- 5790FBE8A27AC0FA6FCB89065534CF70

Sistema de Controle de Ronda da Segurança e Vigilância Patrimonial

Sistema de Controle de Ronda de Segurança

O Sistema de Controle de Ronda é uma ferramenta de gestão da segurança privada projetada, desenvolvida e utilizada para o gerenciamento das rondas realizadas pelos agentes de segurança. Ela permite a coleta, registro, armazenamento e disponibilização de dados sobre rondas executadas para fins de tratamento e confecção de relatórios de gestão.

Seu objetivo principal é coletar dados sobreas as rondas realizadas e monitorar a execução das mesmas, com a finalidade de possibilitar a emissão de relatórios gerenciais e de alertar sobre interrupções ou falhas nos processos de execução.

Os sistemas de controles de rondas também são conhecidos como controle eletrônico de ronda, ronda online, ou simplesmente ronda eletrônica.

É uma ferramenta de gestão da segurança que visa o controle e monitoramento das rondas da segurança, objetivando a comprovação de sua realização e a melhorar na qualidade dos serviços prestados.

Postado 29/06/2021
Escrito por José Sérgio Marcondes – CES
Especialista em Segurança Empresarial
Consultor em Segurança Privada
CEO/Diretor do IBRASEP

Conceitos e Características das Rondas de Segurança

Um dos principais serviços prestados pelas empresas de segurança privada, é a proteção física de áreas, edificações e instalações, onde uma das principais técnicas de proteção utilizada são as rondas de segurança.

O termo ronda de segurança refere-se as vistorias e inspeções físicas efetuadas regularmente por agentes de segurança em áreas e instalações vigiadas, de forma a verificar se os pontos de vulnerabilidades e de riscos potenciais estão de acordo com o esperado. Sendo as principais ameaças a intrusão, o fogo, acidentes e inundações.

A ronda de segurança é uma atividade móvel de monitoramento, acompanhamento e fiscalização de comportamentos, atividades, e condições de pessoas, áreas, edificações, equipamentos, tecnologias e materiais, realizadas pela vigilância patrimonial, que tem por finalidade cobrir os espaços vazios existentes entre pontos de controle de acesso e postos de vigilância.

As rondas de segurança podem ser internas ou perimetrais; a pé ou com a utilização de algum tipo de veículo (carro, moto, bicicleta etc.).

Uma das formas das empresas de segurança garantirem e comprovarem para seus clientes que as rondas contratadas estão sendo realizadas conforme o contrato de prestação de serviço é por meio de um Sistema de Controle de Ronda que registre as atvidades realizadas pelos vigilantes, e que permitam a confecção de relatórios de atividades.

Atualmente, para atingir esse objetivo o mercado da segurança disponibiliza diversos tipos de recursos e equipamentos, especialmente desenvolvidos para realizar esse tipo de controle.

O que é um Sistema de Controle de Ronda?

O Sistema de Controle de Ronda é uma ferramenta de gestão da segurança privada projetada, desenvolvida e utilizada para o gerenciamento das rondas realizadas pelos agentes de segurança. Ela permite a coleta, registro, armazenamento e disponibilização de dados sobre rondas executadas para fins de tratamento e confecção de relatórios de gestão.

O sistema de controle de ronda também é conhecido como controle eletrônico de ronda, ronda online, ou simplesmente ronda eletrônica.

Seu objetivo principal é coletar dados sobreas as rondas realizadas e monitorar a execução das mesmas, com a finalidade de possibilitar a emissão de relatórios gerenciais e de alertar sobre interrupções ou falhas nos processos de execução.

Atualmente existem no mercado diversos equipamentos para a realização do controle e gestão das rondas de segurança, inclusive com possibilidade de monitoramento em tempo real pela Central de Monitoramento da Segurança.

O sistema de controle de rondas se apresenta como uma ferramenta essencial para acompanhar e registrar as rondas, visitas e inspeções dos colaboradores da segurança, faz parte de um sistema integrado de segurança que visa potencializar as ações da segurança.

Nesse tipo de controle, o agente da segurança registra eletronicamente a passagem pelos locais predeterminados e, através de relatórios, será possível visualizar estas passagens com os horários dos pontos visitados e obter índices de desempenho em relação ao padrão desejado.

Quem pode utilizar os Sistema de Ronda Eletrônica?

  • Vigilantes e vigias – para controle da realização das rondas programadas incluindo alarme de ronda não realizada, controle da chegada do agente ao posto de serviço e registro de eventos durante o turno de trabalho;
  • Fiscais, inspetores ou supervisores operacionais – registro das visitas aos postos, registro de incidentes e informações do posto.

Objetivos do Sistema de Controle de Ronda

Dentre os objetivos do sistema de rondas eletrônica estão:

  • Motivar os profissionais da segurança para execução das rondas de acordo com o cronograma e percurso preestabelecido;
  • Possibilitar o registro, tratamento e gerenciamento de dados e informações relacionados as rondas efetuadas;
  • Permitir a automação dos controles de ronda, tais como alarme de falha, alerta de incidentes e emissão de relatórios, etc.;
  • Possibilitar a identificação de imobilização ou mal súbitos do agente de segurança durante o processo de execução das rondas;
  • Viabilizar, através de seus dados registrados e relatórios emitidos, o estabelecimento de indicadores de desempenho ( KPI);
  • Fornecer dados para analise de riscos, confecção de planos de segurança e melhorias no processos de gestão da segurança.
  • Entre outros.

Origem do Sistema de Controle de Ronda

A necessidade de buscar meios para registrar e controlar as rondas realizadas pelos profissionais da segurança privada é antiga. Na realidade acho que ela sempre existiu, o que mudou ao longo do tempo foi os meios empregados para realizar esse controle.

Para cumprir sua missão de proteção de instalações, áreas e edificações, além de postos fixos de vigilância, a segurança faz uso também de rondas de segurança, a fim de inspecionar locais críticos e pontos sensíveis do estabelecimento.

A ronda é uma estratégia de segurança que consiste em criar, com base em analise de riscos, percursos de fiscalizações obrigatórias, a fim de cobrir uma determinada área do estabelecimento com objetivo de identificar anormalidades.

Neste contexto, para obrigar e certificar-se de que o agente de segurança fez o percurso definido para ronda, conforme o planejado, foi definido ao longo do percurso vários pontos de controle ou Check-Point, com objetivo de checar se o vigilante passou naquele local na hora e data prevista.

Relógio de Ronda

Os primeiros sistema de controle de ronda, eram os chamados “Relógios de Rondas”, eram sistemas mecânicos, onde seu funcionamento era relativamente simples.

O relógio de ronda tinha um formato circular e confeccionada em metal. Em seu interior era colocado um disco de papel carbonado, para registro dos eventos. Era acompanho de várias chaves de marcação, que eram fixadas nos pontos de controle das rondas.

Relógio de Ronda

Na hora da ronda, o agente da segurança levava consigo o relógio, ao passar pelo ponto de controle, ele pegava a chave de marcação, fixada no ponto de controle, introduzia no local apropriado do relógio e girava. Essa operação gerava uma marcação no disco de papel carbonado, no interior do relógio, com os seguintes dados: hora e chave utilizada.

Dessa forma, os dados referentes as rondas eram armazenados nos disco de papel, que era substituído, em media, a cada 3 dias. Esses discos eram guardados como comprovantes das rondas efetuadas.

Para acesso ao interior do relógio, para substituição do disco de papel, era necessário uma chave especifica que ficava sob posse do responsável pela segurança.

Evolução do Sistema de Controle de Ronda

Embora aparentemente rudimentar e bem simples, o uso do relógio de ronda se deu até o final da década de 90, quando surgiram os primeiros sistemas de controle de rondas digitais, a partir dai os sistemas mecânicos passaram a ser aposentados, dando lugar aos novos sistemas digitais.

O principio do controle sobre as rondas ficou o mesmo, apenas substituíram-se as chaves metálicas por pontos eletrônicos ou códigos de barras, e o relógio por leitores eletrônicos de tecnologia RFID (identificação por radio frequência) ou óticos.

Embora os modelos de sistemas de controle variem no formato, o seu modo de funcionamento é semelhante. Baseia-se na utilização de um leitor portátil para registrar as passagens nos vários pontos de controles, e um software de gestão que recebe os dados armazenados no leitor através de uma conexão com ou sem fio, podendo assim ser efetuado o tratamento dos dados.

Composição do Sistema de Controle de Ronda

De forma geral, podemos dizer que um sistema de controle eletrônico de ronda é composto por quatro elementos básicos:

1) Ponto de Controle de Ronda

Local de passagem obrigatória para o agente de segurança, onde são fixados dispositivos eletrônicos, códigos de barras ou GR Code, com códigos de identificações únicos, que deve ser registrados pelo rondante. Dentre os recursos utilizados para armazenar os códigos estão:

  • QR Code – código bidimensional, que pode ser facilmente lido e interpretado por smartphones ou tablet;
  • O Beacon é um dispositivo eletrônico que transmite seu identificador via bluetooth, pode ser conectado a smartphones ou tablet;
  • O iButton é um circuito eletrônico (chip), com um número de série único, gravado a laser e encapsulado num invólucro de aço inox. Pode ser conectado aos Pen Steel, Bastão de ronda;

2) Coletor Portátil

Coletor Portátil é o aparelho eletrônico capaz de ler e armazenar os dados contidos no sistema utilizado para identificar o Ponto de Controle. Exemplos: Pen Steel, Bastão de ronda, coletor dados, Smartphones e tabletes.

3) Interface de Comunicação

A interface de comunicação refere-se ao meio de conexão a ser utilizado para transferir os dados do coletor portátil para a estação de tratamento dos dados (Computador), atualmente essa comunicação pode ser via cabo, linha fixa de telefone, ou via 3G, 4G ou Wifi.

4) Software de Gerenciamento da Ronda

O software de gerenciamento da ronda é o programa computacional desenvolvido especificamente receber, armazenar e tratar os dados coletados durante a ronda e fornecer relatórios gerenciais.

Em alguns sistemas, o software também realiza o monitoramento online do Coletor Portátil e dispara alertas para o operador da central de monitoramento quando a coleta dos dados nos pontos de controle não são realizados conforme o esperado.

Tipos de Sistema de Controle de Ronda

Os tipos de sistemas de controle de rondas de segurança existentes podem ser resumidos em dois modelos básicos:

  1. Controle de Ronda com Uso de Coletor Portátil de Dados; e
  2. Sistema de Controle de Ronda via Web e Dispositivos Mobile.

1. Controle de Ronda com Uso de Coletor Portátil de Dados

O coletor portátil de dados é um equipamento eletrônico capaz de se conectar com um dispositivo eletrônico instalado no ponto de controle e receber informações dessa conexão. Eles podem ser de vários formatos, tamanhos e cores. Os mais comuns são chamados bastão de ronda.

A maior parte dos coletores portáteis de dados, de acordo com suas características de fabricação e emprego, realizam pelo menos uma das funções a seguir:

  • conecta remotamente com a central, e envia dados sobre a ronda realizada;
  • possui módulos conexão 3G, 4G e WIFI;
  • usa tecnologia RFID (tecnologia que permite a captura automática de dados, para identificação de objetos com dispositivos eletrônicos, conhecidos como etiquetas eletrônicas, tags, RF tags ou transponders, que emitem sinais de radiofrequência para leitores que captam estas informações;
  • contam bateria interna de alta duração, recarregável;
  • possui botão de pânico;
  • permite enviar e receber mensagens;
  • coletas dados sobre a ronda;
  • permite registro de eventos durante a ronda;
  • aciona alarme de falha de ronda;
  • Entre outros recursos.
Controle de Ronda com Uso de Coletor Portátil de Dados

2. Sistema de Controle de Ronda via Web e Dispositivos Mobile

A Ronda Web é um sistema de controle de rondas que utiliza dispositivos móveis para a coleta e registro de informações.

O Sistema via web e mobile para controle de Rondas de segurança , gerencia a execução das rondas por meio de um celular ountablet, substituindo os bastões de rondas ou outros coletores portáteis.

Possibilita a integração das várias funções em uma única plataforma: controle de rondas e presenças, botão de pânico, ocorrências com relatos, fotos e vídeo preenchimento de check-lists entre outros.

A plataforma web, por meio de aplicativos, disponibiliza acompanhamento em tempo real a operação, possibilitando maior controle e visibilidade sobre a operação em campo. Possibilita monitoramento e rastreio via GPS, 3G, 4G ou Wifi.

Como é que funciona o Controle de Ronda?

O processo de controle da ronda de vigilância começa a ser estruturada pela definição do caminho a ser percorrido pelos pelos vigilantes. Estes percursos, normalmente, são estrategicamente definidos no plano de segurança da organização.

No processo de definição do percurso das rondas do vigilante são elencados (especificado e listado) os pontos de controle das rondas.

Ponto de Controle é um ponto específico e estrategicamente identificado no percurso da ronda, cuja a presença do vigilante se faz necessário, tem em vista os riscos e vulnerabilidades identificados, tornado ponto obrigatórios de passagem do vigilante no seu processo de execução da ronda.

Os Pontos de Controles de Ronda são denominados por alguns gestores de segurança como Check-point (ponto de verificação onde os vigilantes registram suas presenças, fazem inspeções e onde devem ser instalados os dispositivos eletrônicos para coleta de dados das rondas).

Os dispositivos, a serem afixados nos pontos de controle, podem ser de diferentes tecnologias, tais como os iButtons, QrCodes, Código de barras ou Beacons.

Finalmente, complementando este processo, temos o vigilante , que faz as rondas, Nos pontos de controle, os vigilantes deverão fazer a leitura dos QrCodes ou dos Beacons, ou no caso dos bastões, fazer contato com os iButtons, toda vez que passarem por eles.

Ao fazer a leitura do dispositivo, instalado no local, serão gravados no coletor (smartphones, bastões ou outros equipamentos eletrônicos), a identificação do dispositivo, juntamente com o local, registro de data e hora.

Estes dados serão transmitidos, via web ou cabo, para os softwares de gerenciamento, transformando se em informações sobre a execução da ronda.

Vantagens do Sistema de Controle de Ronda

Os controles eletrônicos de ronda traz uma seria de benéficos para a empresa e para os agentes de segurança, dentre os quais podemos destacar:

  • Fator motivador para os profissionais da segurança executarem as rondas de acordo com o cronograma e percurso preestabelecido;
  • Facilidade de registro, tratamento e gerenciamento de dados e informações relacionados as rondas efetuadas;
  • Possibilidade de a automação dos controles de ronda, tais como alarme de falha, alerta de incidentes e envio automático de relatórios, etc.;
  • Possibilidade de identificar mais rapidamente a imobilização ou mal súbitos do agente de segurança durante o processo de execução das rondas;
  • Fornecimento de dados para analise de riscos, confecção de planos de segurança e melhorias no processos de gestão da segurança;
  • Gerenciamento remoto das rondas;
  • Aumento da satisfação e fidelização dos Clientes;
  • Possibilidade de intervenção rápida no caso de a ronda não estar sendo realizada conforme as regras determinadas;
  • O sistema possibilita a obtenção rápida de dados históricos para intervalos de tempo específicos;
  • Possibilita o registro e gerenciamento de incidentes e inconformidades;
  • Otimização dos Processos;
  • O controle eletrônico de ronda viabiliza, através de dados registrados e relatórios, o estabelecimento de indicadores de desempenho KPI.

Rejeição por Parte dos Usuários

Em algumas organizações o controle de rondas gera, em alguns colabores da segurança, certa rejeição e desconfiança, isso ocorre por vários motivos, dentre eles:

  • Falhas de comunicação no processo de implantação do controle, não foi esclarecido para o usuário os benefícios do recurso disponibilizado, principalmente para ele;
  • Falhas nos processos ou ausência de treinamento regulares;
  • Erro no processo de seleção de pessoas, que gerou a contratação de candidato com perfil inadequado para a função;
  • Falhas no processo de gestão de pessoas, que causa descontentamentos, perda de comprometimento profissional, e desmotivação para execução das atvidades para que foi contratado.

Para o profissional motivado com o seu emprego e comprometido com os objetivos da empresa, o sistema de controle de rondas pode ser visto como algo positivo, é uma das formas de comprovar a eficácia e eficiência do seu trabalho, que muitas vezes, devido ao horário ou distancia, não é visto in loco por seus superiores.

Os sistemas de controles de rondas permite identificar o profissional que fez as rondas, sua pontualidade e disciplina no seguimento do percurso definido para ronda, assim com, as inconformidades e eventos adversos que identificou durante suas rondas, dados que permitem avalizar a qualidade das rondas efetuadas, assim como o comprometimento do profissional com suas atribuições.


Se você gostou do artigo, e/ou quer acrescentar algo, deixe seu comentário logo abaixo, ele é muito importante para mim.

Aqui no Blog publico frequentemente artigos relacionados a segurança privada e gestão organizacional, visando sempre agregar conhecimento para os leitores, visando seu desenvolvimento profissional e pessoal.

Registre seu e-mail logo abaixo e receba avisos sobre novas publicações, é grátis e seguro, não envio Spam ou disponibilizo seu e-mail para terceiros.

[jetpack_subscription_form subscribe_placeholder=”Digite seu endereço de e-mail” show_subscribers_total=”false” button_on_newline=”true” submit_button_text=”Registrar-se” custom_font_size=”16px” custom_border_radius=”0″ custom_border_weight=”1″ custom_padding=”15″ custom_spacing=”10″ submit_button_classes=”” email_field_classes=”” show_only_email_and_button=”true”]

Minha missão é contribuir com o desenvolvimento e/ou aprimoramento de talentos, através do compartilhamento de conhecimentos e experiências testados e acumulados em mais de 25 anos de atuação na área de gestão organizacional.

Forte abraço e sucesso!
José Sérgio Marcondes – CES
Especialista em Segurança Empresarial
Consultor em Segurança Privada
CEO/Diretor do IBRASEP

Indicação de Artigos Complementares

Sugiro a leitura dos artigos a seguir como forma de complementar o aprendizado desse artigo.

Ronda de Segurança Privada: O que é? Objetivos e Tipos de Rondas

Vigilância Patrimonial Armada ou Desarmada, Conceito, lei.

Central de Monitoramento: O que é, Características, Como funciona

Empresas de Segurança Patrimonial ou Vigilância Patrimonial

Sistema Integrado de Segurança [SIS] – O que é? Objetivos e Exemplos

Dados para Citação Artigo

MARCONDES, José Sérgio (29 de junho de 2021). Sistema de Controle de Ronda de Segurança/Vigilância Patrimonial. Disponível em Blog Gestão de Segurança Privada: https://gestaodesegurancaprivada.com.br/sistema-de-controle-de-ronda-da-seguranca-vigilancia-patrimonial/– Acessado em (inserir data do acesso).

"? Fique por Dentro! Junte-se ao Nosso Grupo de WhatsApp!

Quer ser o primeiro a receber todas as atualizações do nosso blog? Então, não perca tempo! Junte-se ao nosso Grupo de WhatsApp agora mesmo e esteja sempre atualizado(a) com as últimas postagens.

Sobre o Autor

José Sergio Marcondes
José Sergio Marcondes

José Sergio Marcondes é formado em Gestão de Segurança Privada e possui MBA em Gestão Empresarial e Segurança Corporativa. É especialista em Segurança Privada, certificado com CES (Especialista em Segurança Empresarial) e CPSI (Certificado Profissional em Segurança Internacional). Atualmente, atua como consultor e diretor do IBRASEP, trazendo uma notável expertise em segurança, além de possuir sólidos conhecimentos nas áreas de gestão empresarial Com mais de 30 anos de experiência na área de segurança privada, acumulando resultados relevantes nas áreas operacionais, administrativas e comerciais.

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Solicitar exportação de dados

Use este formulário para solicitar uma cópia de seus dados neste site.

Solicitar a remoção de dados

Use este formulário para solicitar a remoção de seus dados neste site.

Solicitar retificação de dados

Use este formulário para solicitar a retificação de seus dados neste site. Aqui você pode corrigir ou atualizar seus dados, por exemplo.

Solicitar cancelamento de inscrição

Use este formulário para solicitar a cancelamento da inscrição do seu e-mail em nossas listas de e-mail.