- 5790FBE8A27AC0FA6FCB89065534CF70

O que é Mapa de Riscos Ambientais? Conceito e Finalidade.

O que é Mapa de Riscos Ambientais: Conceito e FinalidadeO que é Mapa de Riscos Ambientais?

O Mapa de Riscos Ambientais  é uma representação gráfica de um conjunto de fatores de riscos presentes num setor de trabalho de uma organização, capazes de acarretar acidente do trabalho ou doença ocupacional aos trabalhadores.

O Mapa de Riscos Ambientais é uma das ferramentas utilizadas na segurança do trabalho para identificar e sinalizar fatores de riscos existentes no setor de trabalho.

[ads1]

O mapa de riscos ambientais é um mapeamento dos pontos de risco nos diferentes setores da organização.

Trata-se de identificar situações e locais potencialmente perigosos, capazes de causar acidentes ou doenças ao trabalhador.

O mapa de riscos  é uma ferramenta complementar as atividades da higiene do trabalho no ambiente organizacional.

Elaboração do Mapa de Riscos Ambientais

A elaboração do Mapa de Riscos é prevista na NR 9 que trata sobre o Programa de Prevenção de Riscos Ambientais – PPRA.

A elaboração do Mapa de Riscos Ambientais é atribuição da CIPA em conjunto com o SESMT.

A partir de uma planta baixa dos diversos setores da organização são levantados todos os tipos de riscos e classificados conforme grau de perigo.

A identificação é feita por meio de círculos de tamanhos pequeno, médio e grande, conforme grau de perigo e de cores conforme tipos de riscos.

Classificação dos riscos por grau de perigo

Círculo pequeno – Corresponde a grau de risco pequeno

Círculo médio – Corresponde a grau de risco médio

Círculo grande – Corresponde a grau de risco grande

Classificação dos riscos por grupos

Os riscos são classificados por grupos, de acordo com sua natureza e padronizados por cores, a fim de facilitar sua identificação visual.

GRUPO 1
VERDE
GRUPO 2
VERMELHO
GRUPO 3
MARROM
GRUPO 4
AMARELO
GRUPO 5
AZUL
Riscos Físicos Riscos
Químicos
Riscos
Biológicos
Riscos
Ergonômicos
Riscos Acidentes
Ruídos Poeiras Vírus Esforço físico
intenso
Arranjo físico
inadequado
Vibrações Fumos Bactérias Levantamento e
transporte manual
de peso
Máquinas e
equipamentos sem
proteção
Radiações
ionizantes
Névoas Protozoários Exigência de postura inadequada Ferramentas inadequadas ou
defeituosa
Radiações não
ionizantes
Neblinas Fungos Controle rígido de produtividade Iluminação inadequa
Frio Gases Parasitas Imposição de
ritmos excessivos
Eletricidade
Calor   Bacilos Trabalho em turno
e noturno
Probabilidade de
incêndio ou explosão
Pressões
anormais
Substâncias,
compostas ou
produtos
químicos em
geral
  Jornadas de
trabalho
prolongadas
Armazenamento
inadequado
Umidade     Monotonia e
repetitividade
Animais peçonhentos
      Outras situações
causadoras de stress
físico e/ou psíquico
Outras situações de
risco que poderão
contribuir para a
ocorrência de
acidentes

Ilustração do mapa de riscosO que é Mapa de Riscos Ambientais

Quando num mesmo local houver incidência de mais de um risco de igual gravidade, utiliza-se o mesmo circulo, dividindo-o em partes, pintando-as com cor correspondente ao risco.

Após discutido e aprovado pela CIPA, o Mapa de Riscos, deverá ser afixado no local analisado, de forma visível e de fácil acesso para os trabalhadores.

Objetivos do Mapa de Riscos Ambientais

a) reunir as informações necessárias para estabelecer o diagnóstico da situação de segurança e saúde no trabalho na empresa;

b) possibilitar, durante a sua elaboração, a troca e divulgação de informações entre os trabalhadores, bem como estimular sua participação nas atividades de prevenção.

A proposta é que o mapa de risco permita a identificação visual e rápida dos tipos de riscos existentes em um setor, assim como sua gravidade.

Contribua com o artigo deixando seu comentário logo abaixo, ele é muito importante para o “Nosso Blog”!

Curta e compartilhe as publicações com seus colegas pelas redes sociais, assim estará colaborando para o fortalecimento e reconhecimento da importância da área de segurança.

Navegue em “Nosso Blog” e descubra outros artigos interessantes e úteis para o seu aprimoramento.

Obrigado pela visita e sucesso na sua carreira profissional!

José Sérgio Marcondes – Autor Artigo

[ads2]

 

"? Fique por Dentro! Junte-se ao Nosso Grupo de WhatsApp!

Quer ser o primeiro a receber todas as atualizações do nosso blog? Então, não perca tempo! Junte-se ao nosso Grupo de WhatsApp agora mesmo e esteja sempre atualizado(a) com as últimas postagens.

Sobre o Autor

José Sergio Marcondes
José Sergio Marcondes

José Sergio Marcondes é formado em Gestão de Segurança Privada e possui MBA em Gestão Empresarial e Segurança Corporativa. É especialista em Segurança Privada, certificado com CES (Especialista em Segurança Empresarial) e CPSI (Certificado Profissional em Segurança Internacional). Atualmente, atua como consultor e diretor do IBRASEP, trazendo uma notável expertise em segurança, além de possuir sólidos conhecimentos nas áreas de gestão empresarial Com mais de 30 anos de experiência na área de segurança privada, acumulando resultados relevantes nas áreas operacionais, administrativas e comerciais.

8 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


  1. Olá Atalicio Novaes!
    Sim! na minha opinião o Mapa de Risco pode ser considerado um EPC. Embora a NR 26 não site o Mapa de Risco ela descreve que “devem ser adotadas cores para segurança em estabelecimentos ou locais de trabalho, a fim de indicar e advertir acerca dos riscos existentes., e que As cores utilizadas nos locais de trabalho para identificar os equipamentos de segurança, delimitar áreas, identificar tubulações empregadas para a condução de líquidos e gases e advertir contra riscos,(…).

    Ao analisar o contexto da NR 26 é possível chegar a conclusão que o Mapa de Rico supre os requisitos previsto na NR 26 para ser considerado uma sinalização de segurança.

    Espero ter contribuído para esclarece suas dúvidas.
    Forte abraço e sucesso.

  2. Bom dia professor José Sérgio!
    Uma dúvida que tenho sobre mapa de risco é com respeito se eu posso considera-lo como um EPC?
    Algumas pessoas consideram o mapa de risco como EPC, afirmando que é uma sinalização de segurança, porém o mesmo não é reconhecido na NR 26 como como tal.
    Agradeço pela atenção.

  3. Olá Vitoria!
    Obrigado pelo seu comentário.
    Forte abraço e sucesso!

  4. Olá Paulo Cesar!
    Obrigado pelo seu comentário, e com certeza sua colaboração ajudando a esclarecer e elucidar dúvidas dos nossos leitores é muito bem vista.
    Forte abraço e sucesso na sua carreira.

  5. Quando a atividade envolver outros Risco. Sim! mas nesse caso, creio que os parâmetros do PPRA e a atividade a ser realizada é que lhe darão esse nível. Ex: atividade em Altura, acima de dois metros o que é recomendado? EPI e EPC, Risco eminente de queda / morte.( Risco Grande) Outro ex: Atividades em Escritórios, realizar atividades lançar dados no computador(risco Pequeno). Creio ser por ai. abçs até próxima.

  6. Quero parabenizar pelo blog, assuntos bastante pertinentes. E me colocar a inteiro dispor naquilo que estiver ao meu alcance para colaborar com os gestores do Blog e os Participantes também,

  7. Olá, tenho uma dúvida quanto a como saber nível de risco de uma atividade, como mensurar se é pequeno, médio ou grande? Seria pela número de perigo a qual a pessoa estaria exposta?

Solicitar exportação de dados

Use este formulário para solicitar uma cópia de seus dados neste site.

Solicitar a remoção de dados

Use este formulário para solicitar a remoção de seus dados neste site.

Solicitar retificação de dados

Use este formulário para solicitar a retificação de seus dados neste site. Aqui você pode corrigir ou atualizar seus dados, por exemplo.

Solicitar cancelamento de inscrição

Use este formulário para solicitar a cancelamento da inscrição do seu e-mail em nossas listas de e-mail.