- 5790FBE8A27AC0FA6FCB89065534CF70

Livro de Ocorrência da Segurança Patrimonial: O que é? Como fazer?

O Livro de Ocorrência da Segurança Patrimonial é uma transcrição oficial das ocorrências e rotinas de um turno de trabalho na segurança patrimonial. Funciona como um resumo fiel e objetivo das ocorrências, atos relevantes, rotina e ordens passadas que aconteceram ou que influenciarão as atividades dos turnos de trabalho.

O Livro de Ocorrência da Segurança Patrimonial deve registrar todas as informações relevantes relativas ao turno de trabalho da segurança patrimonial.

Normalmente, o Livro de Ocorrência da Segurança Patrimonial é lavrada pelo líder da equipe de serviço ou pelo próprio vigilante caso trabalhe só.

O livro de ocorrência da segurança patrimonial é um documento de valor jurídico, por essa razão, deve ser escrito de tal maneira que não possam ser introduzidas modificações posteriores  e com atenção especial ao texto, caligráfica e escrita correta.

Importância do Livro de Ocorrência

  •  É um registro histórico que fornece informações sobre o posto de serviço;
  • Auxilia o vigilante na comunicação e registro de  fatos relevantes sobre seu serviço;
  • Ajuda na divulgação de informações relevantes sobre o serviço sem prejuízo ou distorção de conteúdo;
  • Permite que o  vigilante oficialize algum fato ou comunicado, evitando acusações futuras de omissão;
  • Permite o registro da distribuição do efetivo da segurança patrimonial  nos postos de serviço de acordo com os respectivos horários de trabalho;
  • Serve como meio de consulta para tirar dúvidas sobre orientações passadas;
  • Preserva o registro e a ordem dos acontecimentos;
  • Facilita o controle e administração de material carga (material e equipamentos sob responsabilidade  dos  vigilantes);
  • Auxilia e oficializa a passagem de serviço entre os turnos de trabalho;
  • Serve como meio de pesquisa e prova nos processos de investigação interna;
  • Pode ser utilizado como meio auxiliar de prova em processos judiciais.

Livro de Ocorrência da Segurança Patrimonial

Características do Livro de Ocorrência

Como o próprio nome sugere, o livro de ocorrência, deverá  ser  escrito em um livro apropriado para esse  fim, modelo “Livro Registro Ata”.

As folhas do livro de ocorrência da segurança patrimonial deverão ser numeradas tipograficamente.

A numeração das folhas deverá seguir uma sequencia numérica (normalmente numeradas de um (1) a 50 (cinquenta); um (1) a cem (100) ou outras variação julgadas necessárias).

As folhas do livro deverão ser  rubricadas , uma a uma, para atestar que nenhuma folha está faltando.

O livro de ocorrência  deverá ser utilizado especificamente e unicamente para o registro de ocorrência do posto de serviço;

O livro de ocorrência  deverá conter termo de abertura e terno de encerramento.

Termo de  Abertura e Encerramento

O Livro de Ocorrência da Segurança Patrimonial  deverá ter um termo de abertura e um termo de encerramento, o que lhes dá um cunho oficial.

O termo de abertura é feito quando se inicia o livro e o de encerramento quando este está totalmente preenchido ou o posto foi desativado por algum motivo, e pronto para arquivamento.

Os termos de  abertura e de  encerramento, deverão ser feitos e assinados pelo gestor da segurança patrimonial do local.

Exemplos termo de  abertura e enceramento:

TERMO DE ABERTURA

Contém o presente livro (quantidade de folhas) folhas tipograficamente numeradas e rubricadas, e servirá para o Registro de Ocorrências dos turnos de serviço da Segurança Patrimonial do posto de serviço da (nome do estabelecimento) situado a rua ____________,  nº _____, bairro___________ na cidade___________ estado de ___________.

Cidade, mês, ano.

_______________________________

Assinatura Gestor da Segurança Patrimonial

TERMO DE ABERTURA

Contém o presente livro (quantidade de folhas) folhas tipograficamente numeradas e rubricadas, que foi utilizado para o Registro de Ocorrências dos turnos de serviço da Segurança Patrimonial do posto de serviço da (nome do estabelecimento) situado a rua ____________,  nº _____, bairro___________ na cidade___________ estado de ___________. O qual esta sendo encerrado nesta data, tendo como ultima folha  preenchida a de numero …(descrito extensa da numeração), e disponibilizado para arquivamento e consultas posteriores.

Cidade, mês, ano.

_______________________________

Assinatura Gestor da Segurança Patrimonial

Conteúdo do Livro de Ocorrência

1. Estabelecimento

Espaço dedicado ao nome do estabelecimento onde o serviço de segurança é prestado.

2. Empresa Prestadora de Serviço:

Espaço dedicado ao nome da  empresa prestadora  dos serviços de segurança, em se tratando de segurança orgânica esse item poderá ser ignorado.

3. Cidade, dia, mês e ano:

Espaço dedicado a cidade onde fica localizado o estabelecimento e a data do registro dos fatos.

Caçapava, SP, 15 de  abril de 2017.

4. Recebimento do serviço:

Espaço dedicado a formalização e registro do recebimento serviço.

Exemplo: Recebi o serviço do vigilante Pedro, registro 34533, “sem alterações ou com alterações”  – conforme o caso -,  com todas as ordens em vigor.

5. Material Carga:

Espaço dedicado a relação de material existente no posto de serviço e sob responsabilidade do vigilante ou equipe de serviço

Exemplo: colete balístico, rádio HT, lanternas, capas de chuvas etc

6. Veículos:

Espaço dedicado a relação de veículos existente no posto de serviço e sob responsabilidade do vigilante ou equipe de serviço.

É recomendado anotar:

  • Placa do veiculo;
  • km no recebimento do serviço;
  • km na passagem do serviço;
  • Abastecimento realizados dentro do turno de serviço;
  • Alterações no veiculo  se ocorridas  ou identificadas.

7. Armamento:

Espaço dedicado a distribuição das armas dos posto de serviço, onde  deverá ser  associado o  numero do armamento ao registro do vigilante que portará a  arma naquele turno de serviço.

7. Distribuição dos Postos de Serviço:

Espaço dedicado ao registro da distribuição do efetivo da segurança patrimonial nos postos de serviço de acordo com os horário de ocupação.

Normalmente é feito uma tabela contendo o  nome do posto de serviço, o horário (período, exemplo: 14:oo x 15:oo) e registro do vigilante que ocupou o posto.

8. Ocorrências:

Espaço dedicado ao registro de ocorrências e  ordens/orientações passadas no turno de serviço;

O registro  deve  ser feito de forma resumida.

Dependendo  da complexidade e importância da ocorrência, ela também deverá ser registrada em relatório de ocorrência.

Havendo necessidade de confecção de Relatório de Ocorrência, o número e assunto do(s)  relatório(s) deverá(ão) ser registrado(s) nesse campo.

Caso não tenha ocorrido nada coloque apenas “Nada houve a registrar”.

9. Passagem do Serviço:

Espaço dedicado a formalização e registro da passagem do serviço.

Exemplo:  Passei o serviço ao vigilante Pedro, registro 34533, “sem alterações ou com alterações”  – conforme o caso -, com todas as ordens em vigor.

10. Cidade/Data/ Assinatura

Espaço dedicado ao local, data e assinatura do fechamento do livro de  ocorrência.

Deverá ter dois campos de assinatura  no final do registro das ocorrências, um destinado ao vigilante que confeccionou o livro de ocorrência e que fará a passagem do serviço e outro destinado ao vigilante que receberá o serviço.

O vigilante que passa o serviço e o  vigilante que recebe o  serviço, deverão  assinar  o livro no ato da passagem de serviço.

Acessando o botão a seguir você poderá baixar um modelo de confecção de livro de ocorrência, em PDF e no Word.

Como Escrever o Livro de Ocorrência

O conteúdo do livro de ocorrência dependerá das características e particularidades  do posto de serviço e da atividades desenvolvidas  no estabelecimento.

O Livro de Ocorrência deverá ser redigido de tal forma que dificulte qualquer modificação posterior.

A escrita deverá ser clara, objetiva, sucinta e de fácil  leitura e entendimento.

A caligráfica não precisa ser bonita ou desenhada, porém, deverá ser de fácil entendimento, de forma a se evitar duvidas ou equívocos sobre o escrito.

Erros na escrita

Em caso de erro no preenchimento do  livro  de ocorrência, deverá ser  empregada a expressão retificativa “digo ou leia-se”, como nos exemplos abaixo:

Exemplo  – O uso do digo:
“A sala 23 deve permanecer aberta , digo,  a sala 24.”

Exemplo – do uso do leia-se:
“Ressalva: onde se lê sala 23, leia-se sala 24.”

Quando se constatar erro ou omissão depois do encerramento do livro, usa-se a expressão “em tempo” logo abaixo do encerramento do livro:

Exemplo:  “Em tempo: Na linha vinte, página vinte e  dois, onde se lê março, leia-se abril”.

Regras Gerais

  • O livro de ocorrência deve ser considerado um documento sigiloso e de  acesso restrito as partes interessadas e autorizadas;
  • O livro de ocorrência deve ser considerado um documento oficial e de valor jurídico, que requer cuidados no seu uso e guarda;
  • O livro de ocorrência deve ser escrito com caneta esferográfica azul ou preta;
  • Não deve haver rasuras, folhas rasgadas, folhas arrancadas, uso de canetas marca texto, manchas ou emendas;
  • Não deve ser utilizado nenhum tipo de corretivo;
  • Não deve ser pulado linhas ou folhas;
  • Não devem ser anotados recados ou fatos particulares dos colaboradores que trabalham no local.

Se você gostou do artigo e achou útil, por favor, deixe um comentário logo abaixo para compartilhar sua opinião conosco. Ela é extremamente valiosa para mim!

Um forte abraço e votos de sucesso!

José Sergio Marcondes – CES – CPSI – Gestor, Consultor e Diretor do IBRASEP. Sou um profissional com competências sólidas nas áreas de segurança privada e gestão empresarial. Conecte comigo nas redes sociais.

Ajudar a divulgar nosso trabalho é fundamental! Curta e compartilhe nossas publicações com seus amigos nas redes sociais. Essa atitude não apenas incentiva o autor a publicar mais artigos relevantes, mas também possibilita que mais pessoas tenham acesso a esse conteúdo valioso.

Faça parte da nossa comunidade!

Você busca conhecimentos atualizados e oportunidades para aprimorar suas competências nas áreas de segurança privada e gestão empresarial? Não perca a chance de se manter informado e conectado com as últimas tendências e insights do setor!

Inscreva-se em nossa Newsletter e junte-se ao nosso Grupo no WhatsApp para receber notificações sobre novos artigos, dicas valiosas e recursos adicionais que impulsionarão sua carreira profissional.

Leia também…

Sugiro a leitura dos artigos a seguir como forma de complementar o aprendizado desse artigo.

Ocorrência de Segurança: O que é, Tipos e Exemplos

Importância do Gerenciamento de Ocorrência na Segurança

Relatório de Ocorrência da Segurança: O que é, Para serve?

Gerenciamento de Riscos de Segurança: O que é, seus Processos

O que é Gestão de Segurança? Quais suas Funções e Processos

Dados para citação em trabalhos

MARCONDES, J. S. (17 de maio de 2017). Livro de Ocorrência da Segurança Patrimonial: O que é? Como fazer? Disponível em Blog Gestão de Segurança Privada: https://gestaodesegurancaprivada.com.br/livro-de-ocorrencia-da-seguranca-patrimonial/ – Acessado em (inserir data do acesso).

"? Fique por Dentro! Junte-se ao Nosso Grupo de WhatsApp!

Quer ser o primeiro a receber todas as atualizações do nosso blog? Então, não perca tempo! Junte-se ao nosso Grupo de WhatsApp agora mesmo e esteja sempre atualizado(a) com as últimas postagens.

Sobre o Autor

José Sergio Marcondes
José Sergio Marcondes

José Sergio Marcondes é formado em Gestão de Segurança Privada e possui MBA em Gestão Empresarial e Segurança Corporativa. É especialista em Segurança Privada, certificado com CES (Especialista em Segurança Empresarial) e CPSI (Certificado Profissional em Segurança Internacional). Atualmente, atua como consultor e diretor do IBRASEP, trazendo uma notável expertise em segurança, além de possuir sólidos conhecimentos nas áreas de gestão empresarial Com mais de 30 anos de experiência na área de segurança privada, acumulando resultados relevantes nas áreas operacionais, administrativas e comerciais.

75 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


  1. Olá Rafael!
    Nesse caso especifico, uma vez que os dois desempenham a mesma função, trabalham no mesmo local e assumem o serviço juntos, acredito que a opção “Eu, Fulano matrícula x, e ciclano matrícula y assumimos o serviço” seja a mais indicada.
    Espero ter sanado sua dúvida.
    Forte abraço e sucesso!

  2. Olá, em caso de haver dois vigilantes na abertura, o vigilante que preencher o livro de ocorrência, deve colocar no recebimento do serviço “eu, fulano matrícula x, assumo o serviço…” e o outro entra apenas na relação da equipe ou deve preencher “Eu, Fulano matrícula x, e ciclano matrícula y assumimos o serviço”… Dúvida aqui do posto…

  3. Olá GM Marques!
    Fico muito feliz em saber que o meu artigo foi útil para Guarda de Carmópolis – SE.
    Forte abraço e sucesso!

  4. Olá Marideise Thiago!
    Fico feliz em saber que gostou do artigo.
    Fort abraço e sucesso!

  5. Olá Marideise Thiago!
    Obrigado pelo seu comentário;
    Forte a abraço e sucesso!

  6. Já tive pessoas trabalhando comigo que simplesmente, registraram no livro com caneta vermelha e arrancaram páginas… Um absurdo!

  7. Sensacional! E tem muitos que acham bobagem, bagunçam o livro de ocorrência… Sabendo que qualquer rasura faz com que perca sua veracidade de um documento importante e real.

  8. Olá Reginaldo!
    Obrigado pelo seu comentário e contribuição para o artigo.
    Forte abraço e sucesso.

  9. É muito importante ser relatados todas às irregularidades no seu posto de serviço.

  10. Olá Marcos Juvenal!

    Não existe um norma legal que obrigue as empresas a adotarem um padrão para o livro de ocorrência, neste contexto, cada empresa pode formatar o livro de ocorrência conforme sua necessidade e entendimento. O livro de ocorrência é considerado um documento da empresa, e como tal, pode ser escrito e confeccionado conforme padrão estabelecido pela empresa.
    Obrigado pelo seu comentário.
    Forte abraço e sucesso.

  11. Saudações,
    A matéria sobre a confecção do livro de ocorrências foi bastante esclarecedora! Labuto nesta área a mais de 10 anos porém o que observo, ao menos na minha cidade Manaus, é que cada empresa adota um modelo específico, não havendo consenso geral! Gostaria de saber se existem fontes oficiais que possam corroborar ou embasar a padronização do livro de ocorrências do vigilante?

  12. Olá Denilson Rubens!
    O controle sobre o livro de ocorrência é de responsabilidade da empresa, cabe a ela criar regras para acesso e medidas disciplinares para descumprimento da regras. O livro de ocorrência carrega em seu conteúdo informações importantes sobre a segurança do estabelecimento, motivo que seu conteúdo deve ser classificado como confidencial e de acesso restrito ao pessoal da segurança.
    Forte abraço e suceso!

  13. Amigo,terceiros pegar e ler o livro de ocorrência,sem a permissão e conhecimento do vigilante,tem algum tipo de penalidade para o infrator????

  14. Olá Fábio!
    O uso de caneta preta ou azul é uma recomendação, não exista uma portaria ou lei que regulamente o uso do livro de ocorrência, assim como a cor da caneta a ser usada.
    Forte abraço e sucesso.

  15. Eu já li em algum lugar que deve ser escrito de caneta azul ou preta, está na portaria ou tem alguma lei????

  16. Olá Alan!
    Fico muito feliz em saber que o artigo contribuiu para o aperfeiçoamento da sua prestação de perviço.
    Obrigado pelo comentário.
    Forte abraço e sucesso.

  17. Prezado José Sérgio,
    Passando por aqui, novamente, para lhe agradecer e deixar um feedback acerca das informações prestadas por você.
    A partir do conteúdo compartilhado, conseguimos estabelecer parâmetros para as definições que circundam o livro de ocorrências, já sendo, inclusive, parte integrante dos contratos firmados atualmente.
    Forte abraço.
    Alan

  18. Olá JV!
    Não tem uma norma especifica sobre o assunto, porém, na opinião do livro de ocorrência deveria ser um documento da empresa tomadora do serviço, e após o seu encerramento ele deveria ficar arquivado na empresa tomadora de serviço, que é a maior interessada no assunto. Dessa forma a empresa matem o histórico de ocorrência da organização mesma que haja troca de empresa prestadora de serviço. Nos casos em que a empresa não tem um gestor de segurança próprio, o livro acaba ficando sob a responsabilidade da empresa prestadora de serviço, que também acaba por se responsabilizando pela sua guarda.
    Forte abraço e sucesso.
    F

  19. Quando o livro de ocorrências esta preenchido, no caso de a segurança ser terceira, onde fica esse livro, no setor de serviço ou na empresa terceira que presta o serviço? grato

  20. Olá JP!
    Obrigado pelo seu comentário.
    Forte abraço e sucesso.

  21. Olá José Rodolfo souza!
    Obrigado pelo seu comentário.
    Forte abraço e sucesso.

  22. Olá Carlos Alan Santiago!
    Fico muito feliz em saber que o artigo foi útil pra você.
    Obrigado pelo seu comentário.
    Forte abraço e sucesso.

  23. Excelente explanação sobre uso o livro de ocorrências. Não somente é aplicado nos postos de serviços de vigilância como também em portarias de condomínio. Inclusive vou implantar no condomínio onde administro.

    Agradeço e muito por ter disponibilizado essa materia.

    Grato,

    Carlos Alan

  24. Olá Colega!
    Não existe uma lei que obrigue a empresa a adotar ou manter o livro de ocorrência. Ele é uma pratica administrativa adotada pela maioria das empresas para registro das atividades de trabalho num determinado posto de serviço. Também não existe legislação que obrigue ou determine a guarda do livro.
    Forte abraço e sucesso.

  25. Gostaria de saber se por lei o livro de ocorrência e obrigatório .
    E se a empresa e obrigada a guarda
    Qual Lei
    Artigo
    E inciso q está

  26. Olá Jacir!
    Não, infelizmente não existe nenhuma legislação que regulamente o livro de ocorrência. Porém uma vez implementado pela empresa ele se torna um documento oficial e tem valor legal perante alguma demanda judiciária. Não existe um prazo exato para guarda do livro. Algumas empresas guardam eles por um período de 5 anos.
    Forte abraço e sucesso.

  27. Boa tarde,
    Existe alguma lei que regulamenta a utilização do livro de ocorrência no posto de trabalho?
    Após o preenchimento total do livro existe alguma temporalidade para descarte?

    Grato,

  28. Olá Alan!

    Não existe uma regra legal especifica que abordem os livros de ocorrências da segurança. O que se tem são duas práticas comum, em uma o livro de ocorrência fica com o prestador de serviço e na outra o livro de ocorrência fica o tomador de serviço.

    Minha opinião pessoal – A obrigatoriedade de existência do livro de ocorrência, assim como, os procedimentos de preenchimento e posse/guarda deveriam constar do contrato de prestação de serviço.

    Em relação a posse e guarda do livro de ocorrência, ao meu ver, por questões de administrativas e deve preservação de histórico de registros, deveria ser da empresa que contratou o serviço, tomador do serviço (Cliente).

    Vamos supor que o livro esteja sobre posse do prestador de serviço, ao termino do contrato, esse deixa o local, e leva consigo todos os histórico de ocorrência do posto de serviço.

    Espero ter ajudado a sanar a sua dúvida.
    Forte abraço e sucesso.

  29. Prezado José Sérgio,
    Tenho pesquisado sobre a posse do livro de ocorrência, ainda sem sucesso. Gostaria de aproveitar seu conhecimento acerca da questão para lhe perguntar se o livro de ocorrências, quando usado pelos vigilantes de uma empresa prestadora de serviços, registrando os fatos ocorridos naquele determinado órgão, após encerrado, seria de posse da empresa de vigilância que presta o serviço ou do órgão tomador?
    Agradeço desde já.
    Att

  30. Ola David!
    Não há uma legislação sobre o livro de ocorrência, ele é uma das ferramentas de gestão da segurança da empresa, e cabe a ela definir o seu funcionamento.
    Porém ele não deve ser utilizado como um diário pessoal ou livro de segredos.
    As bos práticas de gestão, orientam que o conteúdo do livro de ocorrência devem ser de conhecimento geral da pessoas que trabalham no local. Assuntos mais delicados e que mereçam algum tipo de sigilo não devem ser registrados em livro de ocorrência e sim em relatório de ocorrência.
    Forte abraço e sucesso.

  31. Existe alguma lei ou portaria que regulamenta ou assegura ao vigilante o direito de ter um livro de ocorrência? Esse livro é de acesso livre ou restrito quando se possui um lider?

  32. Concordo, digitado e arquivado em uma Pasta demonstra a organizaçao do vigilante, Ate mesmo uma questao de 5S.

  33. Olá Cristiano Marine!
    Fico muito feliz por ter um colega ai de Moçambique prestigiando meus artigos.
    Estou preparando alguns vídeos de treinamento para serem postados no Yutube.
    Forte abraço e sucesso.

  34. boa tarde senhor marcondes
    gostei tanto da sua puyblicacao mas eu gostaria de ter aulas online estou escrevendo de mocambique e tambem gostaria tanto de ter mais conhecimentos na area dse seguranca patrimonial uma vez que estou a trabalhar numa das grandes mineradoras do meu pais mocambique ocupando o cargo de supervisor de segurasanca patrimonial , sewndo assim gostaria tanto de poder coimpartilhar os meus conhecimentos juntos com os seus

  35. Muito bom. Muitos profissionais não sabem como preencher. E muitos gestores não explicam, orientam nem se importam com a forma que o pessoal está preenchendo o livro.

  36. Olá Bruno!

    O livro de ocorrência é um documento particular, ou seja pertence a uma empresa, aquele que danificá-lo ou adulterar para, dentro do contexto da alteração, ser enquadrado em um dos crimes abaixo, de acordo com o DECRETO-LEI No 2.848, DE 7 DE DEZEMBRO DE 1940. Código Penal:

    Falsificação de documento particular

    Art. 298 – Falsificar, no todo ou em parte, documento particular ou alterar documento particular verdadeiro:

    Pena – reclusão, de um a cinco anos, e multa.
    Falsidade ideológica

    Art. 299 – Omitir, em documento público ou particular, declaração que dele devia constar, ou nele inserir ou fazer inserir declaração falsa ou diversa da que devia ser escrita, com o fim de prejudicar direito, criar obrigação ou alterar a verdade sobre fato juridicamente relevante:

    Pena – reclusão, de um a cinco anos, e multa, se o documento é público, e reclusão de um a três anos, e multa, se o documento é particular.
    Supressão de documento

    Art. 305 – Destruir, suprimir ou ocultar, em benefício próprio ou de outrem, ou em prejuízo alheio, documento público ou particular verdadeiro, de que não podia dispor:

    Pena – reclusão, de dois a seis anos, e multa, se o documento é público, e reclusão, de um a cinco anos, e multa, se o documento é particular.

    Forte abraço e sucesso!

  37. Hola, existe alguma lei que, algo que diz ser crime rasurar o usar corretivo em livro de ocorrência? Se houve, por gentileza, poderia esclarecer?

  38. Olá William!
    Você deve colocar o horário que entrada no posto e o horário que sai.
    Forte abraço e sucesso!

  39. Boa noite!! eu trabalho de 07:00 as 19:00 sendo que chego as 06:30 3 saio as 18:50 qual hora devo colocar na ata?

  40. A existência do livro de ocorrência não torna obrigatório a existência de câmeras no local, ele é apenas um relato escrito sobre o determinado assunto, sua veracidade se baseia na credibilidade, honestidade e responsabilidade, daquele que o escreve. Porém havendo a existência de monitoramento por câmeras de segurança a comprovação do ocorrido se torna mais eficaz e confiável.
    Forte abraço e sucesso.

  41. Olá Maria!
    Sim pode existir o livro, porém as informações contidas no livro deverão estar condizente e de acordo com os testemunhos e indícios da ocorrências em questão.
    Forte abraço e sucesso.

  42. No casa de uma loja sem câmeras de segurança, sem fiscal de loja, a loja pode obter o livro de ocorrência para anotações de funcionários é legalmente possível ? Já que o livro tem valor legal no tribunal msm sem obter provas do da ocorrência que contém no livro ?

  43. Para anotações de ocorrência no Livro a empresa precisa ter câmeras de vigilância ? Já que o livro é de valor jurídico, precisa de provas para comprovar de fato o que está escrito ali ?

  44. Olá Marcelo!
    Normalmente o livro de ocorrência é confeccionado por turno de trabalho e por uma pessoa.
    Forte abraço e sucesso.

  45. Olá João Victor
    O esquecimento da confecção do livro de ocorrências poderá gerar medidas disciplinares por conta da empresa.
    Forte abraço e sucesso>

  46. É obrigatorio uma unica escrita diaria ou pode compartilhar para q o colega registre seu relatos?

  47. Olá Haroldo!
    Você tem razão, o registro de ocorrência deve ser simples e objetivo.
    Obrigado pelo seu comentário.
    Forte abraço e sucesso.

  48. Bom dia,lamentavelmente são poucos os profissionais de segurança com capacidade para produção de um registro de ocorrência,encontra se muitas linhas escritas sem uma sequencia logica dos acontecimentos.

  49. Olá Jeziel!
    Fico muito feliz em saber que os artigos do Blog estão sendo úteis pra você.
    Forte abraço e sucesso ma sua carreira.

  50. Boa tarde.
    Tenho absorvido os comentários,as informações,orientações e atualizações da área da segurança privada e obtido melhor visão do assunto com as postagens feitas nesse blog.Como estou buscando recolocação no mercado de trabalho o blog tem me ajudado muito na hora de preencher fichas e nas entrevistas. Parabéns.

  51. Olá Ivaldina!
    Não existe uma regra especifica para o livro de ocorrência, que existe são modelos e sugestões.
    As regras de confecção do livro de ocorrência são estipuladas pela empresa contratante.
    Sim pode ser digitado, porém ao invés de colar no livro, sugiro que seja arquivado numa pasta.
    Obrigado pelo seu comentário, forte abraço e sucesso.

  52. Boa tarde! Gostaria de saber se na abertura do livro de ocorrência temos que obrigatoriamente colocar a expressão “Temo de Abertura” e se posso fazer digitado e depois colar no livro?

  53. Olá Albino Santana de Jesus!
    Obrigado pelo seu comentário.
    Forte abraço e sucesso na sua carreira.

  54. Olá Jordana!
    Obrigado pelo seu comentário.
    Sucesso na sua carreira.

  55. Olá Paula.
    Não há legislação que trate do livro de ocorrência. A confecção e gestão do livro de ocorrência esta diretamente ligado a cultura administrativa de cada organização.
    A posse do livro de ocorrência depende da negociação estabelecida entre os prestador de serviço e seu cliente, no caso a agencia bancária.
    Forte abraço e sucesso.

  56. Boa tarde!
    Há alguma legislação que trate a respeito do livro de ocorrência. O livro de ocorrência de uma agência bancária fica em posse da empresa ou do banco?

  57. Olá Jackson!
    Não ha nada que proíba esse procedimento, o importante é que a integridade e credibilidade do conteúdo sejam preservados. O motivo de se restringir o uso de cores no livro é impedir excessos e banalização do seu conteúdo.
    Forte abraço e sucesso.

  58. O livro de Ocorrência pode ser digitalizado e colado no livro de ocorrência, onde o vigilante da um visto que esta passando e repassando o posto? Pois sei que o livro não pode ser escrito com caneta vermelha, verde ou outras cores que não preta ou azul.

  59. Olá Eugenios!
    Obrigado pelo seu Comentário.
    Forte abraço e sucesso.

  60. o livro de ocorrèncias,é de total importançia para a segurança patrimonial,

  61. Olá Marcio!
    Obrigado pelo comentário.
    Forte abraço e sucesso na sua carreira!

  62. O preenchimento do livro de ocorrência dentro da norma da segurança é essencial para se prevenir contra qualquer tipo de omissão ????

  63. Olá Valmir Belarmino !
    Obrigado pelo seu comentário.
    Forte abraço e sucesso na sua carreira!

  64. Verdade , é muito comum nos postos você encontrar o livro rasurado,marca texto e corretivo. Você instrui o vigilante e conscientiza da importância do livro ,mas é uma missão difícil. Peguei vários livros com trocas de ofensas entre os colaboradores. Em todos casos foram advertidos e corrigidos.

  65. Olá Jorge Tadeu Aguilar!
    Obrigado pelo seu comentário.
    Forte abraço e sucesso na sua carreira!

  66. Eu concordo com Eliel , o livro de ocorrência fundamental no Posto de serviços se tratando numa ocorrência a onde se faz necessário abertura e fechamento do Posto ,bem anotações das ocorrências , eu sempre atue no Operacional, e tinha por obrigações a fiscalização do Livro de Ocorrência , quando na passagem pelo Posto., é pena dizer mais hoje poderia evitar diversos problemas em relação o fato alguns Colegas nem se preocupar em olha o livro de ocorrência ,e ainda querer criticar ou reclamar do Vigilante ou Porteiro , acho que algo deve ser feito pela empresa na nessa questão.

  67. Olá Eliel Rezende Ernestor!
    O livro de ocorrência é uma das ferramentas de trabalho do vigilante, e o mesmo deveria ser incentivado a relatar as ocorrências, para que as mesmas pudessem ser solucionadas.
    É obrigação do supervisor de segurança patrimonial, visitar os postos de serviço e ler o livro de ocorrência, e deve dar um visto em cada folha que leu, e anotar as ocorrências relevantes para tomada de medidas necessárias.
    Obrigado pelo seu comentário.
    Forte abraço e sucesso na sua carreira!

  68. Com certeza o livro de ocorrência do vigilante e uma fundamental ferramenta em favor dos vigilantes. Pena que uma boa parte dos vigilantes não tem coragem de escrever as informações e ate mesmo uma reclamação do seu local de trabalho uma sugestão uma falha na sua área de trabalho , Mais interessante e que não e só o vigilante infelizmente alguns supervisores que quando vai no posto de serviço e nem olha o livro de ocorrência e alguns quando olha ainda reclama do vigiante ter colocado as informações .Costumo dizer que o livro e uma defesa do vigilante.

Solicitar exportação de dados

Use este formulário para solicitar uma cópia de seus dados neste site.

Solicitar a remoção de dados

Use este formulário para solicitar a remoção de seus dados neste site.

Solicitar retificação de dados

Use este formulário para solicitar a retificação de seus dados neste site. Aqui você pode corrigir ou atualizar seus dados, por exemplo.

Solicitar cancelamento de inscrição

Use este formulário para solicitar a cancelamento da inscrição do seu e-mail em nossas listas de e-mail.