- 5790FBE8A27AC0FA6FCB89065534CF70

Teoria do Reforço de Skinner : O que é, Principais Conceitos

Você quer descobrir o que é? E como a Teoria do Reforço de Skinner influencia o comportamento positivo ou negativo das pessoas e como ela pode ser aplicada no ambiente organizacional? Então leia esse artigo até o final e tire suas dúvidas sobre a Teoria do Reforço.

Conhecer os vários conceitos sobre as teorias da motivação é importante para todos que exercem alguma profissão e principalmente para aqueles que ocupam cargos de gestão e liderança nas empresas.

A Teoria do Reforço de Skinner afirma que o reforço condiciona o comportamento do indivíduo, sendo que este é determinado por experiências negativas ou positivas, devendo o gestor ou líder estimular comportamentos desejáveis e desencorajar comportamentos indesejáveis com meio de estímulos positivos ou negativos.

O que é Motivação?

Como a Teoria do Reforço de Skinner está relacionada diretamente com a motivação humana, acho importante fazer uma pequena introdução sobre a motivação de forma a permitir sua conexão com a teoria abordado neste post.

A motivação é uma força interna, que se encontra dentro de cada um de nós, nasce das nossas necessidades e desejos. Pode ser definida como aquilo que é susceptível de mover o indivíduo numa direção. É o que faz o indivíduo agir para atingir algo que ele considere importante para ele ou para causa de defende.
A motivação é considerada um condição indispensável para que os empregados executem suas atribuições de forma satisfatórias nas organizações.

Devido a sua importância no ambiente profissional, a motivação despertou o interesse de diversos estudiosos interessados em desvendar as causas (os fatores) geradores da motivação humana.

Os estudos e pesquisa neste área do comportamento humano, buscam compreender como se dá o desencadeamento de determinados comportamentos nas pessoas, e quais fatores iniciam e potencializam esses comportamentos.

Neste contexto surgiam diversas teorias motivacionais, que são suposições teóricas baseadas em resultados de estudo e pesquisa sobre a motivação humana, fazem parte desse grupo de teorias a Teoria do Reforço de Skinner, objeto deste artigo.

O que é Teoria do Reforço?

A Teoria do Reforço de Skinner é uma das teorias da motivação, ela defende que o comportamento das pessoas pode ser influenciado e controlado através do reforço (recompensa) dos comportamentos desejados e ignorando as ações não desejadas. Ela foi desenvolvida inicialmente pelo psicólogo norte-americano Burrhus Frederic Skinne 1945.

A teoria de reforço pressupõe que a motivação vem de estímulos externos, com os quais seria possível moldar o comportamento do individuo. A ideia é de que a pessoa é movida por incentivos externos, onde comportamentos que geram resultados positivos são mantidos e aqueles que geraram resultados negativos são evitados.

A Teoria do Reforço, conclui que as ações com consequências positivas sobre o indivíduo fazem que as práticas tendem a ser repetidas no futuro, enquanto o comportamento que é punido tende a ser eliminado. As consequências são positivas sempre que as pessoas sentem prazer com a sua própria performance.

Neste contexto, papel dos gestores nas organizações é incentivar condutas desejáveis e desestimular as não desejáveis. Os estímulos positivos se inclinariam a fortalecer o comportamento. Já os estímulos negativos tenderiam a desestimular o comportamento indesejado. Essa teoria divide-se em quatro posturas: reforços positivos, reforços negativos, punição e extinção.

Teoria do Reforço de Skinner

O que diz a Teoria do Reforço Skinner

A Teoria do Reforço foi desenvolvida inicialmente em 1945 pelo psicólogo norte-americano Burrhus Frederic Skinner que é considerado como um dos pais da psicologia comportamental, na Teoria do Reforço as ações com respostas positivas sobre o indivíduo fazem com que as práticas sejam repetidas no futuro, enquanto o comportamento que é punido tende a ser eliminado.

Bergamini (2006) afirma baseado em diversos estudiosos sobre o assunto, que o comportamento humano pode ser planejado, mudado ou modelado por meio da utilização adequada dos vários tipos de recompensas ou punições disponíveis no meio ambiente. É a isto que se chama de reforçadores de comportamento.

Quando são administrados prêmios, está-se fazendo uso do reforço positivo, estimulando a adoção de determinado comportamento de forma mais permanente. O reforço negativo, ao contrário, é tratado como forma de punição aplicada após um comportamento indesejável e busca diminuir a frequência do uso de tal ação.

O que é comportamento operante?

O comportamento operante descreve uma relação onde uma resposta que gera uma consequência tem maior probabilidade de ocorrer novamente num contexto semelhante modificado pelo efeito dessa consequência, ou seja, no condicionamento operante, um mecanismo é fortalecido no sentido de tornar uma resposta mais provável, ou melhor, mais frequente (Skinner, 2003).

O condicionamento operante é um mecanismo de aprendizagem que defende que comportamentos inicialmente aleatórios vão dando lugar a comportamentos mais frequentes (e previsíveis) por via do reforço desses mesmos comportamentos. Processo ao qual Skinner chamou de modelagem.

O instrumento fundamental da modelagem é o reforço, ou seja, é a consequência de uma ação quando ela é percebida por aquele que a pratica (Skinner, 2003).

Através de experiências empíricas, nomeadamente com pombos, Skinner conclui que as ações com reforço positivo (recompensas) sobre o indivíduo tendem a ser repetidas no futuro, enquanto o comportamento com consequências (reforço) negativas (punição – ação que evita uma consequência indesejada) tende a ser eliminado.

Tipos de reforços utilizados na Teoria do Reforço Skinner

De acordo coma a Teoria do Reforço Skinner podem ser usados quatro tipos de reforços para aumentar a probabilidade de ocorrência de alguns comportamentos e enfraquecer outros:

  • Reforço positivo: proporcionar uma recompensa quando se verifica o comportamento pretendido. Por exemplo, quando o alcance de um objetivo é recompensado com um bónus, prêmio ou benefício, aumenta a probabilidade de ocorrência de comportamentos orientados nesse sentido.
  • Reforço negativo: refere-se à suspensão de um comportamento indesejado em prol de um desejado, por exemplo, um empregado pouco confiável pode deixar de ser constantemente vigiado pela chefia se der provas que mudou o seu comportamento no sentido pretendido pela organização.
  • Extinção: proporcionar a retirada de um reforço positivo de modo a enfraquecer o comportamento indesejado.
  • Punição: consiste em atribuir consequências negativas a um comportamento indesejado, de modo a desencorajar a frequência desse comportamento. No entanto, a punição deve ser usada com especial cautela porque tende a gerar comportamentos emocionais face ao agente da punição, pode transformar esse agente, normalmente o chefe, num estímulo aversivo, pode ser uma fonte de informação incompleta, indicando o que não se deve fazer mas não demonstrando qual o comportamento desejado e pode provocar uma rejeição total do comportamento em causa, mesmo em circunstâncias que possa ser adequado de forma a evitar a punição.
Teoria de Skinner

Teoria do Reforço Skinner e comportamento organizacional

Para Marras (2000), os conceitos relativos a Teoria do Reforço são muito importantes dentro de uma organização, uma vez que as pessoas têm suas necessidades e buscam, incessantemente, satisfazê-las. Se ao satisfazer suas necessidades, obterem sucesso, ao sentirem novamente a mesma necessidade, tenderão a repetir exatamente o comportamento da vez anterior com a finalidade de ter -se êxito na mesma situação mais uma vez.

Robbins (2002, p.164) acrescenta ainda que “os comportamentos que você assume no trabalho e a quantidade de esforço que despende em cada tarefa são afetados pelas consequências de seu comportamento”.

A ideia principal dessa teoria é de que o reforço condiciona o comportamento sendo que este é determinado por experiências negativas ou positivas, devendo o gerente estimular comportamentos desejáveis e desencorajar comportamentos não agradáveis.

O reforço positivo se dá de várias formas tais como: premiações, promoções e até um simples elogio a um trabalho bem feito. São motivadores vistos que incentivam o alto desempenho. O reforço negativo condiciona o funcionário a se comportar de maneira desagradável, atuando através repreensões, advertências, chegando até a demissão.

Técnica da Modificação do Comportamento

Segundo a Teoria do Reforço, o comportamento das pessoas pode ser influenciado e controlado através do reforço (recompensa) dos comportamentos desejados e ignorando as ações não desejadas (o castigo do comportamento não desejado deve ser evitado na medida em que tal contribuiria para o desenvolvimento de sentimentos de constrangimento ou mesmo de revolta).

Skinner defende mesmo que o comportamento das pessoas pode ser controlado e informado por longos períodos de tempo sem que estas se apercebam disso, inclusivamente sentindo-se livres.

Uma técnica defendida por Skinner é a técnica da modificação do comportamento organizacional que consiste na aplicação da Teoria do Reforço aos esforços para a mudança nas organizações e assenta em dois princípios: (1) as pessoas atuam da forma que acham mais gratificante e recompensadora; (2) o comportamento pode ser influenciado e determinado pela gestão das recompensas a ele associadas (Skinner, 2003).

Para implementar um programa de modificação do comportamento organizacional é necessário identificar o desempenho desejado, identificar as recompensas que constituem o reforço do comportamento desejado e fazer com que arecompensa seja uma consequência direta do comportamento (Skinner, 2003).

Se você gostou do artigo e achou útil, por favor, deixe um comentário logo abaixo para compartilhar sua opinião conosco. Ela é extremamente valiosa para mim!

Um forte abraço e votos de sucesso!

José Sergio Marcondes – CES – CPSI – Gestor, Consultor e Diretor do IBRASEP. Sou um profissional com competências sólidas nas áreas de segurança privada e gestão empresarial. Conecte comigo nas redes sociais.

Ajudar a divulgar nosso trabalho é fundamental! Curta e compartilhe nossas publicações com seus amigos nas redes sociais. Essa atitude não apenas incentiva o autor a publicar mais artigos relevantes, mas também possibilita que mais pessoas tenham acesso a esse conteúdo valioso.

Faça parte da nossa comunidade!

Você busca conhecimentos atualizados e oportunidades para aprimorar suas competências nas áreas de segurança privada e gestão empresarial? Não perca a chance de se manter informado e conectado com as últimas tendências e insights do setor!

Inscreva-se em nossa Newsletter e junte-se ao nosso Grupo no WhatsApp para receber notificações sobre novos artigos, dicas valiosas e recursos adicionais que impulsionarão sua carreira profissional.

Indicação de Artigos Complementares

Sugiro a leitura dos artigos a seguir como forma de complementar o aprendizado desse artigo.

Motivação: O que é, Definição, Conceito, Quais são os Tipos, Importância

Teoria ERG (ERC) de Alderfer: O que é? Em Que consiste a Teoria ERG

Teoria dos Dois Fatores de Herzberg: Fatores Higiênicos e Motivacionais

Teoria X e Teoria Y de Douglas McGregor: O que são? Suposições

Hierarquia de Necessidades de Maslow: O que? Como Funciona

Dados para Citação Artigo

MARCONDES, José Sérgio ( 24 de agosto de 2021)Teoria do Reforço de Skinner : O que é, Principais Conceitos. Disponível em Blog Gestão de Segurança Privada:– Acessado em (inserir data do acesso).

Referencias

Skinner, B. (2003). Ciência e Comportamento Humano. São Paulo – Livraria Martins
Fontes Editora, Lda.

Silva, M. (2008). As Práticas de Recompensas: Consequências na Perceção de Justiça e
na Satisfação dos Trabalhadores. Lisboa: Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da
Empresa.

MARRAS, Jean Pierre. Administração de recursos humanos: do operacional ao estratégico.
3.ed. São Paulo: Futura, 2000.

"? Fique por Dentro! Junte-se ao Nosso Grupo de WhatsApp!

Quer ser o primeiro a receber todas as atualizações do nosso blog? Então, não perca tempo! Junte-se ao nosso Grupo de WhatsApp agora mesmo e esteja sempre atualizado(a) com as últimas postagens.

Sobre o Autor

José Sergio Marcondes
José Sergio Marcondes

José Sergio Marcondes é formado em Gestão de Segurança Privada e possui MBA em Gestão Empresarial e Segurança Corporativa. É especialista em Segurança Privada, certificado com CES (Especialista em Segurança Empresarial) e CPSI (Certificado Profissional em Segurança Internacional). Atualmente, atua como consultor e diretor do IBRASEP, trazendo uma notável expertise em segurança, além de possuir sólidos conhecimentos nas áreas de gestão empresarial Com mais de 30 anos de experiência na área de segurança privada, acumulando resultados relevantes nas áreas operacionais, administrativas e comerciais.

5 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


  1. Muito interessante o artigo. Gostei muito, mas observei que o REFORÇO NEGATIVO é uma espécie do gênero INCENTIVO POSITIVO, certo? Neste caso, conforme ilustrado no quadro, o Reforço Negativo seria uma forma de incentivo ao se retirar algo para incentivar um comportamento desejado, estou certo? Por exemplo, retirar a obrigatoriedade de “bater o ponto” para funcionários que não se atrasaram dentro de 1 ano de emprego. Isso seria um REFORÇO NEGATIVO?

    Fiquei na dúvida pois neste artigo, nos últimos parágrafos, fala que o Reforço Negativo poderia ser uma advertência, suspensão ou algo do gênero.

    Parabéns pelo artigo.
    Obrigado por disponibilizá-lo.

  2. Olá Colega!
    Obrigado pelo seu comentário
    Forte abraço e sucesso.

  3. Olá João Jaouiche!
    Obrigado pelo seu comentário.
    Forte abraço e sucesso.

Solicitar exportação de dados

Use este formulário para solicitar uma cópia de seus dados neste site.

Solicitar a remoção de dados

Use este formulário para solicitar a remoção de seus dados neste site.

Solicitar retificação de dados

Use este formulário para solicitar a retificação de seus dados neste site. Aqui você pode corrigir ou atualizar seus dados, por exemplo.

Solicitar cancelamento de inscrição

Use este formulário para solicitar a cancelamento da inscrição do seu e-mail em nossas listas de e-mail.