos os sistemas críticos da organização devem ser resilientes para resistir a grandes eventos perturbadores, com medidas para detectar interrupções, minimizar danos e responder e recuperar rapidamente. A contenção e isolamento de crises deve ser considerada no plano de resiliência e implementada conforme apropriado com o objetivo de limitar a magnitude e impacto de um incidente para uma recuperação efetiva.
  10. Melhoria contínua: Para responder e se adaptar a um ambiente em mudança e a novas tecnologias, um processo de melhoria contínua deve ser implementado para monitorar, revisar e melhorar a eficácia e a eficiência do gerenciamento de segurança corporativa da organização. O desempenho das medidas de segurança deve ser avaliado periodicamente para determinar se os objetivos e metas de segurança estão sendo atendidos conforme o planejado.

Esses princípios de segurança corporativa são inter-relacionados e devem ser considerados juntos e devem ser implementado de forma adequada para garantir a proteção dos ativos e informações da empresa, outros princípios podem ser considerados levando em conta as características e necessidades de segurança da corporação empresarial.

Princípios Básicos da Segurança Corporativa

Você Gostou do Artigo?

Aqui no Blog publico frequentemente artigos relacionados a Segurança privada e Gestão organizacional, visando sempre agregar conhecimento para os leitores, visando o desenvolvimento profissional de forma que possam obter sucesso nas suas carreiras.

Se você gostou do artigo compartilhe nas redes sociais com seus colegas, lembre-se de que a interação e troca de aprendizados entre as pessoas é o que permite o desenvolvimento profissional e pessoal de ambas as partes, uma categoria profissional apenas se tornar forte quando a maioria dos seus integrantes adquirem um nível de conhecimento adequado e reconhecido pela sociedade.

Deixe seu comentário no final do artigo, ele é muito importante para mim, e se inscreve-se na nossa Newsletter cadastrando seu e-mail logo abaixo e receba avisos sobre novas publicações.

[jetpack_subscription_form show_subscribers_total=”false” button_on_newline=”true” custom_font_size=”16px” custom_border_radius=”0″ custom_border_weight=”1″ custom_padding=”15″ custom_spacing=”10″ submit_button_classes=”” email_field_classes=”” show_only_email_and_button=”true”]

Forte abraço e sucesso!


José Sérgio Marcondes – CES
Especialista em Segurança Empresarial
Consultor em Segurança Privada
Diretor do IBRASEP

Leia também…

Sugiro a leitura dos artigos a seguir como forma de complementar o aprendizado desse artigo.

Segurança Corporativa: O que é, O que faz e Como Funciona

Dados para Citação Artigo

MARCONDES, José Sérgio (19 de janeiro de 2023). 10 Princípios Básicos da Segurança Corporativa no Século XXI. Disponível em Blog Gestão de Segurança Privada: https://gestaodesegurancaprivada.com.br/10-principios-basicos-da-seguranca-corporativa-no-seculo-xxi//– Acessado em (inserir data do acesso).

"? Fique por Dentro! Junte-se ao Nosso Grupo de WhatsApp!

Quer ser o primeiro a receber todas as atualizações do nosso blog? Então, não perca tempo! Junte-se ao nosso Grupo de WhatsApp agora mesmo e esteja sempre atualizado(a) com as últimas postagens.

Sobre o Autor

José Sergio Marcondes
José Sergio Marcondes

Graduado em Gestão de Segurança Privada, MBA em Gestão Empresarial e Segurança Corporativa. Detentor das Certificações CES (Certificado de Especialista em Segurança Empresarial), CPSI (Certificado Profesional en Seguridad Internacional), CISI (Certificado de Consultor Internacional en Seguridad Integral, Gestión de Riesgos y Prevención de Pérdidas). Mais de 30 anos de experiência na área de segurança privada. Consultor e diretor do IBRASEP, trazendo uma notável expertise em segurança, além de possuir sólidos conhecimentos nas áreas de gestão empresarial.

4 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


  1. Olá Raquel Pereira!
    Obrigado pelo seu comentário.
    Forte abraço e sucesso.

  2. Gostei do artigo
    Espero conseguir ler mais

  3. Olá Marideise Thiago
    Obrigado pelo comentário.
    Forte abraço e sucesso!

Solicitar exportação de dados

Use este formulário para solicitar uma cópia de seus dados neste site.

Solicitar a remoção de dados

Use este formulário para solicitar a remoção de seus dados neste site.

Solicitar retificação de dados

Use este formulário para solicitar a retificação de seus dados neste site. Aqui você pode corrigir ou atualizar seus dados, por exemplo.

Solicitar cancelamento de inscrição

Use este formulário para solicitar a cancelamento da inscrição do seu e-mail em nossas listas de e-mail.