- 5790FBE8A27AC0FA6FCB89065534CF70

Concertina: O que é, Significado e Tipos de Cercas Concertinas

Cerca Concertina: O que é, Significado

A Cerca Concertina ou simplesmente Concertina, é um tipo de arame farpado, disponibilizado em formato de grandes espirais, que possui lâminas pontiagudas, cortantes e perfurantes com potencial de causar sérios ferimentos, que podem ser expandidos como uma sanfona para cobrir um determinado trajeto. Seu objetivo é impedir ou dificultar a entrada ou saída em uma determinada área, local ou edificação.

A concertina também é conhecida como cerca ouriço, trata-se de uma barreira de segurança conhecida como sendo a versão moderna das cercas de o arame farpado utilizado para proteção perimetral. Provavelmente recebeu este nome por ter (quando instalada) a disposição física de uma sanfona, em formato de espiral.

De acordo com suas característica de construção e emprego, a concertina pode ser de três tipos: Simples, Clipada ou Flat. Lendo esse artigo até o final você irá aprimorar seus conhecimentos sobre a concertina, sua aplicabilidade e benefícios.

Escrito por José Sérgio Marcondes Postado 13/07/2021


Barreiras Físicas

Barreiras físicas de proteção são obstáculos físicos usadas para definir os limites físicos de áreas, instalações ou edificações e bloquear acessos não autorizados.

As barreiras físicas são recursos de segurança física que limitam, restringem, canalizam ou impedem o acesso de pessoas, veículos ou objetos.

As barreiras de proteção consistem em duas categorias principais:

  • Barreiras físicas naturais – são os recursos disponibilizados pela natureza (relevo, montanhas, penhascos, valas, rios, represas ou outras características do terreno que são difíceis de atravessar).
  • Barreiras físicas estruturais – são dispositivos feitos pelo homem (como cercas, paredes, pisos, telhados, grades, barras, bloqueios de estradas, sinais ou outra construção) usados ​​para restringir, canalizar ou impedir o acesso.

Neste contexto, as cercas concertinas são utilizadas para potencializar a capacidade de defesa das barreiras físicas estruturais. Normalmente elas são utilizadas sobre muros, cercas ou grades, como forma de impedir ou dificultar sua transposição.

O que é Concertina?

A Cerca Concertina ou simplesmente Concertina, é um tipo de arame farpado, disponibilizado em formato de grandes espirais, que possui lâminas pontiagudas, cortantes e perfurantes com potencial de causar sérios ferimentos, que podem ser expandidos como uma sanfona para cobrir um determinado trajeto. Seu objetivo é impedir ou dificultar a entrada ou saída em uma determinada área, local ou edificação.

A concertina é utilizado com relativa frequência para proteção de áreas e edificações militares, e áreas perimetrais de estabelecimentos prisionais. Também é usado em ambientes civis e privados como medida de segurança física contra acessos não autorizados, em empresas, industrias, condomínios, residências e etc.

A concertina também é conhecida como cerca ouriço, trata-se de uma barreira física de segurança conhecida como sendo a versão moderna das cercas de o arame farpado utilizado para proteção perimetral. Provavelmente recebeu este nome por ter (quando instalada) a disposição física de uma sanfona, em formato de espiral.

É considerada uma barreira de segurança altamente eficiente, normalmente utilizada na parte superior de muros, alambrados, cercas, portões etc.

A cerca concertina foi idealizada e é construída para barrar e tentar dissuadir qualquer pessoa a ultrapassar a barreira por ele criada. Em toda extensão das espirais existem lâminas afiadas e pontiagudas, mostrando claramente que foram criadas para bloquear, cortar, penetrar e agarrar.

Definição de Concertina

De acordo os dicionários da língua portuguesa, existem duas definições para a palavra concertina. A primeira definição de concertina refere-se a instrumento musical.

Concertina, como instrumento musical, é uma espécie de acordeão que apresenta uma caixa poligonal, geralmente em forma hexagonal ou octogonal. Ela apresenta grande importância no folclore nacional de Portugal e também em algumas regiões do Brasil.

Concertina também pode ser definida como uma cerca de arame fabricada em aço em forma de espiral, que possui lâminas pontiagudas, cortantes e perfurantes que podem causar sérios ferimentos. É um produto originalmente utilizado em proteção de instalações militares, que se tornou cada vez mais popular na segurança privada.

O formato em espiral possibilita que a concertina ocupe um espaço maior na sua trajetória e que corte para todos os lados, tornando o acesso do invasor muito mais difícil e arriscado. É a evolução natural do arame farpado, pois é muito mais intimidadora e difícil de cortar com alicates tradicionais.

A concertina é um espécie de fita metálica farpada no formato espiralado que atua como uma eficiente barreira contra invasões. No princípio era utilizada como um elemento da arquitetura militar para a defesa. Com o tempo, o uso da concertina acabou deixando de ser restrito a áreas militares e passou a ser utilizada também na esfera civil.

Qual a Origem da Concertina?

A origem da concertina como medida de proteção está relacionada a Primeira Guerra Mundial, onde os soldados, para proteger suas bases militares e trincheiras passaram a utilizar arames farpados, usados para fins agrícolas, para criar obstáculos que dificultassem a progressão e o acesso de forças inimigas.

Inicialmente os obstáculos de arame farpado eram feitos estendendo-se pedaços de arame farpado entre estacas de madeira ou ferro. Na sua forma mais simples, tal barreira seria semelhante a uma cerca que pode ser usada para fins agrícolas.

Posteriormente passaram a construir obstáculos mais elaboradas e mais eficientes, enrolando bobinas de arames farpados em peças de madeira ou metal, de forma a agilizar o processo de instalação das cercas nos campos de batalha.

As concertinas de arame farpado podiam ser preparadas nas trincheiras e então implantadas em campo aberto com relativa rapidez, sob o manto da escuridão.

Várias dessas bobinas com algumas estacas para prendê-las no lugar eram tão eficazes quanto uma cerca de arame farpado comum, que deveriam ser construídas cravando estacas e passando vários fios entre elas.

Origem da Concertina

Com o passar do tempo, a indústria atenta as oportunidades de mercado, percebeu que poderia utilizar essa ideia da concertina para desenvolver um produto mais prático e eficaz para proteção de perímetros.

Atualmente a cerca concertina é feita em fábricas e está disponível em formas que podem ser implantadas muito rapidamente. Geralmente são fabricadas em aço galvanizado ou aço inoxidável com arame interno e alta resistência, e lâminas cortantes em toda sua extensão.

Objetivos da Cerca Concertina

No contexto da segurança física de instalações a concertina tem os seguintes objetivos:

  • Dissuadir tentativas de acessos não desejados: refere-se a capacidade que a concertina tem de desestimular um agressor da intensão de invadir o local, devido as suas características físicas, dificuldades de burlar, e riscos de ferimentos ao invasor;
  • Impedir o acesso não autorizado devido as suas características físicas e de resistências;
  • Dificultar e retardar o acesso indevido, de forma a propiciar tempo hábil para acionamento e posicionamento da força de pronta resposta.

É importante considerar que a cerca concertina por si só não impede a intrusão, ele deve estar atrela a um sistema integrado de segurança, composto por: barreiras físicas, iluminação, sistema de alarmes de intrusão, câmeras de segurança, recursos humanos, entre outros.

Características Gerais

  • Geralmente são produzidas em aço galvanizado ou inoxidável;
  • Possuem formato em espiral (sanfonado);
  • Os espirais podem variar de 30 centímetros até quase 1 metro de diâmetro;
  • Possui lâminas pontiagudas, cortantes e penetrantes;
  • Podem ser utilizadas sobre muros, alambrados, telhados ou dispostas no terremos com apoio de postes ou hastes;
  • Tem objetivo principal impedir ou dificultar a entrada ou a saída em uma determinada local;
  • Os tipos mais comuns de concertina são: a Simples, a Clipada e a Flat.

Tipos de Concertinas

Atualmente a cerca concertina é fábrica em vários modelos e para vários propósitos. Os tipos mais comuns de concertina são: Concertinas Simples, Concertina Clipada, Concertina Flat, Concertina Eletrificada e Concertina Monitorada.

1. Concertina Simples

A concertina simples trata-se do modelo tradicional, é produzida em aço galvanizado ou inoxidável e são instaladas através de hastes chumbadas ou fixadas sobre a barreira física, com espaço de 3 a 4 metros. Trata-se de um arame em espiral com espaços abertos variando de 15 a 20 centímetros. O fio é repleto de lâminas pontiagudas e cortantes, que aumentam a proteção.

Concertinas Simples

Esta versão é indicada para áreas menos vulneráveis, que precisam de baixa a média proteção. É a versão tradicional, bastante versátil e de custo mais acessível, podendo ser aplicada em diferentes áreas, como as residenciais, condomínios, indústrias, escolas, locais de obra e comércios com menor risco de furtos.

2. Concertina Clipada

A concertina clipada é semelhante à simples tradicional, com a diferença de ter seus espirais unidos em quatro pontos, o que triplica o fechamento da cerca, dificultando qualquer tipo de acesso, aumentando a proteção. Por isso, esta alternativa é indicada para áreas que necessitam de média a alta proteção, como lojas, centros comerciais, bancos e espaços industriais.

Concertina Clipada

A Concertina clipada, também é chamada de dupla ou entrelaçada, ela possui um sistema de clips que faz com que as espirais fiquem entrelaçadas e adquira uma estrutura própria, permitindo a instalação e fixação diretamente na barreira física através de presilhas ou utilizando hastes de fixação a cada 3 a 4 metros com cabos de aço.

3. Concertina Flat

A concertina flat é parecida com a clipada, mas tem uma característica única, ela possui formato achatado, o que reduz a área ocupada pela cerca. Por conta dessa característica, essa versão é comumente utilizada em áreas que exigem de baixa a alta segurança, porém que tenham um espaço menor para a cerca

A Concertina Flat, também conhecida como concertina plana, é desenvolvida para proteger locais onde a largura não pode ultrapassar as dimensões do muro ou da cerca existente. Um exemplo de aplicação é portão de “correr”.

É indicada para montagem de cercas em locais (residências, empresas e comércios) em que o espaço seja reduzido ou muros menores, já que minimiza a chance de contato com terceiros.

4. Concertina Eletrificada

A concertina eletrificada combina a concertina tradicional com a cerca elétrica, contando com fios embutidos que dão choque.

Como apresenta um reforço a mais para a segurança, a concertina eletrificada é recomendada para qualquer tipo de espaço em que se queira ter um maior nível de proteção, desde residências, passando por comércios e áreas empresariais, até indústrias.

Concertina Eletrificada

5. Concertina Monitorada

A concertina monitorada é igual a tradicional cerca concertina, porém que em seu núcleo, no lugar do arame, leva um cabo de alarme que possibilita o seu monitoramento. Qualquer corte realizado ao longo da concertina monitorada gera um sinal de alarme.

Devido a tecnologia embarcada na concertina monitorada, ela pode ser usada como um sistema de controle e monitoramento de zonas, que além da barreira física da concertina, proporciona o disparo de alarme e a identificação do setor da ocorrência em casos de corte desta.

Com esse tipo de concertina é possível monitorar grandes perímetros com uma única central de alarme e identificar as áreas violadas.

O cabo embutido da concertina leva o sinal de alarme à uma ponta da concertina e o sinal percorre a cerca pelo cabo embutido nas lâminas, retornando à central pelo cabo de retorno. Dessa forma, a concertina monitorada fecha o circuito e tornando a própria concertina o sensor.

Vantagens

A cerca concertina, quando aplicada e instalada de forma correta apresenta vários benefícios e vantagens, dentre os quais destaco:

  • Além de ser uma barreira física eficiente atua também como um obstáculo psicológico por não ser um tipo de barreira comum frente ao grande potencial de causar graves ferimentos e lesões ao invasor;
  • É possível criar barreiras com espirais que podem variar de 30 centímetros até quase 1 metro de diâmetro;
  • Sua durabilidade é longa, resisti às intempéries, maresias, umidade ou calor excessivo e requer baixa manutenção;
  • Sua instalação é simples;
  • Pode ser integrada a praticamente todas as barreiras físicas utilizadas e monitoradas por sistema de alarme;
  • Entre outros.

Instalação da Concertina

A decisão pelo uso da cerca concertina deve ser precedida de uma avaliação de riscos adequada, e uma análise criteriosa da relação: viabilidade x custo x benefício.

Uma vez decidido pelo uso, a instalação da cerca concertina deve ser realizada por uma empresa especializada, fazendo uso de material de boa qualidade.

Embora não haja uma norma especifica, recomenda-se a instalação desse material com no mínimo 2 metros de altura, pois pode causar sérios danos a alguém que entre em contato acidentalmente.

Quais os arranjos possíveis para a cerca concertina?

De acordo com seu propósito a cerca concertina pode ser disposta em vários arranjos conforme ilustra as imagens a seguir:


Se você gostou do artigo, e/ou quer acrescentar algo, deixe seu comentário logo abaixo, ele é muito importante para mim.

Aqui no Blog publico frequentemente artigos relacionados a segurança privada e gestão organizacional, visando sempre agregar conhecimento para os leitores, visando seu desenvolvimento profissional e pessoal.

Registre seu e-mail logo abaixo e receba avisos sobre novas publicações, é grátis e seguro, não envio Spam ou disponibilizo seu e-mail para terceiros.

[jetpack_subscription_form subscribe_placeholder=”Digite seu endereço de e-mail” show_subscribers_total=”false” button_on_newline=”true” submit_button_text=”Registrar-se” custom_font_size=”16px” custom_border_radius=”0″ custom_border_weight=”1″ custom_padding=”15″ custom_spacing=”10″ submit_button_classes=”” email_field_classes=”” show_only_email_and_button=”true”]

Minha missão é contribuir com o desenvolvimento e/ou aprimoramento de talentos, através do compartilhamento de conhecimentos e experiências testados e acumulados em mais de 25 anos de atuação na área de gestão organizacional.

Forte abraço e sucesso!
José Sérgio Marcondes – CES
Especialista em Segurança Empresarial
Consultor em Segurança Privada
CEO/Diretor do IBRASEP

Indicação de Artigos Complementares

Sugiro a leitura dos artigos a seguir como forma de complementar o aprendizado desse artigo.

Muro de Proteção: O que é, Para que serve, Tipos e Características

Perímetro de Segurança Física – Primeira Linha de Defesa

Sistema Integrado de Segurança [SIS] – O que é? Objetivos e Exemplos

Sistemas Eletrônicos de Segurança: O que é? Quais são os Tipos.

Iluminação de Proteção Aplicada a Segurança Física

Segurança Física: Teoria Geral, O que é? Objetivos, Classificação.

Dados para Citação Artigo

MARCONDES, José Sérgio (15 de julho 2021). Cerca Concertina: O que é, Significado e Tipos de Concertinas. Disponível em Blog Gestão de Segurança Privada: – Acessado em (inserir data do acesso).

"? Fique por Dentro! Junte-se ao Nosso Grupo de WhatsApp!

Quer ser o primeiro a receber todas as atualizações do nosso blog? Então, não perca tempo! Junte-se ao nosso Grupo de WhatsApp agora mesmo e esteja sempre atualizado(a) com as últimas postagens.

Sobre o Autor

José Sergio Marcondes
José Sergio Marcondes

Graduado em Gestão de Segurança Privada, MBA em Gestão Empresarial e Segurança Corporativa. Detentor das Certificações CES (Certificado de Especialista em Segurança Empresarial), CPSI (Certificado Profesional en Seguridad Internacional), CISI (Certificado de Consultor Internacional en Seguridad Integral, Gestión de Riesgos y Prevención de Pérdidas). Mais de 30 anos de experiência na área de segurança privada. Consultor e diretor do IBRASEP, trazendo uma notável expertise em segurança, além de possuir sólidos conhecimentos nas áreas de gestão empresarial.

2 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


  1. Olá Daniel Rodrigues!
    Obrigado pelo seu comentário.
    Forte abraço e sucesso.

  2. Grato pelas dicas, você tem um excelente conteúdo de Arame Farpado Espiral

Solicitar exportação de dados

Use este formulário para solicitar uma cópia de seus dados neste site.

Solicitar a remoção de dados

Use este formulário para solicitar a remoção de seus dados neste site.

Solicitar retificação de dados

Use este formulário para solicitar a retificação de seus dados neste site. Aqui você pode corrigir ou atualizar seus dados, por exemplo.

Solicitar cancelamento de inscrição

Use este formulário para solicitar a cancelamento da inscrição do seu e-mail em nossas listas de e-mail.